A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) publicou, nesta semana, dois editais que, juntos, somam 1.400 vagas para cursos de graduação a distância. O último processo seletivo para cursos nessa modalidade de ensino foi realizado em 2017. O Edital nº 01/2020 destina-se, exclusivamente, a professores da Rede Pública de Ensino, já o Edital nº 02/2020 é destinado a candidatos que possuem certificado de conclusão do ensino médio (ou curso equivalente).

Nos dois editais, o período para se inscrever será o mesmo: a partir das 8h do dia 14 de dezembro de 2020, até as 23h59 do dia 11 de janeiro de 2021. As inscrições deverão ser feitas pela internet, acessando o site do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve). A taxa de inscrição também será a mesma, R$ 30, e os candidatos que atenderem aos pré-requisitos que constam nos editais poderão solicitar isenção.

As publicações podem ser acessadas no site da Comperve. De acordo com o diretor da Comperve, Ridalvo Medeiros Alves de Oliveira, está disponível um Sistema de Atendimento ao Candidato, conhecido como help desk, que pode ser acessado pelos que tiverem dúvidas. Ou se preferir, o candidato pode ligar para o número: (84) 3342.2280, de segunda a sexta-feira, no horário das 7h30 às 17h30.

Distribuição das vagas e cursos

Do total de vagas, 700 serão destinadas a professores da Rede Pública de Ensino e as outras 700 para quem comprovar possuir certificado de conclusão do Ensino Médio. Nesse último caso, serão levadas em consideração as notas obtidas pelos candidatos nas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) realizadas nos anos de 2017, 2018 ou 2019. 

“É bom esclarecer que esse processo não ocorrerá pelo Sistema de Seleção Unificada, o SISU. A intenção é atender a uma demanda represada”, declarou a secretária de Educação a Distância da UFRN, Carmem Rêgo.

Carmem Rêgo e a secretária adjunta de EaD da UFRN, Ione Morais, destacaram que nove Polos de Apoio Presencial receberão essas vagas distribuídas em seis cursos de licenciatura: Letras Português, Educação Física, Química, Matemática, Pedagogia e Geografia. Já os polos beneficiados são os de Caicó, Currais Novos, Luís Gomes, Macaíba/Jundiaí, Macau, Marcelino Vieira, Martins, Nova Cruz e Parnamirim.