Lazer & Cultura

17

Jan

Lazer & Cultura

FIART anuncia 26ª edição para o final de abril

A 26ª edição da Feira Internacional de Artesanato – FIART vai acontecer! O tradicional evento, realizado sempre nos meses de janeiro, teve sua data adiada por conta da pandemia. A edição 2021 acontece de 28 de abril a 02 de maio, no Centro de Convenções. Em seu 26º ano, a FIART traz uma programação totalmente inovadora, inclusive na versão digital.  Além disso, na versão presencial seguirá todas as regras sanitárias. Nas duas versões, a feira contará com a participação dos artesãos potiguares e expositores de outros estados e países. A feira transformará o Centro de Convenções em mais um grande atrativo para turistas e visitantes locais, através da diversidade de produtos, da programação cultural e da gastronomia.

A FIART é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, com o patrocínio e apoio do Sebrae/RN e Prefeitura de Natal, e organização da Espacial Eventos. Toda a programação cultural será realizada com o incentivo da Lei Municipal Djalma Maranhão, com patrocínio da Unimed Natal.

 “A 26ª edição da FIART vai movimentar a economia local promovendo o trabalho dos artesãos, especialmente do artesão potiguar, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária”, conta o idealizador e organizador da Fiart, Neiwaldo Guedes.

Fique por dentro de mais informações através do site: feirafiart.com.br

15

Jan

Lazer & Cultura

Produtor cultural Zé Dias é convidado em live do Sesc RN sobre a MPB potiguar

O Rio Grande do Norte como cenário da música popular brasileira será tema de live transmitida, na terça-feira, 19, a partir das 19 horas, no youtube do Sesc RN, instituição do Sistema Fecomércio. O diálogo terá como convidado, o produtor cultural Zé Dias e mediação do diretor regional da entidade, Fernando Virgilio. 

A live abordará aspectos da MPB nacional e local. Traçará um breve histórico, com relato do convidado sobre seu envolvimento em iniciativas como o Projeto Pixinguinha e o Seis e Meia. Além de debater questões ligadas ao mercado profissional, a qualidade musical e os artistas de destaque, tendo em vista que muitos potiguares estão em evidencia no Brasil. 

“Debater cultura e acompanhar os rumos do segmento faz parte do Sesc, como entidade que promove e valoriza as expressões artísticas. Esperamos que o tema apresente novidade e muito conhecimento em torno da MPB e as terras potiguares, ainda mais com o peso de nosso convidado, que já idealizou e realizou inúmeros projetos”, comentou Virgilio. 

Zé Dias possui uma história ligada à produção artística nacional. Foi idealizador do Projeto Seis e Meia, em Natal e Mossoró, e realizou o Natal em Canto, com artistas locais e de repercussão em todo o Brasil. Seu trabalho se destaca na valorização do artista local e disseminação da música na capital e interior do RN, tendo produzido o trabalho das cantoras como Lane Cardoso e Khrystal.  

15

Jan

Lazer & Cultura

Sesc RN retoma projeto Poti-Cultural com apresentações em janeiro

Uma das maiores iniciativas de promoção à cultura do estado está de volta, desde ontem, 14, com a segunda edição do projeto Poti-Cultural Sesc, uma iniciativa do Sistema Fecomércio, por meio do Sesc RN. Esta fase encerrará a apresentação dos 90 trabalhos inscritos a um investimento de quase R$ 100 mil reais pagos diretamente aos artistas.

O Poti-Cultural Sesc surgiu em meio a pandemia do Coronavírus como medida para amenizar os impactos da doença na classe artística do Rio Grande do Norte, tendo em vista que o setor foi um dos mais afetados. Todas as apresentações inscritas foram em formato digital e disponibilizadas ao público gratuitamente nas redes sociais do Sesc RN.

As apresentações seguem neste mês de janeiro, nos segmentos: artes cênicas, audiovisual, música, literatura, arte educação, patrimônio cultural, ação formativa e arte visual. Os trabalhos foram selecionados no segundo edital do projeto, lançado em 2020. Mais informações: sescrn.com.br

14

Jan

Lazer & Cultura

Cannes confirma evento presencial em junho

O festival internacional de criatividade Cannes Lions confirmou, nesta quarta-feira (13), que o evento seguirá o seu calendário tradicional, durante a terceira semana de junho de 2021. Após o adiamento da premiação do ano passado, os júris vão julgar e premiar neste ano as campanhas criadas e veiculadas em 2020 e 2021.

