Mercado

7

Ago

Brasil é 1º no ranking mundial de crescimento das compras online

Com a pandemia e as lojas físicas fechadas, as vendas online cresceram significativamente em todos os países do mundo.

A grande surpresa, é que especialmente no Brasil, o aumento foi ainda mais significativo. O país que lidera o ranking de crescimento das vendas online, com 22,2% no ano de 2022, e um crescimento estimado de 20,73% ao ano, entre 2022 e 2025.

É o que revela um estudo divulgado pela CupomValido.com.br, plataforma de cupons de descontos online, com dados da Statista sobre as vendas no e-commerce.

De acordo com o estudo, o Brasil possui uma expectativa de crescimento quase duas vezes maior que a média mundial (11,35%), e acima até de países como o Japão (14,7%), o Estados Unidos (14,55%) e a França (11,68%).

Por que o e-commerce no Brasil cresce tanto?

Dois fatores foram cruciais para influenciar o forte crescimento das vendas online no Brasil.

A pandemia é um dos primeiros fatores, pois com as lojas físicas fechadas, fez com que diversos brasileiros passassem a realizar sua primeira compra online. Ao encontrar facilidade na compra, métodos de pagamento instantâneos (como o PIX), e entregas rápidas (diversas lojas com entregas em 1 dia útil), muitos deles se tornaram consumidores recorrentes.

Um segundo fator, é que o índice de penetração de compras online, ainda é relativamente baixo no Brasil.

Segundo a pesquisa, no Reino Unido, 84% das pessoas realizaram pelo menos uma compra nos últimos 12 meses. Nos Estados Unidos e no Japão, em ambos os países a taxa foi de 77%. E na Alemanha, foi de 74%.

Como boa parte da população, principalmente destes países desenvolvidos, já realiza frequentemente compras online, a taxa de crescimento em potencial tende a ser menor nos próximos anos.

Em contrapartida, no caso do Brasil, apenas 49% da população realizou ao menos uma compra online no último ano. Isto explica o potencial significativo de crescimento que o Brasil ainda possui, ao comparar com os outros países.

6

Ago

Pesquisa: 68% dos brasileiros têm intenção de ir às compras no Dia dos Pais

Anualmente celebrado no segundo domingo de agosto, o Dia dos Pais será no dia 14 deste mês. Em pesquisa feita em parceria com a Opinion Box, a All in, plataforma que usa inteligência para transformar dados em experiências de consumo personalizadas, ajudando empresas a ampliarem seus resultados, apurou as principais tendências para a data e revelou que 68% dos consumidores têm intenção de ir às compras, já outros 20% retornaram com negativa por diversas razões, entre elas não ter a quem presentear e a não ter este hábito. Outros 12% ainda estão decidindo se irão ou não presentear alguém especial. 

“Saber com antecedência as movimentações dos consumidores possibilita ao varejista trabalhar com campanhas mais direcionadas para o seu público, podendo até mesmo fazer a diferença para aqueles que ainda estão em dúvida sobre presentear ou não”, completa Ricardo Rodrigues, head de produtos da All in. 

Outro dado relevante do estudo aponta para os hábitos dos consumidores no pré-compra, durante a fase de pesquisa, e como essa informação pode ser relevante para as marcas. Embora os acessos aos aplicativos de lojas tenham aumentado, assim com as buscas nas redes sociais, seguindo os novos caminhos da tecnologia, os sites de pesquisa continuam presentes no favoritismo, incluindo as lojas físicas. Dos consumidores que pretendem consumir na data, 45% preferem pesquisar via aplicativo, enquanto outros 42% optam por sites de busca e lojas físicas. Por outro lado, 35% do público de 16 a 29 anos pretendem pesquisar pelo Instagram, o que reforça o avanço das redes sociais no mercado de consumo. 

Grande parte dos consumidores pretendem comprar na semana da comemoração ou até com duas semanas de antecedência. Com relação a melhor data para garantir o presente, 36% estão se organizando para adquirí-lo na semana, enquanto 26% estão ainda mais adiantados e pretendem comprar com duas semanas de antecedência.e “Os lojistas podem utilizar dessas previsões para organizar os preparativos para uma das datas mais esperadas  do setor, sabendo o momento de trabalhar a base com campanhas mais assertivas de acordo com o movimento”, comenta o executivo. 

Foco na experiência do cliente

E, para garantir uma boa movimentação nas vendas, é interessante saber os fatores essenciais que garantem a fidelização do cliente para determinadas ações. Nesse sentido, 75% tem bons preços e promoções como essenciais, assim como ter vantagens no frete é importante para 55%. Contudo, alguns fatores também podem impactar negativamente e fazer com que os clientes não concluam a compra. Para 57%, o frete - que poderia ser vantagem - também seria a causa para desistência por taxas altas, assim como avaliações negativas de outros consumidores são levadas em consideração por outros 50%. “Situações como essas podem ser evitadas com um planejamento bem estruturado de vendas e um foco direcionado a toda a jornada do consumidor, durante e após a compra, além de estratégias e soluções voltadas para a fidelização do consumidor, como benefícios de comprar, campanhas personalizadas e outras”, destaca Rodrigues. 

Já sobre as principais categorias de compra para o período, Moda e acessórios lidera com 50% da preferência, seguida por Eletrônicos e informática com 35% e em terceiro lugar, Esportes, com 28% da preferência para compras. 

