Turismo

1

Ago

RN sedia 7º Encontro Nacional da Pastoral do Turismo

A cidade de Santa Cruz, na região do Trairi do Rio Grande do Norte, vai sediar o 7º Encontro Nacional da Pastoral do Turismo (Pastur), no período de 22 a 25 de setembro próximo. O evento vai refletir o tema: “Pastoral do Turismo, uma pastoral da mobilidade humana”. Segundo o coordenador nacional, Padre Manoel Filho, da Arquidiocese de Salvador (BA), o objetivo do encontro é aprofundar a identidade da Pastur, enquanto pastoral da mobilidade, no contexto das pastorais sociais. 


O evento contará com a participação de pessoas de várias dioceses do Brasil, além de Dom Irineu Roman, arcebispo da Arquidiocese de Santarém (PA), que é o bispo referencial nacional para a Pastur, e do Padre Manoel Filho. A programação contará com palestras, grupos de trabalho e partilha de experiências exitosas das Arquidioceses de Aparecida (SP), de Maringá (PR) e de Belém (PA). 

As inscrições estão abertas, através do link https://www.sympla.com.br/evento/vii-encontro-nacional-da-pastoral-do-turismo-pastur/1656103?& 

Os interessados em participar do Encontro podem obter mais informações através do Instagram @encontronacionalpastur.

Foto: Adriano Neto

28

Jul

Fórum debate estratégias para consolidar o turismo religioso e cultural no Seridó

As estratégias para estruturar o turismo religioso não Seridó e traçar uma série de ações de fomento cultural e econômico na região são o alvo das discussões do II Fórum de Turismo Religioso do Seridó, que está sendo realizado até esta quinta-feira (28). Durante os três dias do evento, os participantes estão avaliando os potenciais e diferenciais que as cidades da região detêm para atrair mais visitantes. A programação segue em formato híbrido, com apresentações de trabalhos remotos, palestras presenciais e atividades culturais nas cidades de Caicó e de Currais Novos. O fórum conta com o apoio do Sebrae no Rio Grande do Norte.

O evento integra a programação oficial da Festa de Sant’Ana de Caicó desde a sua primeira edição e o tema deste ano é “Turismo Religioso: diálogos e conexões com a fé”, que visa despertar no Seridó a importância das modalidades de turismo religioso e cultural como alternativas para o desenvolvimento territorial integrado e sustentável, visando a valorização dos patrimônios material e imaterial característicos do lugar, sim como os trabalhos pastorais e o fomento de negócios criativos e inovadores nas diferentes realidades sociais da região.

O Fórum de Turismo Religioso é uma das ações motivadas pelo ingresso da Diocese de Caicó no Conselho de Turismo do Polo Seridó, que integra as principais governanças que definem ações e estratégias para o desenvolvimento do turismo regional, e tem o suporte de instituições, como UFRN, Sebrae, ADESE, governos municipais e estadual, que também fazem parte do conselho.

Levando-se em conta o potencial e a diversidade das expressões religiosas na região, em todas as vertentes, durante as discussões do conselho observou-se a necessidade de organizar essas atividades a partir de estratégias de fomento, qualificação profissional, criação de roteiros a partir de iniciativas e campanhas publicitárias para dar uma maior visibilidade ao setor.

Além da Festa de Sant´Ana de Caicó, registrada pelo IPHAN como Patrimônio Imaterial do Brasil, o Seridó possui diversas uma variedade de festas de padroeira e expressões religiosas de outras denominações, santuários tradicionais em Carnaúba dos Dantas e Florânia, a tradição bicentenária dos Negros do Rosário, patrimônios arquitetônicos religiosos e personalidades históricas.


Dentro desse propósito de estimular o turismo religioso, a ADESE, Diocese e FELCS definiram várias ações, desde a realização de um inventário cultural e de ofertas turísticas dos municípios do Seridó que fazem parte do Mapa do Turismo no Brasil, além da estruturação de roteiros e calendários de eventos regionais e a criação do Fórum de Turismo Religioso do Seridó.

“O Sebrae tem esse olhar na perspectiva de contribuir com esse desenvolvimento regional focado no turismo religioso. O Fórum é de grande importância para discutir quais as propostas e caminhos a seguir. Quais serão as prioridades a partir de agora. A ideia é criar um ambiente para potencializar essas ações que já são naturalmente fortes no Seridó”, contextualizou o gerente da Agência Sebrae no Seridó Ocidental, Pedro Medeiros.

Ele reitera que, além de fortalecer negócios que já existem, a perspectiva é de que, com essa premissa do turismo religioso, seja possível criar novos modelos de negócio que podem fortalecer o turismo regional.

Visitantes durante todo o ano

Um dos produtos lançados nesta edição do fórum foi a rota de peregrinação “Caminhos de Sant´Ana”, entre Caicó e Currais Novos, passando pela zona rural desses municípios. O peregrino pode percorrer a rota, a pé, de bicicleta ou de carro, em qualquer época do ano, passando nesse caminho por queijeiras artesanais, casas de fazenda tradicionais e museus da região. De acordo com o gestor do projeto de turismo do Sebrae-RN, Yves Guerra, esse nicho vem sendo trabalhado para que as atividades turísticas sigam além dos períodos sazonais das festas religiosas, gerando fluxo de turistas e, dessa maneira, tornando a atividade turística mais perene.