Por hora, apesar das incertezas ainda no horizonte, o Cannes Lions também confirmou que a intenção é realizar o evento presencialmente em Cannes, na França. Para que isso seja possível, o festival admite até mesmo reduzir o número de participantes. “Embora as viagens estejam  atualmente restritas, a disponibilidade de várias vacinas oferece esperança de que possamos estar juntos em junho, mesmo se precisarmos limitar o número de delegados”, disse Phillip Thomas, chairman do Cannes Lions.

A organização do festival também informou que as inscrições de delegados já estão abertas. “Continuaremos monitorando cuidadosamente a situação e mantendo nossas comunicações regulares com as autoridades na França, mas há muitos outros grandes eventos internacionais planejados para o mesmo cronograma. E é claro, conversando com a indústria global, todos estão ansiosos”, pontua o executivo.

Seja como for, o festival também ressaltou que pretende manter os meios digitais como um elemento significativo em sua estratégia. No ano passado, na impossibilidade de realização do evento físico, mais de 80 mil profissionais da indústria criativa, do marketing e da mídia acompanharam a versão online do Cannes Lions.

Fonte: Portal Meio e Mensagem

Disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2021/01/13/cannes-confirma-intencao-de-evento-presencial.html

14

Jan

Lazer & Cultura

Netflix planeja lançar um novo filme por semana em 2021

A Netflix promete tentar manter todo mundo entretido neste ano. A gigante do streaming anunciou planos na terça-feira (12) de lançar um novo filme todas as semanas durante os próximos 12 meses.

Alguns dos filmes indicados incluem o faroeste “The Harder They Fall”, estrelado por Regina King, Idris Elba e Jonathan Majors. Já Lin-Manuel Miranda e Halle Berry farão suas estreias na direção com “Tick, Tick... Boom!” e “Bruised”, respectivamente.

A programação repleta de estrelas inclui também Jennifer Lawrence, Leonardo DiCaprio, Meryl Streep, Gal Gadot, Dwayne Johnson e Ryan Reynolds. A cantora Ariana Grande vai estrelar ao lado de Lawrence, DiCaprio, Streep e Timothée Chalamet em “Don't Look Up”.

A notícia chega no momento em que a Covid-19 forçou o fechamento de cinemas nos Estados Unidos, transferindo a estreia de muitos filmes para serviços de streaming.

Mais recentemente, a Warner Bros. anunciou planeja que lançar simultaneamente a série de filmes de 2021 do estúdio na HBO Max e nos cinemas sempre que possível. A Warner Bros., como a CNN, faz parte da WarnerMedia.

Fonte: CNN Brasil, disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/entretenimento/2021/01/13/netflix-planeja-lancar-um-novo-filme-por-semana-em-2021

12

Jan

Lazer & Cultura

Cine Verão divulga filmes selecionados para edição virtual

O Cine Verão – Festival de Cinema da Cidade do Sol realizará a sua quarta edição nos dias 20, 21 e 22 de janeiro, com programação totalmente gratuita composta por mostras de filmes e debates.  Após três edições presenciais de sucesso, com 57 filmes exibidos, este ano o Festival acontecerá no formato on-line, devido a pandemia da COVID-19. Com realização da Pinote Produções, o projeto segue com o objetivo de ampliar as plataformas de difusão do cinema independente com foco na produção potiguar e brasileira.

O Festival teve mais de 350 filmes inscritos nas duas mostras: a Mostra Cine Verão Poti exibirá obras de realizadores potiguares e rodados no estado do RN, e a Mostra Cine Verão Brasil exibirá obras realizadas por brasileiros de diversas regiões do país. Após a análise criteriosa da curadoria – composta por Marana Torrezani, Rafaela Bernardazzi e Raildon Lucena na Mostra Cine Verão Poti, e Arlindo Bezerra, Carito Cavalcanti e Heloísa Sousa na Mostra Cine Verão Brasil -  foram selecionados 10 curtas potiguares e 30 curtas nacionais.  