Ainda sobre fidelização do cliente, de acordo com Rodrigues, a atenção no pós compra é essencial para garantir o sucesso nas vendas. Para 62% dos consumidores a opção de rastrear a entrega é essencial no pós-compra, além de outros fatores como sistema de troca facilitador em casos de avaria, importante para 53% das pessoas. Benefícios como cupom de desconto para uma próxima compra e cashback também foram destacados como essenciaisafinal 38% dos consumidores voltariam a consumir na mesma loja se tivessem um cashback.

Foco também para o atendimento, 67% dos consumidores consideram esse fator importantíssimo para recompra e 35% acreditam que ofertas personalizadas fazem a diferença. É aí que vemos a importância de uma experiência positiva para o consumidor em toda a jornada, inclusive depois que ele finaliza sua compra.

Por fim, a All in também analisou as principais formas de pagamento escolhidas pelos consumidores para o período e em primeiro lugar está o cartão de crédito, com 75% da preferência para compras, seguido pelo PIX, com 31% e o cartão de débito com 21%, sendo uma grande oportunidade de oferecer vantagens aos consumidores com diversidade na etapa de pagamento.

“Entender as preferências dos consumidores em todos os âmbitos da sua jornada de compras é essencial para garantir grandes vendas para o varejo, uma vez tendo acesso às informações certas, é possível investir nos melhores caminhos para obter qualidade em todas as frentes de negócios”, finaliza Rodrigues.

Para mais informações, o relatório completo está disponível aqui

5

Ago

Incubadora de empresas da UFRN abre processo seletivo

A Tecnatus, incubadora de empresas vinculada ao Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abre processo seletivo voltado para empresas ou empreendedores (pessoa física) com propostas de produtos ou processos inovadores nas áreas de Engenharia, Arquitetura e Ciências Exatas e da Terra que possam ser transformadas em negócios. Serão selecionadas 14 empresas para as duas modalidades disponíveis no edital. As inscrições vão até o dia 28 de fevereiro de 2023 pelo SigEventos. 

O edital oferece as modalidades de empresas residentes, que podem utilizar a infraestrutura física da incubadora, dispondo de espaço para uso individual ou compartilhado, e empresas não residentes, que utilizam apenas ambientes de uso compartilhado. Para empresas residentes são ofertadas quatro vagas e para não residentes, 10. Antes da inscrição, é essencial a leitura do edital e regimento interno da incubadora. 

As etapas do projeto contemplam o período de pré-incubação, na qual a incubadora apoia os selecionados pelo prazo de 12 meses, prorrogáveis por até seis meses, e de incubação, que, por sua vez, apoia empresas formalizadas pelo prazo de até 24 meses, prorrogáveis por até 12 meses. Atualmente a Tecnatus atende a três empresas em diferentes situações na etapa de pré-incubação, uma delas é a NanoUp.

A NanoUp é uma empresa que trabalha com inovação tecnológica e atua com ações que proporcionam a vários segmentos industriais a capacidade de desenvolver e implementar materiais nanotecnológicos multifuncionais avançados em larga escala, a partir da conversão de resíduos orgânicos gerados pela indústria, além de otimizar operações e processos que ajudam a indústria a diminuir gastos com água e energia.

Para Heriberto Oliveira, diretor de Tecnologia e Aplicação Industrial, a Tecnatus possui um papel crucial para o crescimento da NanoUp no mercado. “Não é fácil criar uma startup e muito menos fazer com que ela obtenha sucesso. É muito esforço, conhecimento adquirido, vontade e trabalho em equipe. A Tecnatus tem sido essencial para alcançarmos os objetivos que fazem parte da essência da empresa e dado todo o suporte necessário para visualizarmos os diferentes segmentos industriais que possamos alcançar”, ressalta.

Como explica Carla Maitelli, gerente geral executiva da Tecnatus, a oportunidade é uma chance de iniciativas inovadoras terem ajuda na área de marketing, no setor produtivo, na ligação entre empresas, noções de mercado e sistemas de produção. Para ela, os programas de incubação de forma geral são uma forma de auxiliar a criação de uma via para que as coisas se desenvolvam na universidade e cheguem até a sociedade. 

“Nós sempre vemos nos alunos e em nossa comunidade que não existe uma relação muito forte com o setor produtivo, tem apenas aquela questão de academia muito forte, então eu acho que a incubação de empresas é uma questão que ajuda a integração da UFRN com o setor produtivo e com a sociedade em geral, mostrando o que estamos produzindo aqui, de maneira que possamos contribuir com nosso conhecimento para a sociedade”, reforça. 

Incubadoras 

As Incubadoras de Empresas são ambientes interdisciplinares dotados de capacidade técnica, gerencial e de infraestrutura para amparar o empreendedor nascente, disponibilizando espaço apropriado e condições efetivas para proporcionar um ambiente de inovação e transformá-lo em empresas, cujas atividades serão equiparadas, para todos os efeitos, às atividades de ensino, pesquisa e de extensão da Universidade, tendo cada uma um Regimento Interno que regulará o seu funcionamento.

A Tecnatus é uma incubadora situada no Centro de Tecnologia do campus central da UFRN, que oferece orientação para a criação e o desenvolvimento de empreendimentos de base tecnológica nas áreas de Engenharia, Química e Ciências Exatas e da Terra, com a missão de promover a inovação e a interação entre universidade, governo, empresas e sociedade em geral.