Ao estruturar roteiros que podem ser visitados em qualquer época do ano, outros setores como o gastronômico, cultural e turismo de aventuras ganham ainda mais notoriedade. Essa perspectiva foi apresentada no painel coordenado por Regina Amorim, gestora de Turismo e Economia Criativa do Sebrae na Paraíba, que possui larga experiência em ações no litoral e brejo paraibano.

A gestora contextualizou a importância da economia criativa para o presente e o futuro dos negócios. “O turismo religioso pode ser criativo e competitivo, gerando experiências a partir da conexão com a economia criativa, o pensar criativo, sem perder a identidade cultural”, justificou.

Durante o painel foram apresentados exemplos práticos do como é possível fazer diferente com recursos intangíveis (criatividade, cultura, conhecimento e tecnologia, agregando valor aos negócios do turismo. Os cases de sucesso da comunidade rural de Chã de Jardim em Areia/PB e do Shopping Rural Doces Tambaba em Conde/PB foram apresentados como modelos de negócios inspirar o que se pretende fazer na região do Seridó.

O Fórum é uma realização da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (ADESE), da Diocese de Caicó e do Curso de Turismo da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (FELCS/UFRN). Conta também com o apoio da Faculdade Católica Santa Teresinha, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE/RN).

Foto: Isaac Silva

25

Jul

Sebrae lança projeto que cria rede de agentes para fortalecer o turismo nos estados

Pesquisa realizada no ano passado pelo Booking.com mostra que 73% dos turistas, ao escolher um destino, desejam ter experiências com a cultura local em suas viagens. E mais: 84% acreditam que, entender a cultura e preservar o patrimônio cultural, é crucial. Para fortalecer a estruturação das novas rotas e produtos turísticos nos territórios dos estados com foco nos atrativos naturais e culturais locais, o Sebrae está implantando o Projeto Rede de Agentes de Roteiros Turísticos. A iniciativa piloto foi lançada no Rio Grande do Norte, que é o estado com agentes já contratados, e chegará aos demais estados.

Oito agentes vão atuar em rotas e polos turísticos já trabalhados pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, como por exemplo os polos Seridó, Costa Branca, Serrano e Costa das Dunas, para estimular e apoiar na execução e fortalecimento da Estratégia de Destinos Turísticos Inteligentes (DTI), que está baseada em quatro pilares: governança, tecnologia, experiência e sustentabilidade. Essa rede apoiará gestores estaduais dentro de projetos vigentes, fomentando a governança e o turismo local.

O anúncio oficial do Projeto Rede de Agentes de Roteiros Turísticos foi feito pela coordenadora de Turismo, Economia Criativa e Artesanato do Sebrae Nacional, Analuiza de Andrade Lopes, na capital potiguar, durante o 13º Fórum de Turismo do RN e 8ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN (Femptur), que estão sendo realizados até sábado (23), no Centro de Convenções de Natal. A coordenadora apresentou, no evento, os oito agentes selecionados para atuar no estado, em territórios que envolvem 82 municípios potiguares, onde as atividades turísticas já estão estruturadas em rotas e roteiros ou com potencial de desenvolvimento.

A Rede de Agentes de Roteiros Turísticos, que está sendo lançada no estado, é um projeto piloto, que abrange todo o Brasil. O Rio Grande do Norte já está participando com os agentes contratados”, confirma Analuiza Lopes.

Com essa ação, o Sebrae espera estimular a criação de novos circuitos, o estabelecimento de outros roteiros e o surgimento de novos atrativos nesses territórios.


A coordenadora do Sebrae Nacional ministrou palestra na abertura do Fórum de Turismo do RN, realizada na noite da quinta-feira (21), abordando o turismo na nova economia e as estratégias de atuação do Sebrae para este segmento. Analuiza Lopes apresentou as principais tendências do setor, que foram provocadas pelo impacto da pandemia. “Hoje o turista está muito mais voltado a ter experiências que valorizem a cultura local, as vivências, o artesanato a gastronomia local”, avalia. Segundo a coordenadora, algumas bases são irreversíveis, como a presença digital e a sustentabilidade em âmbitos social, ambiental, cultural e econômico, estão em pauta muito fortemente no turismo. “Sem sustentabilidade, não há o turismo de amanhã”.

Estratégias para o turismo

Por isso, o Sistema Sebrae tem adotado como estratégia atuar em quatro eixos centrais, que são governança, tecnologia, experiência e sustentabilidade, por meio dos projetos setoriais de turismo nos estados brasileiros, levando em conta as particularidades de cada território. Para Analuiza Lopes, o distanciamento social imposto pela pandemia também teve impactos no turismo, alterando o perfil dos visitantes, o que favoreceu o turismo dentro do Brasil. “As pessoas deixaram de fazer as viagens internacionais e começaram a fazer as viagens aqui dentro do Brasil. Houve uma busca por destinos que estavam próximos que as pessoas não conheciam, que ainda não vivenciavam, não experimentavam. O turista começou querer ter contato com a natureza, em experimentar atrativos próximos, algo diferente, ao ar livre e com viagens de carro”.