Ter tantos filmes inscritos é uma prova de que o movimento audiovisual continua  atuante, e que a cultura segue resistindo apesar dos obstáculos. Heloísa Sousa considera os Festivais de cinema movimentos de resistência necessários: “Tenho percebido a curadoria de festivais como um exercício do olhar sobre as obras artísticas promovendo descentralizações e subversões das estéticas e éticas comuns. É também nesse sentido que se desdobra a seleção dos curtas-metragens que integram a programação da mostra nacional desta edição do Cine Verão, entre propostas documentais e de ficção advindas de diferentes cidades do Brasil, que com muita qualidade técnica e através de explorações consistentes na linguagem do audiovisual propõe outros protagonismos para as obras. Diante de um cenário tão devastador para o país, seja pela situação da pandemia, agravada pelas políticas de genocídio e de desmonte vividos, ter a oportunidade de apreciar e dialogar com tantas obras do cinema brasileiro e observar esse movimento de resistência e nossa capacidade de elaboração de múltiplas poesias é o que torna os festivais encontros tão necessários”.

Raildon Lucena ressaltou a satisfação de participar mais uma vez do Festival: “Uma grande satisfação participar mais uma vez do Cine Verão, dessa vez na curadoria do Festival, que teve grandes produções inscritas esse ano. A seleção final é um panorama do que vem sendo produzido em nosso estado e mostra a evolução do audiovisual potiguar. O Cine Verão é um Festival que vem crescendo e se consolidando a cada edição, promovendo o audiovisual do RN e do Brasil.” Marana Torrezani destacou a quantidade de curtas de ficção: Nos últimos anos houve um certo domínio dos documentários, aliás temos documentaristas maravilhosos aqui no Estado, mas é muito empolgante observar essa produção de ficção na cena potiguar. Sinto que especialmente esse ano, a mostra vai agradar não só o público, mas também a todo mundo que trabalha com audiovisual no estado.”

Na mostra nacional Arlindo Bezerra destacou a qualidade dos filmes selecionados: “Os perfis dos filmes apresentam uma diversidade de narrativas e discursos que mostram um recorte dos múltiplos protagonismos desse país. Acredito que o público irá conferir uma mostra de filmes de excelente qualidade técnica e artística, e preenchidos por afetividades.” E a linguagem poética de Carito Cavalcanti retrata essa diversidade: “As câmeras chegando com os índios em Mato Grosso do Sul na luta pelos seus direitos, sua terra, existência; resistência também no olho do Vidigal - olho do furacão pandêmico onde corre o Rio de janeiro a dezembro refletido-refletindo em sua diversidade e desigualdade; a Paraíba futurista-psicodélica e o Ceará em viagem interior-cosmopolita em suas várias histórias-representatividades humanas contra o preconceito; e o Paraná em charge e verso e reverso; e a Bahia nos dando mais que régua e (des)compasso; alguma coisa acontece no meu coração desvairado na Paulicéia; na cinematografia de tradução-tradição poética em outro Rio Grande, do Sul; nos documentários-ficções-fricções do cinema-curta, do cinema curto e grosso e delicado e poético e visionário e catártico e meta-eufórico! O cinema de guerrilha revelando ilhas-urgentes nesse país-continente.”

O Cine Verão tem realização da Pinote Produções e conta com o patrocínio da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, Prefeitura do Natal e Governo Federal.

12

Jan

Lazer & Cultura

Spotify Kids permite playlists compartilhadas com pais no comando

Lançado em 2019 com conteúdo especial para crianças, o Spotify Kids está prestes a ganhar uma novidade interessante para as famílias que utilizam o principal streaming de música do mercado. Segundo o The Verge, adultos e crianças poderão ter playlists compartilhadas pelo Spotify e pelo Spotify Kids.

Com a novidade, os pais poderão monitorar melhor o que seus filhos ouvem, além de influenciar seus gostos. O app Spotify Kids dá às crianças acesso a conteúdo aprovado para suas faixas etárias com o objetivo de tornar sua experiência no app mais segura. Com as playlists compartilhadas, porém, os pais poderão acrescentar conteúdo que esteja fora dessa bolha para seus filhos.