5

Ago

Mais de 98% das empresas criadas no RN são pequenas, diz Ministério da Economia

O segmento das micro e pequenas empresas tem sido determinante para a economia do Rio Grande do Norte ao longo dos últimos anos. Nove em cada dez novas empresas criadas nos primeiros seis meses de 2022 são pequenos negócios. A confirmação é do Ministério da Economia, que divulgou os dados do Mapa das Empresas no Brasil. O estudo apresenta a quantidade de novas empresas abertas em todo o país e indica que o estado registrou no primeiro semestre 22.673 novos empreendimentos formalizados, dos quais 98,2% são de micro ou pequeno porte.

No total, foram 22.276 pequenos negócios registrados no Rio Grande do Norte ao longo de seis meses deste ano e, segundo o levantamento, 9.602 foram formalizados na categoria de Microempreendedor Individual (MEI). O segmento das MPEs envolve as microempresas (ME) e as empresas de pequeno porte (EPP), além dos MEIs. São classificados como ME os negócios com faturamento anual bruto de até R$ 360 mil, enquanto nas EPP a faixa de receitas brutas fica entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano. Já o MEI o limite é de R$ 81 mil por ano.

Tempo de abertura

De acordo com o Ministério, a facilidade em abrir uma nova empresa é um dos fatores que tem incentivado o registro de novos negócios. O tempo médio de abertura no Brasil é de um dia e sete horas. No Rio Grande do Norte, esse prazo é maior, um dia e meio, sendo necessárias em média 15 horas de viabilidade e outras 21 horas para o registro em si, o que totaliza 36 horas. A expectativa do governo é que até o fim do ano o prazo para se registrar um novo negócio no país diminua para um dia.

O gerente da Agência Sebrae na Grande Natal, Thales Medeiros, explica que, diferente do MEI, cujo processo de abertura dura minutos e é feito pela internet, as demais categorias de pequenos negócios ainda enfrentam uma série de exigências burocráticas de órgãos com sistemas distintos, que emperra a rapidez na constituição da empresa e reflete diretamente no prazo para a empresa começar a funcionar.

“Pela sua própria regulamentação, o MEI é operado por um canal diferente e bastante ágil. Já as demais pessoas jurídicas obedecem a um outro rito de exigências legais, entre alvarás e licenças, que atendem à legislação local, planos diretores, condições sanitárias e impacto ambiental. Além disso, há a exigência dessa operação ser realizada por um profissional de contabilidade. A falta de sintonia e gestão desses processos afetam diretamente o tempo de abertura de um negócio”, esclarece Thales Medeiros.

Fechamento

O gerente reforça ainda que, para diminuir ainda mais esse tempo, é fundamental a união de todos os órgãos competentes e fiscalizadores nesse processo, como é a proposta da Redesim, a fim de dar mais celeridade aos pedidos de registro.

O Mapa das Empresas traz, por outro lado, dados sobre o fechamento das empresas. No estado, foram encerrados 9.840 negócios nos seis primeiros meses do ano. Somente entre as MPEs, 9.602 empresas baixaram as portas de vez, das quais 6.835 estavam registradas como MEI.

5

Ago

Santander destinará R$ 2 milhões para organizações sociais que impulsionam o trabalho e a renda de jovens e adultos

O Santander Brasil lançou o edital do Prepara Futuro, programa que destina recursos a organizações sem fins lucrativos que trabalham com inclusão produtiva. No total, serão R$ 2 milhões divididos entre 10 instituições de todo o País, que atuam com formação pedagógica, técnica e comportamental de jovens e adultos ou com o fomento à geração de renda.

O Prepara Futuro irá monitorar e avaliar os projetos apoiados para acompanhar a evolução e oportunidades geradas. “Ser o Banco que apoia a sociedade brasileira na sua transformação para o futuro é mais do que um compromisso, é a estratégia que pauta nossos negócios e está presente nos resultados e mudanças que proporcionamos aos clientes e parceiros”, conta Carolina Learth, líder de sustentabilidade do Santander.

Para ser elegível ao programa as organizações selecionadas precisam ser constituídas em território nacional, ter experiência comprovada na execução da proposta apresentada, capacidade técnica e de gestão e demonstrar transparência em suas prestações de contas. As inscrições para o edital Santander Prepara Futuro podem ser realizadas do dia 01 até 15 de agosto, pelo site https://www.monitorsocial.org.br/santander.

5

Ago

Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

As micro e pequenas empresas (MPE) puxaram a criação de empregos formais no primeiro semestre. Dos cerca de 1,33 milhão de postos de trabalho formais criados no Brasil de janeiro a junho, 961,2 mil, o equivalente a 72,1% do total, originaram-se em pequenos negócios.

A conclusão consta de levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. O desempenho das MPE é bastante superior ao das médias e grandes empresas, que abriram 279,1 mil vagas nos seis primeiros meses de 2022.

Apenas em junho, os negócios de menor porte foram responsáveis pela abertura de 63,6% das vagas formais no mês, com 176,8 mil de um total de 277,9 mil postos de trabalho criados no mês passado. As médias e grandes empresas abriram 73,9 mil vagas (26,6% do total).

Setores

Na divisão por setores da economia, os pequenos negócios apresentaram saldo positivo na criação de empregos em todos os segmentos no acumulado do ano. O destaque entre as micro e pequenas empresas é o setor de serviços, que gerou 533 mil vagas. Apenas em junho, o segmento abriu 78 mil postos.

A construção e a indústria da transformação aparecem na segunda e na terceira posições, com 168,8 mil e 126,3 mil empregos gerados, respectivamente. No comércio, as MPE criaram 90,6 mil postos de trabalho de janeiro a junho. As médias e grandes empresas, em contrapartida, fecharam 42,8 mil vagas no período.