Na visão da representante do Sebrae Nacional, isso representa uma grande oportunidade para fortalecer o turismo regional e rural, mas para isso, é necessário desenvolver o turismo inteligente. “Em termos de competitividade, o Brasil é o segundo país em atrativos naturais e tem um posicionamento muito bom em termos de cultura. Em relação aos parques, temos vários patrimônios reconhecidos pela agência da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), como o Geoparque Seridó, aqui, no RN. Por tudo isso, o Sebrae trabalha esses quatro eixos dentro da estratégia do turismo inteligente, exatamente para termos uma oferta complementar que dê suporte à interiorização, para se fazer regionalização desse turismo”, diz.

A articulação integrada – daí o trabalho para fortalecimento da governança local – dá condições para o desenvolvimento do turismo no mercado, como um todo, para não se rotular que o turismo do Rio Grande do Norte, por exemplo, é um turismo de sol e praia. “O RN não é apenas sol e mar. Aqui, existem gastronomia, história [como a participação na Segunda Guerra Mundial], atrativos religiosos, como o Memorial dos Mártires e a Estatúa de Santa Rita de Cássia, e muitos outros atrativos que vão além e que estão no interior”, pontua Analuiza Lopes sobre o destino RN.

E continua: “É importante que isso seja trabalhado, que o destino seja pautado nesses quatro eixos da governança sustentabilidade, experiência e tecnologia para que se consiga realmente criar estruturas que sejam complementares para oferecer pacotes com experiências e vivências diferenciadas, especificamente em Natal”.

Ainda sobre a Importância da governança, ela afirma: “Para o destino se desenvolver, é preciso ter uma convergência de atores, ações e recursos. Assim, nem pesa só de um lado, nem pesa só de outro. Ninguém faz nada sozinho, então é necessário realmente ter uma convergência entre todos os atores, privados e governamentais, para fazer a coisa acontecer”.

Personalidades e empresa do setor são homenageados durante o evento

A décima terceira edição Fórum de Turismo do RN e a 8ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN, eventos que contam com o apoio do Sebrae no Rio Grande do Norte, discutiu e debateu temas relevantes para o futuro do setor no estado, como a gestão na promoção dos destinos, o turismo de experiência, o turismo na nova economia, sustentabilidade, as tendências atuais e a regionalização do turismo.

Durante a solenidade de abertura do fórum e da feira, a organização do evento e o Sebrae prestaram homenagem a personalidades que contribuem para valorizar e destacar o turismo potiguar. O gestor do Projeto de Turismo do Sebrae-RN, Yves Guerra, e a coordenadora de Turismo, Economia Criativa e Artesanato do Sebrae Nacional, Analuiza de Andrade Lopes, anunciaram os homenageados.

Receberam a placa de reconhecimento do Sebrae e da Femptur o empresário João Sabino (in memoriam) pela instalação da primeira rede hoteleira no interior do Rio Grande do Norte, com unidades em cidades, como Apodi, Portalegre, Martins e Mossoró. A esposa, viúva do empreendedor, Aparecida Sabino, recebeu a homenagem. O outro destaque foi para Roberto Lira, que foi responsável por ‘desbravar’ o passeio nas dunas de Jenipabu, um dos atrativos turísticos e cartões postais do RN mais famosos no Brasil e no mundo, que virou a marca do turismo potiguar em promoções externas. O restaurante Camarões, que possui unidades em Natal e em São Paulo, também foi homenageado e quem recebeu a placa de reconhecimento foi o gerente do Camarões, Heberton Costa.

Esta edição da Femptur contou com a presença de 50 municípios, expondo o que há de melhor no Rio Grande do Norte, reunindo e evidenciando cada segmento do turismo regional, desde as belezas naturais à gastronomia. A feira também elege os três melhores estandes de cidades turísticas que tiverem melhor resultado nos quesitos de decoração, ambientação, atendimento, organização e degustação. E os municípios vencedores ganham o “Troféu Melhor Stand Femptur 2022”, assim como o troféu ‘Melhor Stand – Categoria Estreante’, concedido ao município que pela primeira vez participa da feira e escolhido pelos mesmos critérios.

Foto: Canindé Soares

22

Jul

Turismo brasileiro experimenta retomada após pandemia

Após dois anos de pandemia de covid-19, quando foram impostas restrições a viagens internacionais em várias partes do mundo, além do fechamento provisório de vários setores do comércio, o Brasil voltou a receber voos de outros países em grande escala. Segundo a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), o mês passado registrou 3.806 chegadas de voos internacionais ao país.