Para compartilhar uma playlist, basta os pais acessarem a seção protegida por PIN do Spotify Kids. Eles poderão, então, selecionar as músicas que desejam compartilhar. Para remover as músicas, os pais precisarão o fazer pelo app normal do Spotify.

Fonte: Portal B9, disponível em: https://www.b9.com.br/137096/spotify-kids-permite-playlists-compartilhadas-com-pais-no-comando/

12

Jan

Lazer & Cultura

Casa Durval Paiva promove campanha sobre Diagnóstico Precoce do câncer infantojuvenil

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), câncer ou neoplasia é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm, em comum, o crescimento desordenado (maligno) de células, que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo. A incidência do câncer, praticamente, dobrou em trinta anos, atrelado ao crescimento populacional contínuo e o envelhecimento da população mundial, que potencializaram o impacto da doença.

Neste sentido, sabendo-se que os índices de cura estão, diretamente, ligados ao diagnóstico precoce, durante o ano de 2021, a Casa Durval Paiva dará continuidade a “Campanha do Diagnóstico Precoce do Câncer Infantojuvenil”, como forma de trazer informações à população, sobre o reconhecimento dos principais sinais de alerta da doença. A cada mês, a instituição vai realizar um trabalho intensivo de divulgação de sinais e sintomas de um tipo específico de câncer, entre os que mais acometem as crianças e os adolescentes.

Os principais tipos de neoplasias na infância são leucemia (câncer da medula óssea), tumores de sistema nervoso central e, em seguida, linfomas (tumores do sistema linfático). Ainda não existe um exame complementar específico, para o diagnóstico do câncer infantil, assim, os pais, professores, médicos, dentistas, entre outros profissionais, que atendem crianças, devem estar atentos aos sinais de alerta.

Durante o mês de janeiro, a campanha vai tratar sobre leucemia, câncer da medula óssea e do sangue, que é o mais comum em crianças e adolescentes. Existem tipos diferentes de leucemia, os mais frequentes são a leucemia linfoide aguda (LLA) e a leucemia mieloide aguda (LMA). A leucemia pode causar dor nos ossos e articulações, fadiga, fraqueza, sangramento, febre e perda de peso. As leucemias agudas podem progredir rapidamente, por isso, precisam ser tratadas, normalmente com quimioterapia, assim que é feito o seu diagnóstico.

Casa Durval Paiva

A Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva é uma entidade sem fins lucrativos, formada por voluntários e colaboradores, sustentada por doações e gestos de solidariedade da sociedade. Além de apoio ao tratamento, como hospedagem, alimentação, medicação e transporte, os pacientes participam de diversos projetos e recebem o apoio de uma equipe multidisciplinar que acolhe e ajuda os pacientes e seus familiares a superarem os momentos difíceis e a lutarem pela vida. Conheça outras ações e projetos desenvolvidos pela Casa em www.casadurvalpaiva.org.br ou nas redes sociais da instituição (@casadurvalpaiva).

12

Jan

Lazer & Cultura

Idema lança projeto “De férias no Parque das Dunas”

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e o Parque das Dunas lançam o projeto “De férias no Parque das Dunas” para crianças de 6 a 10 anos de idade. O projeto irá proporcionar um momento de aprendizagem e cuidado com a natureza. Com o objetivo de promover atividades educativas socioambientais, a programação terá início na próxima quinta-feira (14) e segue as atividades até o dia 28 de janeiro.

Serão realizadas oficinas de brinquedos recicláveis; visita a Sala de Exposição com a temática: “Um encontro com sua natureza”; Trilha Virtual e Oficina de Carimbo, com a equipe do projeto Jornada no Bosque.

De acordo com a gestora do Parque das Dunas, Mary Sorage, o projeto De Férias no Parque é uma excelente oportunidade de vivenciar momentos inesquecíveis em contato com a natureza. “As crianças poderão brincar, participar de oficinas e conhecer muito sobre a biodiversidade do Parque, fortalecendo o elo com a Unidade de Conservação, e aprender mais sobre nossa biodiversidade. Lembrando que vamos seguir os cuidados sanitários recomendados pelas autoridades de saúde neste período de pandemia.”