Fonte: Agência Brasil 

4

Ago

Cônsul-geral da Holanda conhece o Mais RN e elogia protagonismo da FIERN

O potencial do Rio Grande do Norte para geração de energia renovável offshore e o ambiente favorável de cooperação entre entidades públicas e privadas no Estado foi destacado pelo cônsul-geral da Holanda, Niels Veenis, durante visita à Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) nesta quarta-feira (3).

Na reunião com diretores da FIERN e integrantes do Mais RN, Veenis citou que um estudo de mercado feito em 2020 apresentava à época oito projetos offshore em execução no Brasil. Dois anos depois, esse número já saltou para 54 projetos. “A eólica offshore vai explodir no Brasil”, afirmou.

Atuando na chefia do Departamento Econômico do Consulado, ele comentou a possibilidade de conectar a FIERN com várias empresas holandesas que atuam no setor de energia. “O Rio Grande do Norte tem a oferecer na eólica offshore. Há um potencial em formação e já existe parte da cadeia de produção no estado. Identificamos aqui possíveis oportunidades para essas empresas holandesas”, comentou.

Para o diretor-primeiro tesoureiro da FIERN, Roberto Serquiz, que estava representando o presidente Amaro Sales (ausente por estar em viagem para reunião da CNI), o cônsul-geral adjunto deixa o RN com muitas informações e oportunidades de negócios no Estado. Serquiz lembrou que a FIERN, ao longo da atual gestão, criou um ambiente para recepcionar o investidor no RN, com dados para que possa projetar cenários e decidir acerca dos investimentos.



Durante a visita à Federação, o cônsul-geral adjunto também conheceu o Mais RN, que foi apresentado pelo diretor Marcelo Rosado, o coordenador José Bezerra Marinho e o gerente Pedro Albuquerque.

Marcelo Rosado explicou que o Mais RN junta informações e monta cenários com números da economia estadual e dados referentes aos potenciais existentes. “É um momento aberto para oportunidades”, disse.

Já José Bezerra Marinho historiou o surgimento do Mais RN e frisou que a grande missão é “empreender, fazer as coisas acontecerem” no desenvolvimento econômico do Rio Grande do Norte.

3

Ago

Bequest Capital apresenta Micheline Alcoforado como nova especialista da empresa de investimentos

scritório credenciado da XP Investimentos, a Bequest Capital reforça seu time de especialistas com a chegada de Micheline Alcoforado. Influente nas áreas comercial e financeira, ela vai comandar o setor de 'Vendas - Pessoa Jurídica (PJ)'.   

A Bequest Capital nasceu com o propósito de melhorar as decisões de investimentos e educar financeiramente os pessoas. Ao ser integrada ao time de profissionais qualificados da agência, Micheline vai colocar em prática a experiência de 32 anos no mercado financeiro.


Ela é especialista no desenvolvimento e implementação de estratégias para formação de equipes de alta performance. Micheline também acumula longa estrada na área de análise e tendências de mercado e prospecção de novos negócios. 

2

Ago

Dia dos pais deve movimentar R$24,09 bilhões no comércio, revela pesquisa CDL Natal CNDL/SPC Brasil

Agosto começa com boas perspectivas para o comércio, e o responsável por isso é o dia dos pais, comemorado no segundo domingo de agosto, este ano dia 14/08. De acordo com levantamento realizado pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, a data deve movimentar R$ 24,09 bilhões no comércio e 63% dos consumidores pretendem comprar presentes para celebrar o Dia dos Pais.

Em relação aos gastos, 34% têm intenção de gastar o mesmo valor que em 2021, 29% desejam desembolsar mais, e 26% querem gastar menos. Dos que pretendem gastar mais, 50% desejam comprar presentes melhores, 49% acreditam que os preços dos produtos estão mais altos e 19% querem comprar mais presentes. Já entre aqueles que pretendem gastar menos, 37% querem economizar, 36% estão com o orçamento apertado, 20% citam as incertezas do cenário econômico e 18% precisam pagar dívidas atrasadas. A pesquisa aponta ainda que o valor médio dos gastos será de R$236,77 ao todo.

Os consumidores pretendem comprar, em média, 1,8 presentes, presentes de custo menor, mas que um complementa o outro. Não fugindo às tradições, o consumidor revelou que na hora de comprar o presente a tendência é investir em itens de vestuário. Assim como no ano passado, as roupas correspondem à maior parte das intenções de compra para a data (54%), seguidas de perfumes e cosméticos (37%), calçados (35%) e acessórios (25%), como meias, cinto, óculos, carteira e relógio.

 Quanto à forma de pagamento, A grande maioria dos consumidores (78%) pretende pagar o presente à vista, principalmente no PIX (29%), dinheiro (25%), no cartão de débito (24%). 37% preferem pagar a prazo, principalmente com parcelas no cartão de crédito (33%). A média geral é de 3,4 prestações. O hábito de pesquisar preços e promoções continua forte entre os consumidores. Oito em cada dez deles (78%) pretendem pesquisar preços para economizar antes de fazer as compras do Dia dos Pais, sendo que a maioria utiliza sites/aplicativos (73%), lojas de shopping (53%), as redes sociais (41%), e lojas de rua (38%). Para 75% dos entrevistados que fizeram compras na data em 2021, os produtos estão mais caros este ano; 17%acreditam que estão na mesma faixa de preço; e 8% que estão mais baratos.