Na comparação com maio, o aumento na conectividade foi de 7,29% e, em relação a junho do ano passado, de 355,36%. De acordo com a Embratur, o aumento expressivo da conectividade continuará até o início de 2023. Estão previstos 84 novos voos e 47 frequências adicionais até fevereiro do ano que vem. De janeiro a junho deste ano, mais 84 voos entraram em operação e 36 frequências foram adicionadas.

A empresa aérea GOL começou, em maio, a operar mais voos internacionais de Buenos Aires, Miami e Orlando para Brasília, com quatro frequências semanais. Para novembro, a previsão é iniciar a rota entre as cidades de Buenos Aires e Natal, além de retomar, até dezembro, a totalidade dos destinos na Argentina que existiam em 2019.

Já a United Airlines retomou os voos Chicago/São Paulo e Houston/Rio de Janeiro no primeiro semestre. A Lufthansa também contribuiu para o aumento da oferta de conectividade, com a volta das operações Frankfurt e Munique para o Rio de Janeiro e de voos diários de Amsterdam para o Rio de Janeiro.

Em outubro, a Eastern Air prevê o incremento de voos de Miami e Nova York para Belo Horizonte.

Outras empresas aéreas, como Latam, Delta Air Lines e Iberia, também anunciaram mais voos internacionais, ligando cidades como São Paulo e Rio de Janeiro a destinos como Atlanta e Nova Iorque, nos Estados Unidos, Medelín, na Colômbia, e Madri, capital espanhola.

Fonte: Agência Brasil

20

Jul

Femptur e Fórum de Turismo do RN acontecem nesta semana no Centro de Convenções de Natal

O melhor do Rio Grande do Norte reunido em um só lugar. Belezas naturais, passeios, viagens, artesanato, cultura, fotografia, gastronomia, agricultura familiar e negócios. Tudo isso durante três dias. De quinta-feira (21) a sábado (23), o Centro de Convenções de Natal recebe os dois maiores eventos de fomento ao turismo potiguar, o 13º Fórum de Turismo do RN (21) e a 8ª Femptur – Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN (22 e 23). Uma oportunidade de agregar conhecimento e networking. Com entrada e estacionamento gratuitos, o público também vai poder experimentar e levar um pouco dos melhores produtos produzidos e comercializados no RN.

Sob a organização da Argus Eventos, dirigida por Antônio Roberto Rocha e Gustavo Porpino, o Fórum ocorre no dia 21, das 8h às 18h e aborda os temas: Gestão na Promoção dos Destinos; Turismo de Experiência; Turismo e a Nova Economia; Sustentabilidade; Tendências e Regionalização do Turismo. Na programação, palestrantes nacionais que vão proporcionar momentos de debates e informação. Dentre os nomes confirmados estão: Mariana Aldrigui (Fecomércio-SP), Jacqueline Gil (Ampliamundo), Analuíza de Andrade Lopes (Sebrae Nacional), Ana Carla Moura (Ministério do Turismo), Alessandra Lontra (Turismóloga e Jornalista – PB), e Isabella Ricci (Turismóloga e Colunista – Estado de Minas).

O primeiro painel (9h), com Mariana Aldrigui, conta com a presença do secretário de turismo de Natal, Fernando Fernandes, como mediador; e o superintendente do Banco do Nordeste, Thiago Dantas e o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, como debatedores. Interessados em participar do Fórum, podem realizar credenciamento no local ou acessar link de inscrição através do Instagram oficial do evento (@femptur).

8ª Femptur

Com cerca de 50 municípios confirmados, a Feira expõe o que há de melhor no Rio Grande do Norte, reunindo e evidenciando cada segmento do turismo regional, desde as belezas naturais à gastronomia. A Agricultura Familiar terá uma área própria na feira, com produtos de várias regiões do Estado, além de cooperativas de produtores locais. E a loja Produtos Lucena – uma das maiores distribuidoras do segmento no Nordeste.

Um dos grandes diferenciais da edição está no Espaço Sustentabilidade. Preocupados em propagar o turismo sustentável e responsável, alinhado às novas tendências, o local terá uma ilha com vista para a Via Costeira, disponibilizando serviços de gestão de resíduos para empresas e destinos, além de quiz para promover interação; e também experiências de bem-estar, através da prática da meditação e sensibilização no setor de educação ambiental.

Outra novidade é o “Troféu Melhor Stand Femptur 2022” que será entregue às três cidades turísticas que tiverem melhor resultado nos quesitos de decoração, ambientação, atendimento, organização e degustação. E também o ‘Melhor Stand – Categoria Estreante’, seguindo os mesmos critérios.

Gastronomia e Cultura

O evento disponibiliza uma grande área para degustação gastronômica norte-riograndense e palco para apresentações culturais. Os municípios de Goianinha, Senador Avelino, Lajes, Touros, Sítio Novo, Ceará-Mirim, Pedro Velho, Carnaúba dos Dantas, Serra Caiada e Timbaúba dos Batistas, estarão com seus grupos folclóricos; e mais duas orquestras de amplo reconhecimento no cenário musical: Orquestra Sanfônica de São Miguel do Gostoso e a Filarmônica de Macau se apresentarão no evento.