As atividades ocorrerão nas terças e quintas-feiras, em dois turnos, pela manhã, das 08h às 11h, no período da tarde, das 14h às 16h. As turmas terão no mínimo cinco pessoas e no máximo dez, formando dois grupos no horário da manhã e dois no período da tarde.

Para participar é necessário preencher o formulário disponível no site do Parque das Dunas (www.parquedasdunas.rn.gov.br) e ficar atento ao e-mail que será enviado com a confirmação e as orientações para o dia da atividade.

9

Jan

Lazer & Cultura

Dicas lúdicas e simples de lazer em casa durante as férias escolares das crianças

Ainda que a pandemia tenha alterado drasticamente o calendário escolar de milhares de crianças, muitas estarão em férias neste mês, enquanto que outras ainda permanecem, até hoje, em casa sem acesso às aulas virtuais. Com meses de isolamento, pais e cuidadores que precisam dividir a atenção entre o home office, as tarefas da casa e os filhos esgotaram suas ideias de como aproveitar o tempo livre em família com qualidade, sem gastar muito e sem sair de casa.

Para ajudar nessa missão, a professora do curso de Pedagogia da Estácio, Flávia Alcântara, separou dicas criativas e bem simples que podem preencher o dia e torná-lo mais divertido, conforme ela frisa: “As férias – mesmo que por um período mais curto – estão aí e o desafio da pandemia continua. O momento é de paciência, cautela, mas também merece lazer e descontração”, afirma a profissional que também é doutora em Educação.   

A psicopedagoga lembra que o segredo para criar uma programação variada e atrativa, sem que exija grandes produções, é usar e abusar do lúdico e da imaginação e querer conectar-se genuinamente com os filhos.

1) “Que tal fazer experimentos culinários e anotar tudo em um livro de receitas da família? Você pode se inspirar em pratos divertidos criando imagens, carinhas ou bichinhos”, descreve;

2) Outra dica é encher um balde com pipocas e curtir um cineminha em família. “Além de opções por assinatura de streaming, diversos canais abertos de TV preparam uma programação especial de férias. Vale a pena conferir”, lembra;

3) “Pequenas mudanças de rotina também podem se tornar uma boa opção de entretenimento com a criançada! Almoçar sobre uma toalha no chão, em algum espaço diferente da casa, pode ganhar ares de um divertido piquenique”, ensina;

4) “Até mesmo um dia de faxina pode se converter em uma estimulante brincadeira. Você pode montar uma tabela com pontos que serão dados para quem cumprir determinadas tarefas. Crianças adoram competições!”, relata Flávia Alcântara;

5) “Que tal armar uma barraca na sala (que pode ser feita de lençóis) e acampar em família?”.

6) “Você já reparou em pequenos detalhes que passam despercebidos todos os dias por nossas janelas ou mesmo dentro de nossas casas? Que tal conhecer o lado artístico de sua família? A ideia é fotografar esses detalhes: pequenos objetos da casa, poses do animal de estimação, as paisagens das janelas, atividades cotidianas das crianças e dos adultos em seus cantinhos preferidos. Pense no lindo álbum de fotos que essa brincadeira pode criar!”, demonstra.

7) “Tintas e cores. Que delícia libertar o artista que mora em cada um de nós! Aí está uma baguncinha que vale a pena. Com papéis colados forrando uma mesa ou até mesmo o chão, podemos criar os mais variados cenários coletivamente”, explica a professora.

8) A leitura também é importante em momentos de lazer e deve ser estimulada. “Criar momentos de leitura ou contação de histórias em família é algo que não pode faltar. Escolha um bom livro, de acordo com o interesse das crianças e leia fazendo “caras e bocas”! Uma voz rouca para a bruxa e grave para o lobo ajudam a manter o interesse e a diversão da garotada. Além disso, vale contar histórias antigas ou mesmo ‘causos’ de sua própria infância para os filhos (eles adoram!). Essa é uma forma de se conhecerem melhor e de trocarem experiências. Contação de história compartilhada também é um barato! Alguém da família começa a história e os demais vão dando sequência”, ressalta Flávia Alcântara.