Chama atenção no levantamento o fato de que alguns consumidores informaram que pretendem dividir a compra do presente com outra pessoa. O número não é grande, 14%, contudo reflete a dificuldade financeira de parte dos consumidores, pondera o presidente da CDL Natal José Lucena "Presentear é algo muito forte na nossa cultura, principalmente em datas comerciais, e por isso estamos otimistas. Esse fato de partilhar a compra com alguém demonstra a força das datas comerciais nas vendas, uma vez que mesmo com dificuldade, o consumidor encontrou uma alternativa para presentear no dia dos pais”, afirmou.

Quando questionados sobre quem pretende  presentear, 65% responderam o próprio pai, 21% o esposo, 13% o pai de seus filhos e 10% o sogro.A pesquisa aponta também que oito em cada dez entrevistados (79%) pretendem realizar a maioria de suas compras nos canais off-line, principalmente em shoppings centers (35%), nos shoppings populares (17%) e em lojas de departamento (14%).Por outro lado, as compras pela internet também têm papel bastante relevante na preferência dos consumidores, já que 43% dos entrevistados pretendem comprar a maior parte dos presentes na internet, sendo que 70% destes comprarão em sites,64% em aplicativos e 21% no Instagram. Quando se trata de escolher o local de compra do presente, 50% são influenciados pelo preço, 42% pela qualidade dos produtos, 39% pelas promoções e descontos, e 31% pelo frete grátis.

2

Ago

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

A opção, de abrangência, deverá ficar disponível em aplicativo para dispositivos móveis e por serviço de comunicação do tipo Interface de Programação de Aplicativos (API), segundo resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira (29).

De acordo com o Portal do Simples Nacional, em breve os contribuintes enquadrados como MEI terão acesso ao aplicativo para a emissão de NFS-e em dispositivos móveis.

Atualmente, o microempreendedor é obrigado a emitir nota fiscal quando o serviço é prestado a empresas.

A emissão será facultativa até janeiro de 2023. Para emitir o documento, será preciso preencher: número do CPF ou CNPJ do tomador, serviço e valor.

Após a emissão da nota pelo prestador, um serviço de push (notificação na tela do dispositivo) envia a nota diretamente ao dispositivo móvel do tomador, que pode visualizar todas as NFS-e recebidas.

A NFS-e não deve ser utilizada para as atividades de comercialização de mercadorias e de serviços com incidência de ICMS. Mas existe a previsão da mudança contemplar também os MEIs que comercializam mercadorias. A previsão é que a medida seja implementada em abril do próximo ano.

A emissão de NFS-e para pessoas físicas continua facultativa.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) explica que, quando o MEI emitir a NFS-e, ficará dispensado da Declaração Eletrônica de Serviços, bem como do documento fiscal municipal relativo ao ISS referente a uma mesma operação ou prestação.

“A NFS-e do MEI terá validade em todo o país e será suficiente para fundamentação e constituição do crédito tributário, além de dispensar certificação digital para autenticação e assinatura do documento emitido”, acrescenta o Sebrae.

Segundo o gerente de políticas públicas do Sebrae, Silas Santiago, a mudança vai facilitar a vida dos microempreendedores uma vez que atualmente cada município tem uma regra diferente para emissão de nota fiscal. “Vai ter muito mais facilidade. Cada município tem sua regulamentação. Há município que permite a emissão de nota online, avulsa, muitos exigem cadastro prévio ou certificado digital, outros não têm nenhuma regulamentação”, disse.

De acordo com o Sebrae, mais de 13 milhões de empreendedores poderão ser beneficiados.

Fonte: Agência Brasil

2

Ago

Jerimum Jobs anuncia 24 vagas de emprego em empresas de tecnologia

Jerimum Jobs, plataforma de empregos do Parque Tecnológico Metrópole Digital (Metrópole Parque), está ofertando 24 vagas de trabalho, nas modalidades remota, presencial ou híbrida, para diversos cargos em empresas de tecnologia. Das vagas ofertadas, 20 são de empresas vinculadas ao Metrópole Parque, as quais oferecem oportunidades de estágio ou trabalho CLT e PJ, com remunerações de até R$ 7 mil.

Entre os cargos e funções ofertados estão: analista de testes, analista financeiro, desenvolvedor full stack e desenvolvedor front-end. As vagas de estágio trazem oportunidades para assistente comercial e para as áreas de desenvolvimento, suporte técnico e vendas.

Para concorrer, os interessados devem se cadastrar na plataforma ou realizar o acesso utilizando a conta do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA – UFRN).

Alta demanda

A demanda prevista para profissionais de Tecnologia da Informação (TI) é de 797 mil talentos até o ano de 2025, de acordo com pesquisa realizada pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom).

Para auxiliar o setor local nesse aspecto, o Metrópole Parque criou o Jerimum Jobs, portal que visa conectar empreendimentos de TI a profissionais e estudantes de diferentes áreas e formações, publicando anúncios de emprego e oportunidades diversas.

A plataforma também divulga vagas de empresas externas ao Parque, desde que as vagas ou a empresa sejam do setor tecnológico e as funções exercidas possam ser realizadas no Rio Grande do Norte.

Oportunidades

2

Ago

Missão do Sebrae leva empresários potiguares ao Startup Summit 2022

Uma missão empresarial, organizada pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, vai permitir que empreendedores integrantes do ecossistema de inovação do estado se conectem com os principais atores do mercado de startup do país. Doze donos de pequenos negócios, idealizadores de startups potiguares e empresas de tecnologia vão participar da quinta edição do Startup Summit 2022, um dos principais eventos deste segmento no Brasil. O evento será realizado nos próximos dias 4 e 5 e deve reunir cinco mil pessoas no Centro de Convenções de Florianópolis (CentroSul) para debater Inovação e tecnologia.