Capacitação e Interação

Uma área de capacitação para até 50 pessoas estará disponível durante o evento. E as novidades ficam por conta do Senac e Sebrae.

Paraíba e Pernambuco marcam presença com caravanas de agentes de viagens durante a Femptur. E, os Estados, representados por 80 profissionais que trabalham com vendas de destinos. Uma oportunidade para conhecer e expandir novos produtos turísticos do RN.

Outro ponto, é a vinda de jornalistas de João Pessoa – PB e Recife – PE, e de influenciadores digitais de Porto Alegre – RS, Curitiba – PR, Campinas- SP, Belo Horizonte – MG, Goiânia -GO e Cuiabá-MT, a convite da Emprotur, em parceria com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

A 8ª Femptur – Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN e o 13º Fórum de Turismo do RN têm apoio da Emprotur, Prefeitura de Natal, Sebrae, Sistema Fecomércio-RN, Banco do Nordeste, Serhs Natal Grand Hotel e ABIH-RN.

18

Jul

LATAM acrescenta voos entre Natal e São Paulo e sua capacidade no Rio Grande do Norte já é 20% maior do que antes da pandemia

Em julho deste ano, a capacidade da LATAM no Rio Grande do Norte já é 20% maior do que antes da pandemia de Covid-19. É isso o que revela a oferta doméstica de assentos (ASK*) da companhia programada para julho deste ano no estado, em comparação com julho de 2019. A retomada e o crescimento da LATAM no mercado brasileiro tem sido provocada pela inauguração de novos destinos, reativação de rotas que haviam sido suspensas em função da pandemia e também por meio do incremento de voos para atender a retomada da demanda por viagens aéreas.

No Rio Grande do Norte, o crescimento da LATAM em julho foi impulsionado pelo incremento de voos na rota Natal-São Paulo/Guarulhos (19 para 26 voos semanais). Da capital norte-rio-grandense também partem os voos diretos da LATAM para Brasília (12 voos semanais), São Paulo/Congonhas (16 voos semanais) e Fortaleza (7 voos semanais).

*ASK: sigla em inglês para Assentos-Quilômetros Oferecidos

15

Jul

Turismo do RN é foco em eventos que acontecem neste mês em Natal

Os dois principais eventos de fomento ao turismo potiguar, a 8ª Femptur – Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN e o 13º Fórum de Turismo do RNacontecem de 21 a 23 de julho, no Centro de Convenções de Natal, com entrada e estacionamento gratuitos. Uma grande vitrine para o Estado e também oportunidade de agregar conhecimento e networking.

Sob a organização da Argus Eventos, dirigida por Antônio Roberto Rocha e Gustavo Porpino, o Fórum ocorre no dia 21, das 8h às 18h e aborda os temas: Gestão na Promoção dos Destinos; Turismo de Experiência; Turismo e a Nova Economia; Sustentabilidade; Tendências e Regionalização do Turismo. Na programação, palestrantes nacionais que vão proporcionar momentos de debates e informação. Dentre os nomes confirmados estão: Mariana Aldrigui (Fecomércio-SP), Jacqueline Gil (Ampliamundo), Analuíza de Andrade Lopes (Sebrae Nacional), Ana Carla Moura (Ministério do Turismo), Alessandra Lontra (Turismóloga e Jornalista – PB), e Isabella Ricci (Turismóloga e Colunista – Estado de Minas).

O primeiro painel, com Mariana Aldrigui, conta com a presença do secretário de turismo de Natal, Fernando Fernandes, como mediador; e o superintendente do Banco do Nordeste, Thiago Dantas e o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, como debatedores. Interessados em participar do Fórum, podem realizar credenciamento no local ou acessar link de inscrição através do Instagram oficial do evento (@femptur).

E a Feira expõe o que há de melhor no Rio Grande de Norte. Belezas naturais, passeios, viagens, artesanato, cultura, fotografia, gastronomia, agricultura familiar e negócios, tudo reunindo e evidenciando cada segmento, em um espaço amplo, representado em exposições e comercialização. Ao todo, já são cerca de 50 municípios confirmados.

 

Um stand específico do artesanato de Timbaúba dos Batistas estará presente na 8ª Femptur, com bordadeiras e riscadeiras produzindo peças in loco, em vários estilos de bordados. E a Agricultura Familiar também terá um local próprio na feira, com produtos de várias regiões do RN, além de cooperativas de produtores locais. E a loja Produtos Lucena – uma das maiores distribuidoras do segmento no Nordeste.

Um dos grandes diferenciais da edição está no Espaço Sustentabilidade. Preocupados em propagar o turismo sustentável e responsável, alinhado às novas tendências, o local terá uma ilha com vista para a Via Costeira, disponibilizando serviços de gestão de resíduos para empresas e destinos, além de quiz para promover interação; e também experiências de bem-estar, através da prática da meditação e sensibilização no setor de educação ambiental.