8

Jan

Lazer & Cultura

Fundação José Augusto disponibiliza Manual de Marcas da Lei Aldir Blanc RN

A Fundação José Augusto (FJA) disponibilizou em seu site www.cultura.rn.gov.br o  “Manual de Marcas Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte” em suas diversas aplicações. Os contemplados nos dez editais lançados pelo Governo do Estado deverão divulgar as logomarcas institucionais em todas as peças de comunicações dos projetos aprovados seguindo as orientações técnicas.

Os premiados deverão obrigatoriamente colocar as logomarcas da Lei Aldir Blanc no RN,  da FJA, Governo do Estado, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e do Governo Federal em todos os produtos aprovados para os editais: espetáculos, releases, convites ,sites, postagens de redes sociais, peças publicitárias, audiovisuais, sonoras e impressas.

Para saber mais acesse o site www.cultura.rn.gov.br nas sessões “Marcas Aldir Blanc” e  “Noticias”!

7

Jan

Lazer & Cultura

OSRN apresenta Ópera Natalina “O Primeiro Milagre do Menino Jesus - Amahl e os Visitantes da Noite” neste sábado na Inter TV

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN apresenta, neste sábado (09) a partir das 14h45 através da INTER TV, uma versão especial da ópera Amahl e os Visitantes da Noite – O primeiro milagre do menino Jesus, de Gian Carlo Menotti. O Especial Inter TV faz parte do enceramento do Ciclo Natalino, sendo também uma homenagem aos Reis Magos, a cidade de Natal e a todos que gostam da boa música. A exibição conta com o patrocínio do Governo do Estado, pela Fundação José Augusto, através da Lei de Incentivo a Cultura Câmara Cascudo.

Gravada na Arena das Dunas, a ópera tem duração de 1h e o telespectador vai prestigiar e contemplar a beleza da música envolta de outras linguagens: a encenação, a dança e o canto, características específicas das Óperas, um momento mágico para iluminar o início de 2021.

A gravação contou com o elenco: Guilherme Lucas (Amahl); a soprano Paola Soneguetti (mãe de Amahl); os Reis pelo tenor Kaio Morais, o barítono Jonatas Meireles, e o baixo Lailson Toscano; participação do Coral Harmus como pastoras e pastores do vilarejo; o ator Doc Câmara como o Pajem e das bailarinas Margoth Lima, Julia Vasques, Laura Lima e Sarah Nascimento da EDTAM - Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão. A direção artística é do maestro Linus Lerner; direção de arte e de cena de Tatiane Fernandes e Anderson Leão; Preparação de Coro com Janilson Batista e Coreografia de Wanie Rose Medeiros.

Inspiração de Gian Carlo Menotti

Gian Carlo Menotti deu vida às suas lembranças, inspirado em sua própria infância na Itália onde a magia natalina era trazida pelos Três Reis Magos: acreditava-se que o Papai Noel estava muito ocupado com crianças americanas para atender as da Itália, dessa forma, entendia-se que os presentes eram trazidos pelos Três Reis. A ópera foi escrita em 1951, encomendada pela TV (National Broadcasting Company – NBC). Depois da estreia televisionada, a ópera alcançou palcos do mundo com várias apresentações, principalmente, no período natalino.

Amahl e os Visitantes da Noite

A história se passa em uma aldeia, na qual se vê uma cabana. Nela, mora uma criança (Amahl) deficiente, criativa e sonhadora junto com a sua mãe - ansiosa pelos desafios do amanhã impostos pela pobreza que os atinge. Em uma noite estrelada, batem à porta deles, os Reis Magos em busca de um momento de descanso. Os viajantes são acolhidos, lenha para lareira e a ajuda dos moradores da aldeia para alimentar os Reis.

As joias (ouro, incenso e mirra) carregadas pelos reis despertam na mãe um sentimento e reflexões. Ela entoa em canto toda a injustiça que representa aquela riqueza concentrada para tão poucos. Tanto para uma criança, cuja chegada é anunciada por uma estrela guia, enquanto sei filho passa fome e frio. Mais tarde, quando todos dormem, a mãe do menino é flagrada pegando uma das joias. A um "acordar" de todos e em meio às descobertas a deficiência de Amahl desaparece como em um milagre, O primeiro Milagre do Menino Jesus.