Com o apoio do Sebrae, os empresários potiguares vão participar programação do Startup Summit 2022 e ainda integram na agenda visitas técnicas a hubs de inovação instalados na capital catarinense. A ideia é trocar experiências e fazer benchmarketing com ecossistema inovador daquele estado, com foco em boas práticas. Estão na missão as startups Busca Plus, Fiscalize, A&A Photo Drone, Sistema Carcará, Teccim, Engemática, beAnalytic, PayTour, DTC, Escola Jurídica para Profissionais e iFaxina. Também compõem a comitiva a HUBBI e a FacePonto, que também vão participar do evento como representantes potiguares dos programas Startup NE e Capital Empreendedor, respectivamente.


“Para aumentar a competitividade do RN no contexto nacional, o apoio às empresas da era da informação, que possuam produtos ou serviços de base tecnológica e de alto valor agregado, faz parte do planejamento e estratégias do Sebrae-RN. Esse tipo de evento favorece a acesso a novos mercados, aumento de rede de contatos, novas parcerias, novos fornecedores e entendimento das melhores práticas a nível sul-americano”, explica o gerente da Unidade de Negócios, Inovação e Tecnologia do Sebrae-RN, David Góis.

Dados recentes levantados pelo Sebrae apontam que o mercado das startups está em plena ascensão no país, movimentando US$ 1,7 bilhão em investimentos captados no primeiro semestre de 2022. O número representa uma alta de 22% em relação ao aportado no mesmo período do ano passado.

O Startup Summit 2022 vai conectar os principais nomes que integram e fomentam o ecossistema de inovação brasileiro, desde empreendedores, idealizadores, investidores, catalisadores, autoridades, políticos, pesquisadores e especialistas em inovação e tecnologia. Esse público estará junto durante dois dias para trocar conhecimento e fazer negócios.

Programação

Realizado pelo Sebrae em parceria com a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) e Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF), o Startup Summit terá sete palcos e 14 trilhas de conteúdo, que abordam assuntos estratégicos para empreendedores de startups e empresas de alto crescimento, como marketing e hardware, corporate vendas, growth, , investimentos, M&A, cultura e talentos, tecnologia e produto, tendências, entre outros.

Serão diversos palestrantes nacionais e internacionais, entre os nomes já confirmados estão Chris Yeh, co-autor do livro Blitzscaling, best-seller do universo das startups, CEO’s de unicórnios como Florian Hagenbuch (Loft), João Del Valle (Eban), Mônica Hauck (Sólides) e Marcelo Lombardo (Omie). Os conteúdos oferecidos evento são orgânicos, fluídos e diversos. Entre os mais de 100 painelistas, há nomes como o da apresentadora do Shark Tank Brasil e fundadora da G2 Capital, Camila Farani; da apresentadora da CNN, Gabriela Prioli; do CEO da Ebanx, João Del Vale; do cofundador da Madeira Madeira, Robson Privado; da gerente de Programas de Recrutamento de Diversidade, Equidade e Inclusão do Google, Lisiane Lemos, entre tantos outros.

Além da área de conteúdo, o Startup Summit terá uma feira de negócios com mais de 50 expositores e 120 startups de diferentes estágios de desenvolvimento, desde a fase inicial a marcas consolidadas no mercado. Uma das novidades desta edição é um espaço reservado para o programa Capital Empreendedor, do Sebrae, que visa preparar e educar empreendedores e sócios de startups inovadoras para captar recursos e aprimorar seus modelos de negócios. Nele, será possível conectar empreendedores e investidores, fazendo com que o investimento chegue de forma mais rápida às startups.

Foto: Divulgação

1

Ago

Maior concurso de arquitetura do país chega às regiões Norte e Nordeste com edição inédita

A Archa, construtech do mercado de arquitetura e design de interiores, lança o Archathon Norte/Nordeste, último evento do Tour Archathon 2022. Podem participar do Archathon equipes com pelo menos 1 formado nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design de Interiores ou Design de Produto. 

Este ano, o tradicional evento – em sua 42ª edição e com mais de 3 mil participantes –, já esteve nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul. Agora, por fim, chegou a vez das regiões Norte e Nordeste. Ao todo, serão oferecidas 35 vagas para o evento único que contempla as 2 regiões. O Archathon é uma vitrine de jovens talentos, como é o caso de Fábio Marxx, criador da icônica personagem Sheyla Christina, hoje com mais de 800 mil seguidores no Instagram, Jeferson Branco, premiado arquiteto de Santa Catarina e Hugo Ribeiro, arquiteto sócio do Sinta Arquitetura, com escritório consolidado na Bahia. 

A primeira etapa teve como foco profissionais do Sudeste, a segunda teve como alvo profissionais do Centro-Oeste, a terceira profissionais do Sul como escopo, e agora serão selecionados escritórios do Norte|Nordeste por seus portfólios para a concepção e desenvolvimento de uma solução arquitetônica, cujo briefing é totalmente surpresa. A fase de conceituação do projeto é 100% on-line, enquanto a apresentação dos finalistas acontece em evento presencial em Caucaia, Ceará, na sede da Granos, empresa Mantenedora da Archa, com a presença de todos os participantes.