Outra novidade é o “Troféu Melhor Stand Femptur 2022” que será entregue às três cidades turísticas que tiverem melhor resultado nos quesitos de decoração, ambientação, atendimento, organização e degustação. E também o ‘Melhor Stand – Categoria Estreante’, seguindo os mesmos critérios.

Gastronomia e Cultura

O evento disponibiliza de uma grande área para degustação gastronômica norte-riograndense e palco para apresentações culturais. Os municípios de Goianinha, Senador Avelino, Lajes, Touros, Sítio Novo, Ceará-Mirim, Pedro Velho, Carnaúba dos Dantas, Serra Caiada e Timbaúba dos Batistas, estarão com seus grupos folclóricos; e mais duas orquestras de amplo reconhecimento no cenário musical: Orquestra Sanfônica de São Miguel do Gostoso e a Filarmônica de Macau se apresentarão no evento.

Capacitação e Interação

Uma área de capacitação para até 50 pessoas estará disponível durante o evento. E as novidades ficam por conta do Senac e Sebrae.

Paraíba e Pernambuco marcam presença com caravanas de agentes de viagens durante a Femptur. E, os Estados, representados por 80 profissionais que trabalham com vendas de destinos. Uma oportunidade para conhecer e expandir novos produtos turísticos do RN. Outro ponto, é a vinda de jornalistas de João Pessoa – PB e Recife – PE, e de influenciadores digitais de Porto Alegre – RS, Curitiba – PR, Campinas- SP, Belo Horizonte – MG, Goiânia -GO e Cuiabá-MT, a convite da Emprotur, em parceria com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

A 8ª Femptur – Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN e o 13º Fórum de Turismo do RN têm apoio da Emprotur, Prefeitura de Natal, Sebrae, Sistema Fecomércio-RN, Banco do Nordeste, Serhs Natal Grand Hotel e ABIH-RN.

23

Jun

Turismo brasileiro cresce 47,7% em abril, aponta FecomercioSP

O turismo brasileiro faturou R$ 15,3 bilhões em abril, crescendo 47,7% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do levantamento do Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Houve também alta de 32,2% no acumulado no ano. No entanto, na comparação com abril de 2019, ano anterior à pandemia, o setor teve queda de 7,5%.

A FecomercioSP avalia que os feriados de Sexta-feira Santa, Tiradentes e os desfiles de carnaval contribuíram para o crescimento, considerado significativo, em abril deste ano e que a variação do mês demonstra sólida recuperação do turismo no Brasil. No mesmo período do ano passado, o setor cresceu 36%. Diante disso, a entidade acrescenta que “a alta não é resultado de uma base fragilizada de comparação, em razão dos efeitos da pandemia, mas um indicativo real de melhora nas perspectivas do turismo nacional”.

O maior crescimento ocorreu na atividade de transporte aéreo, com aumento de 159,7% na comparação anual e faturamento de R$ 4,6 bilhões no mês, voltando ao nível que faturava em abril de 2019 – já com o valor corrigido pela inflação – conforme apontou a FecomercioSP.

Para explicar o resultado, a entidade cita que as empresas estão ampliando a malha aérea com novas rotas e a demanda tem acompanhado este movimento. Outro motivo apontado foi o aumento no valor das passagens, que sofre influência da alta do querosene de aviação. “Desta forma, além da recuperação do mercado no pós-pandemia, o que influenciou o segmento foi, sem dúvida, os preços elevados dos bilhetes”, divulgou, em nota, a entidade.

O segundo maior crescimento foi observado nos serviços de alojamento e alimentação, com alta de 56,1% e faturamento de R$ 4,5 bilhões. Na comparação com o período pré-pandemia, entretanto, houve queda de 12,9%. As atividades culturais, recreativas e esportivas registraram alta de 21,7%, com faturamento de R$ 1,1 bilhão no mês. O montante ficou abaixo do período anterior à pandemia, já que, na comparação com abril de 2019, houve queda de 24,2%.

O transporte terrestre – que inclui os ônibus intermunicipal, interestadual e internacional, além de trens turísticos – teve alta de 10,9%, com faturamento de R$ 2,6 bilhões e aumento de 1,9% em relação ao nível pré-pandemia. As locadoras de veículos, agências e operadoras de turismo avançaram 2,5%, faturando R$ 2,5 milhões.

O transporte aquaviário foi o único segmento a ter queda no mês (-2,3%), com faturamento de R$ 42,3 milhões, o menor entre as atividades apontadas no levantamento. Com grande evolução durante a pandemia, segundo avaliou a FecomercioSP, o resultado foi 27,3% maior em relação a abril de 2019.

Apesar dos resultados de abril mostrarem um contexto positivo para o turismo, avaliação da entidade aponta que, se a inflação no setor continuar elevada, pode haver comprometimento do desempenho no segundo semestre, diminuindo a amplitude de expansão.

A presidente do Conselho de Turismo da FecomercioSP, Mariana Aldrigui, observou que os gastos com turismo são discricionários tanto para as empresas quanto para as famílias e que um dos efeitos do aumento constante de preços é a modificação ou cancelamento desse tipo de despesa.