OSRN

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte é patrimônio cultural do RN e tem o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Fundação José Augusto, como seu principal mantenedor. A temporada 2020 teve o Patrocínio via incentivo fiscal da Cosern, Instituto Neoenergia, através da Lei Câmara Cascudo e do Hospital do Coração e Prefeitura do Natal e Unimed Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. O projeto Movimento Sinfônico é uma realização da OSRN e MAPA Realizações Culturais e conta ainda com o apoio da Lado A Design, G7 Comunicação e Inter TV.

 

7

Jan

Lazer & Cultura

Pandemia muda a rotina e veranistas do litoral sul fazem compras de mercado por aplicativo

A pandemia alterou a rotina dos potiguares e os veranistas que se mudam em janeiro para as praias terão esse ano novos hábitos para aproveitarem as férias com segurança. Fazer as compras do mercado pelo celular é uma delas e já é uma realidade no litoral sul graças ao aplicativo Bask. O serviço está disponível em Buzios, Pirangi Norte e Sul, Cotovelo e Pium.

A psicóloga Carla Silva, que já utiliza o aplicativo em Natal, comemorou ao saber que poderá usar também na praia em seus dias de recesso. “Eu só faço minhas compras em Natal pelo Bask porque minha rotina é muito agitada, não tenho tempo de ir ao supermercado. Adorei que eles expandiram para o litoral sul, pois poderei utilizar também nas férias, aqui em Pirangi. Muito bom para aproveitar a comodidade, ter mais tempo de descanso e também se proteger com essa pandemia”.

No Bask, a ideia é facilitar a vida das pessoas eliminando o tempo perdido em supermercados, farmácias, padarias, peixarias, mercadinhos, açougues, conveniências, comidas congeladas, entre outros. O aplicativo tem uma interface simples e funciona da seguinte forma: o usuário entra com o seu endereço e a partir dele o aplicativo localiza quais parceiros atendem àquela região. Depois, basta escolher o estabelecimento disponível, fazer suas compras em poucos minutos e receber em casa.

Desenvolvido por potiguares, o Bask já atende, no Rio Grande do Norte, os municípios de Natal, Macaíba, São Gonçalo, Ceará Mirim, Extremoz, Parnamirim, João Câmara, Macau, Nova Cruz e Currais Novos, e está em crescente expansão, com operações previstas para iniciar em breve em outras cidades do estado e fora dele.

O Bask conta com mais de 100 mil produtos e alcançou a marca de 6 mil pedidos por mês. Mais de 50 mil pessoas já baixaram o aplicativo. Em Natal, o Bask conta com lojas de peso como vários supermercados da RedeMais e do Supershow, chocolateria Rafaela Fontes, Casa do Peixe, Frigoias, Olga Pão de Queijo, RN Pet, DrugStore Farmacenter, entre outros, de diversos segmentos.

Além do pagamento por link, o Bask ainda traz outras funcionalidades como permitir que o usuário possa repetir a feira do mês em apenas 15 segundos. Algumas lojas aceitam vale-alimentação. Além disso, as promoções das lojas são atualizadas em tempo real no app, com o mesmo preço do supermercado. Para mais informações o site é o www.bask.com.br/ e o Instagram @basknatal.

6

Jan

Lazer & Cultura

Portal de cinema Setcenas lança novo programa de entrevistas com realizadores potiguares

O Portal de cinema Setcenas (setcenas.com.br) anuncia o lançamento do Programa Câmera7 no seu canal do Youtube, dia 12 de janeiro de 2021 às 19h30. O programa conta com sete episódios nos quais diversos realizadores potiguares foram entrevistados e compartilharam suas experiências sobre como é fazer audiovisual no Rio Grande do Norte.

Vai ser possível assistir conversas com Márcia Lohss, sócio-fundadora da produtora Caboré audiovisual; Manoel Batista e Luara Schamó, realizadores do filme “Codinome Breno”; Catarina Doolan, diretora do filme “A Parteira; Raildon Lucena, idealizador do Festival de Cinema Curta Caicó, a multifacetada artista Paula Vanina; o diretor e roteirista Julio Castro, e a documentarista Dênia Cruz.