"Para nós, é uma honra sediar um evento tão importante para a cadeia produtiva nas áreas de arquitetura e design de interiores. Além disso, essa é uma oportunidade única para mostrar toda a força do mercado cearense e promover networking entre profissionais de diversos estados do Norte e Nordeste", pontua o CEO da Granos, David Silveira.

Os Jurados de todas as edições são verdadeiras estrelas do mercado: Patricia Pomerantzeff (@domaarquitetura) e Lufe Gomes (@lifebylufe), os dois maiores youtubers do segmento de decoração do Brasil, a arquiteta e fotógrafa Mariana Orsi (@marianaorsifotografia) e o designer e influenciador Fábio Marx (@fabiomarxx), criador da icônica personagem Sheyla Christina. 

Durante o workshop, profissionais contam com consultorias técnicas de grandes marcas do segmento, como ABC da Construção, Amanco Wavin, Avell, Camicado, City Design, Docol, Electrolux, Fibraplac, Granos, Suvinil, AH!SIM de ponta a ponta e tem como ferramenta de especificação a plataforma Archabox, a melhor de blocos 3D do mercado.


A ideia do evento é revelar talentos, promover networking e criar conexões entre a classe profissional e grandes marcas do setor da construção.

Para confirmar a inscrição, é preciso realizar pagamento, que varia de R$199,00 (lote promocional) a R$399,00 (primeiro lote).

Todos os Escritórios vencedores de cada etapa do Tour Archathon 2022 embarcam em dezembro para a maior feira de arte do mundo, a Miami Art Basel, nos EUA.


“Nosso objetivo é oferecer um ambiente que permita experimentação, aprendizado, liberdade criativa e dinâmicas que propiciem a troca de experiências, conteúdos práticos e vivência aos participantes no desenvolvimento de novas soluções de interiores, de forma colaborativa e inovadora, considerando as demandas de uso do espaço da atual sociedade”, diz Anna Rafaela, Diretora de Comunicação da construtech​. ​

1

Ago

Cowork Arena: Arena das Dunas inaugura hoje espaço colaborativo para profissionais, empresas e pequenos empreendedores

Acompanhando o crescimento do mercado de coworking no Brasil, que aumenta exponencialmente a cada ano, e sabendo da importância desse mercado para os profissionais liberais, empresas, pequenos e microempreendedores, a Arena das Dunas inova e lança na nesta segunda-feira, 01, um espaço colaborativo de trabalho com estrutura, ambiente e localização diferenciados: o Cowork Arena.

“Essa modalidade veio para ficar e tem tudo a ver com o futuro. O coworking não é só uma tendência, mas toda uma cultura de maior conectividade, sustentabilidade e colaboração. Lançaremos uma estrutura excepcional, com localização privilegiada e vista panorâmica para o campo. O objetivo é assistir do microempreendedor ao pequeno empresário, passando pelo profissional freelancer ou autônomo, criando novas oportunidades de negócios em um ecossistema empresarial único e diversificado”, afirma Ítalo Mitre, diretor-presidente da Arena das Dunas.


Com sua estrutura multiuso, recebendo não apenas jogos de futebol, mas também centenas de eventos de diversos portes por ano, como feiras, shows musicais, espaço para instalação de circos, parques, eventos corporativos e outros, a Arena das Dunas se estabelece cada vez mais como um importante centro de negócios da região.

“O objetivo é usar toda a potencialidade do nosso equipamento para impulsionar a economia local, oferecendo um centro de excelência nos negócios. A Arena já possui uma consolidada estrutura de escritórios e salas comerciais, o Arena Office, que conta hoje com 29 empresas instaladas em seu espaço. Com a chegada do Cowork Arena poderemos oferecer uma gama ainda mais ampla de serviços agregados para o empreendedor local”, garante Ítalo.

Estrutura do Cowork Arena:

  • * 32 postos individuais de trabalho;
  • * 03 cabines individuais;
  • * Estúdio para podcast e videocast com vista para o campo;
  • * Recepção com impressora e scanner;
  • * Estruturas com Isolamento acústico;
  • * Mini-mercado de auto atendimento;
  • * Sala de reunião privativa com sistema multimídia;
  • * Refeitório;
  • * Área de convivência interna com lounges para networking e encontros informais;
  • * Mini-copa com geladeira;
  • * Estacionamento interno;
  • * Café e água gratuitos;
  • * Sistema de reserva online
  • * Internet fibra ótica de alta velocidade;
  • * Segurança 24 horas;
  • * 100% de acessibilidade para PNE;
  • * Lockers individualizados.

Para reservas e mais informações, acesse www.arenadasdunas.com.br, ou pelo telefone (84)3673-6800.


1

Ago

Sebrae lança programa de liderança para o desenvolvimento do Geoparque Seridó

Depois de ser reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como um dos 177 geoparques mundiais, o Geoparque Seridó busca fortalecer a governança, formada por atores de diversas esferas nos seis municípios integrantes do consórcio intermunicipal, e criar um plano de desenvolvimento sustentável da área. Para mobilizar, qualificar e integrar as lideranças já estabelecidas, no sentido de planejar e coordenar as ações a serem implementadas na região, o Sebrae no Rio Grande do Norte estruturou o Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Lider) Geoparque Seridó. O lançamento da iniciativa ocorreu na noite desta quinta-feira (28), em Currais Novos.

O foco do projeto é, por meio de metodologia específica, mobilizar e integrar lideranças para o Planejamento Regional e a Gestão do Desenvolvimento através dos pequenos negócios. Serão definidos 50 líderes locais, que passarão por uma série de qualificações, em encontros com atividades específicas, para construção da Agenda de Desenvolvimento Sustentável do Geoparque Seridó. O programa começa já em agosto próximo e vai até dezembro de 2023.