Fonte: Agência Brasil

20

Jun

Escritor e jornalista lança Dicionário Brasileiro-Português em versão digital para turista levar no celular

Durante os oito anos em que morou em Portugal, o escritor e jornalista Stevan Lekitsch foi anotando todas as palavras que eram diferentes, tanto em grafia, quanto em pronúncia, utilização ou significado, do vocabulário português de Portugal, em relação ao vocabulário português usado no Brasil.

Eram os produtos no supermercado, o que era falado nas lojas, os rodapés das notícias da televisão, e por aí vai. Toda a vez que uma palavra se diferenciava, não era reconhecida, ou tinha uma utilização diferente da que os brasileiros usavam, ia para o papel. Aliás, as compras na papelaria também eram um sufoco.

E durante os últimos anos de pandemia, as anotações se intensificaram. Tanto que o resultado foi esse: um Dicionário com mais de 2.200 verbetes: o Pequeno Dicionário Rápido e Prático Brasileiro-Português e Português-Brasileiro.

Alguns exemplos são clássicos e corriqueiros. Por aqui falamos celular, e por lá, telemóvel. A nossa palavra deriva do inglês, cell phone, e a deles do espanhol e italiano, telemóvil. Para nós, o durex vende na papelaria, e serve para colar. Para eles, é o preservativo. O nosso “durex”, eles chamam de fita-cola. O inverso também se aplica, pois há várias palavras para eles que são utilizadas de forma completamente diferente do que por nós. E vale lembrar que a quantidade de brasileiros, tanto como turistas ou como moradores, em territórios portugueses, é enorme, o que causa MUITA confusão!

“Apesar de os portugueses e nós brasileiros falarmos (teoricamente) o mesmo idioma, o Português, o fato da língua dos dois países estarem vivas, ainda em uso, e sofrendo influências constantes (dos EUA, da África, do restante da Europa), faz com que elas fiquem cada vez mais distantes uma da outra”, afirma Lekitsch.

E qual a importância desse dicionário na prática? Stevan, que vem de uma família que durante anos trabalhou no turismo, ia se sentir muito acolhido se, como brasileiro, tivesse esse dicionário na sua chegada à Portugal.

“Sou do tempo em que os turistas, ao saírem para ou chegarem a um destino, recebiam um “kit” com folhetos, mapas, dicas, vouchers de descontos, do local aonde iam, e, creio, que isso não mudou muito até hoje. A única coisa que muda agora é a tecnologia que temos. Você pode ter tudo isso digitalmente, na palma da sua mão literalmente”, explica Lekitsch.

Tanto que, pensando nisso, Stevan lançou o seu dicionário em formato digital, que pode ser adquirido e baixado no celular ou no tablet. “Ideal para aquele turista que está indo para Portugal, ou para o português que está chegando ao Brasil”, comenta ele. “O dicionário vai dentro do celular, ou do telemóvel”. Agora Stevan Lekitsch busca uma editora convencional para publicar o dicionário em formato impresso.

9

Jun

Emprotur marca presença na Expo Turismo Paraná

Dando continuidade à promoção do Estado como destino turístico, o Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Turismo (Setur) e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), participa da Expo Turismo Paraná, em Curitiba, no período de 09 e 10 de junho.

A presença da Emprotur na Expo Turismo Paraná dialoga com os agentes de viagem e operadores de turismo do destino que a partir do final deste mês passa a contar com voo direto semanal entre Natal e Curitiba, além de capacitar agentes paranaenses, ter palestra oficial no evento para mais de 1.000 agentes de viagens do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul. O trade turístico Potiguar participa ativamente do evento. 

“Estamos na feira para comunicar ao agente de viagem e público final que o Rio Grande do Norte é a melhor opção de turismo. Com a chegada do inédito voo direto de Curitiba para Natal, nossa capacidade de aumentar o fluxo de turistas dessa região é ainda maior”, comemorou o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis.

24

Mai

RN foi o único estado brasileiro a participar do Re-think South America em Nova York

Nos dias 19 e 20 de maio, o Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), participou da etapa presencial do Re-think South America Travel Show, na cidade de Nova York, Estados Unidos.

A feira, patrocinada pela Latam Airlines, foi voltada para relacionamento e promoção de mercados da América do Sul e o Rio Grande do Norte foi o único estado brasileiro presente, dando prosseguimento às ações que estão sendo ativadas para posicionar o destino no mercado norte-americano junto aos operadores, agentes de viagens e DMC’s

A expectativa da Emprotur é que os resultados já possam ser percebidos em médio prazo. “Estamos abrindo esse canal de prospecção visando à diversificação dos nossos mercados emissores. Temos um destino consolidado tanto na América do Sul quanto na Europa e queremos trabalhar essa janela de oportunidade apresentada nos Estados Unidos, onde nos apresentamos como uma nova opção de viagem, um destino tendência”, comentou o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis.