O Programa Câmera7 é uma realização da empresa cultural Setcenas em parceria com o produtor Davis Josino. A montagem e a edição dos vídeos tem assinatura por Davi Selton, a produção executiva por Tobias Nevesilva, coordenação e direção do programa  por Dênia Cruz e  consultoria de projetos Ana Paula Medeiros e Dênia Cruz. O projeto conta com o patrocínio da Prefeitura do Natal e do Governo Federal através da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

6

Jan

Lazer & Cultura

Parque das Dunas utiliza ferramenta tecnológica para divulgar a biodiversidade

Como uma forma de ampliar os serviços oferecidos a quem chega no Parque Estadual Dunas do Natal “Jornalista Luiz Maria Alves”, a partir de agora é possível conhecer mais da biodiversidade do Parque, através da tecnologia por QR codes disponíveis nas placas informativas. O projeto Trilha Virtual é resultado de uma parceria entre o Parque das Dunas e a Universidade Potiguar, por meio do curso de Ciências Biológicas, e é uma alternativa para quem deseja ter uma experiência virtual sem se afastar da natureza.

Com a leitura de QR codes nas placas informativas localizadas na área das trilhas pavimentadas, e espaço de uso público (Bosque dos Namorados), é possível descobrir mais sobre o parque e toda a diversidade biológica ali existente.

“Com a ajuda da tecnologia, esse momento tão desafiador para o mundo traz muitas descobertas e novas alternativas para o lazer também. Diversas pessoas podem ter fácil acesso às informações. O passeio virtual se torna importante para que elas não deixem de conhecer e se sentirem próximas ao tanto de vida existente na Unidade de Conservação”, afirmou a gestora do Parque das Dunas, Mary Sorage.

O passeio permite que os visitantes apreciem a Mata Atlântica, com direito a muitas informações sobre a fauna, a flora e tudo que faz parte deste importante bioma brasileiro. Atualmente, cerca de 800 espécies habitam o Parque das Dunas, entre flora e fauna.

A gestora acrescentou, ainda, que o passeio virtual também é uma grande ferramenta para promover o turismo ecológico e incentivar a educação ambiental.

Para o biólogo e educador ambiental, Daniel Costa, o projeto vem como uma inovação, permitindo um momento tecnológico e educativo, onde a população pode conhecer um pouco sobre a fauna e a flora do Parque das Dunas.

“É uma aprendizagem que pode ser também coletiva, e, além de inúmeros benefícios, a iniciativa vem mostrar a importância do uso da tecnologia para a educação ambiental. Quando as pessoas começarem a ter contato com essas atividades de forma virtual e se engajarem, elas podem repensar sobre a interação com as áreas verdes e sua relação com o meio ambiente”, afirmou.

Jornada no Bosque

Outra alternativa virtual para quem visita o Parque das Dunas, no bairro Tirol, é o jogo de realidade aumentada “Jornada no Bosque”. O Programa Museal Jornada no Bosque, que acontece na Unidade de Conservação desde 2019, vem lançando uma série de novidades na sua programação 2020/2021. Nesta edição, o tema é “A natureza cura”. A ideia é levar o sentimento de reconexão com a saúde, cultura e a natureza mesmo as pessoas estando em casa ou visitando o Parque com as limitações do período de pandemia.

O Game é parecido com o Pokémon Go e está disponível gratuitamente para baixar nas plataformas IOS e Android. O espaço natural do bosque é o cenário onde o jogo acontece. Seus desafios colocam os usuários em movimento, impulsionando que caminhem pelo Parque, ampliando sua interatividade com a biodiversidade.

Não utilize trilhas clandestinas

O Idema ressalta a importância da utilização das trilhas oficiais por parte da população. A presença irregular nas áreas da mata tem provocado desequilíbrio ao ecossistema Mata Atlântica. As trilhas clandestinas desrespeitam e desconsideram toda a questão dos princípios da preservação da Unidade de Conservação da Natureza.

“É importante sempre levantarmos essa questão da presença irregular na Unidade de Conservação. No momento em que um grupo adentra o Parque sem autorização, sem ser para os fins de educação ambiental, está desrespeitando a legislação, causando dano à Unidade e uma série de impactos à Natureza. Além da questão da insegurança pessoal, uma vez que, o Parque possui mais de 1.172 hectares de área”, finalizou a gestora do Parque, Mary Sorage.