O lançamento reuniu prefeitos da região, políticos e representantes de instituições ligadas direta e indiretamente ao geoparque. Participaram do evento o prefeito de Currais Novos, Odon Júnior, e a diretora executiva do Geoparque Seridó, Janaína Medeiros, além de outras autoridades. Os diretores do Sebrae no Rio Grande do Norte José Ferreira de Melo Neto (superintendente) e João Hélio Cavalcanti (técnico) prestigiaram a solenidade, assim como o gerente da Agência Sebrae no Seridó Oriental, Célio Vieira.

Durante a apresentação do programa Líder, o diretor superintendente do Sebrae destacou que o projeto é baseado em uma experiência exitosa, que já foi desenvolvida em territórios de outros estados, e falou do empenho do Sebrae, por meio da capacidade de articulação, em tornar de forma colaborativa o geoparque um exemplo de desenvolvimento sustentável.


“O Sebrae trabalha com desenvolvimento local há anos e isso ensejou a criação de uma forma nova de abordar as questões regionais, que é o Programa lider. Juntos com técnicos, classe política, empresários, terceiro setor e academia, somos responsáveis por construir um plano de desenvolvimento para os seis municípios que fazem parte do Geoparque Seridó. O projeto não é do Sebrae, por isso estamos entregando esse projeto ao ecossistema para construirmos, juntos e com responsabilidade, um grande projeto para a região”, defende Zeca Melo, como é mais conhecido o superintendente.

Entre as experiências em prol do desenvolvimento local, ele se refere a projeto, entre outros, com o Município Mais Empreendedor, que visa instalar Salas do Empreendedor em todas as cidades do Rio Grande do Norte. “Vamos implantar uma Sala do Empreendedor em cada um dos 167 municípios do Rio Grande do Norte e a implantação efetiva começa já nos dias 22 e 23 de agosto”, estabelece.

O diretor técnico João Hélio Cavalcanti também ressaltou a importância do programa para consolidação do Geoparque Seridó com o fortalecimento da governança do parque. “O projeto é um marco para nós, que fazemos o Sebrae. Vemos como uma virada de página muito estratégica para aquilo que pretendemos fazer. Queremos somar ao que foi pensado pelas lideranças da região, pois só se faz desenvolvimento sustentável no semiárido desenvolvendo líderes”, justifica o diretor.

O prefeito Odon Júnior, que é o presidente do Consórcio Intermunicipal dos Municípios do Geoparque Seridó, enfatizou a participação no lançamento do programa de várias lideranças do setor educacional de cidades do Seridó e, segundo ele, elas são fundamentais para o desenvolvimento do território. “Vamos entregar um plano de desenvolvimento regional para a sociedade”.

Os geoparques são áreas geográficas únicas e unificadas, onde os locais e paisagens de significado geológico internacional são gerenciados com um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. A estratégia de desenvolvimento sustentável aliada a uma gestão de qualidade passa por três componentes principais em um geoparque: geoconservação, geoeducação e geoturismo.

O território do Geoparque Seridó, que agora é um dos geoparques mundiais da Unesco, situa-se no semiárido nordestino, região centro-sul do Estado do Rio Grande do Norte, envolvendo totalmente os territórios dos municípios de Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas. Estes municípios fazem parte da mesorregião Central Potiguar e englobam partes das microrregiões Serra de Santana e Seridó Oriental.

Funcionamento do programa

De acordo com Rômulo Rende, que é o técnico encarregado de implementar as ações do Programa Lider, a identificação das lideranças é fundamental para a inciativa ter êxito. “São os líderes quem define e tem as respostas sobre como desenvolver um território. Não é um salvador da pátria nem o poder público sozinho, e sim, as pessoas que vivem, amam, moram e trabalham na região”, afirma.

Para Rômulo Rende, os líderes serão identificados pelo Sebrae num processo criterioso para que, ao longo de oito encontro, possam construir uma agenda de desenvolvimento regional e articular para que a agenda aconteça. “A partir desse movimento, temos visto Brasil afora uma grande transformação acontecendo nos territórios. Agora, chegou a vez do Rio Grande do Norte, chegou a vez do Geoparque do Seridó”.

O ex-prefeito de São Gonçalo do Pará (MG) e ex-presidente da Associação Mineira de Municípios, Ângelo Roncalli, foi convidado pelo Sebrae no Rio Grande do Norte para relatar a experiência nesse tipo de iniciativa realizada em Minas Gerais. Na avaliação de Roncalli, o Geoparque Seridó tem tudo para dar certo. “O Programa Lider tem sido um sucesso no Brasil, e aqui não vai ser diferente. A região já tem uma diversidade econômica interessante, possui um comércio pujante e um consórcio de munícipios, que tem feito um trabalho diferenciado na região”, opina.

Sobre o papel dos líderes, ele acredita que são essenciais para construir essa agenda de desenvolvimento e focar na busca de melhorias na região. “Tenho convicção de que o projeto vai ser uma das referências do Brasil, pois já tem um modelo de governança instituída com a participação dos prefeitos de praticamente todos os municípios.

Ele destacou o potencial de mobilização em torno do Geoparque Seridó, apontando que, já no lançamento, foi possível perceber o comprometimento de mais de 100 líderes, que a própria metodologia vai ter que selecionar para ter 50 deles. “Isso demonstra o compromisso e o interesse de toda a região com o desenvolvimento para melhoria da qualidade de vida”.