De acordo com dados do setor de inteligência da Emprotur, antes da pandemia o Brasil recebia em média mais de 550 mil turistas dos Estados Unidos por ano, aproximadamente 8% do total de estrangeiros que visitam o país. A escolha desse mercado como novo público alvo se justifica pela relevância para o setor de viagens e turismo no Brasil, onde não há exigência de visto para que os americanos possam viajar aos nossos destinos.

Paralelamente a participação no Re-think, foi lançado no mercado norte-americano na última quarta-feira (18) material audiovisual atualizado e exclusivo sobre o destino, com uma linguagem específica para as demandas desse mercado. Dessa forma, os principais players estão sendo alcançados por meio de matérias, reportagens, releases e ativações digitais.

Os representantes da Emprotur no evento também tiveram agenda com a Associação dos Operadores de Viagens dos Estados Unidos (USTOA). Na pauta, as possibilidades de negócios e vendas do destino.

20

Mai

Preserve Pipa confirma participação no LGBT+ Turismo Expo 2022

O Preserve Pipa, projeto desenvolvido entre a Associação de Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (ASHTEP) e do Pipa Convention & Visitors Bureau que juntos são responsáveis pela conservação e promoção da famosa praia da Pipa no Rio Grande do Norte, acaba de confirmar a participação no LGBT+ Turismo Expo 2022. Este ano o evento acontecerá no Fairmont Copacabana Rio de Janeiro, no dia 26 de julho, das 9h às 18h. 

Está será a segunda participação do destino no evento. Em 2021, Pipa foi a atração principal apesentada pela Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur RN), durante a edição ocorrida em São Paulo. 
“Participar da LGBT+ Turismo Expo, se associar à IGLTA foram ações importantes para consolidar a Praia da Pipa como um destino que apoia e promove a diversidade. Os resultados foram imediatos, onde em pouco tempo os nossos associados perceberam o aumento do turismo LGBT+ no destino”, afirmou Wanderson Borges - Presidente da Ashtep e Co-fundador do Preserve Pipa.


Além de um espaço de atendimento salão de expositores, o destino também terá 15 minutos de treinamento para os agentes de viagens e operadores que estiverem presentes no auditório.

Para Alex Bernardes, criador e diretor geral do LGBT+ Turismo Expo, a participação do destino reforça a força do segmento do turismo LGBT+ e a notoriedade que o evento conquistou no trade turístico brasileiro.
“Estou muito feliz com essa segunda participação do destino. Isso mostra que estamos no caminho certo e que nosso segmento faz total diferença no setor. Estamos preparando a maior de todas nossas edições e esperamos que os agentes de viagens e operadores saiam afiados para atender melhor o nosso perfil de consumidor”, celebrou Bernardes.

O LGBT+ Turismo Expo 2022 é apresentado para Secretaria Estadual de Turismo do Rio de Janeiro e TurisRio, com apoio master da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, patrocínio Diamond do Turismo de Portugal, Accor/Fairmont, patrocínios Gold de Gol/ Air France/ KLM, Vila Galé Hotels, Ministério do Turismo de Israel, Preserve Pipa e Copa Airlines, e patrocínio Silver da Hard Rock Hotéis do Caribe, CC Hotéis, ICS, OSAKA CVB e ICS Travel Group. O evento ainda conta com a chancela da Associação Interacional de Turismo LGBT+ (IGLTA) e os apoios institucionais da ABAV RJ, Rio CVB e Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

18

Mai

Embaixada da Noruega lança web série “Essências da Noruega” para difundir os valores do país nórdico

Nesta quarta-feira, 18/5, logo após o dia Nacional norueguês, a Embaixada do país escandinavo lança a campanha “Essências da Noruega” em suas redes sociais. Utilizando o tradicional bacalhau como ponto de ligação, o projeto visa divulgar os valores que guiam a atuação do Governo do país e gerar inspiração e engajamento do público brasileiro. Cinco influenciadores/as brasileiros/as de diversos segmentos irão provar pratos que utilizam o peixe como ingrediente principal, preparados pela chef Denise Guerschman, do restaurante nórdico "O Escandinavo".

A web série consiste em 5 vídeos, que serão lançados nas redes sociais da Embaixada, e nas redes de cada influenciador/a participante, em formato colaborativo. Em cada um dos vídeos, influenciadores/as brasileiros/as debatem temas relevantes da cultura norueguesa, enquanto experimentam o tradicional bacalhau norueguês. Os temas propostos são: Investimento e Governança; Igualdade de Gênero e Diversidade; Tecnologia & Energia Sustentável; Meio Ambiente & Mudança Climática; Cultura e Hospitalidade.

O episódio de estreia terá como tema Cultura e Hospitalidade. O governo norueguês, que visa aumentar o foco na promoção da cultura do país no exterior, compreende a cultura como diversidade, inclusão e também negócios. Segundo a embaixada, existe o objetivo de duplicar as exportações norueguesas até 2030, com exceção de petróleo e gás, e isso inclui a exportação de cultura.

O primeiro vídeo é conduzido pela jornalista e influenciadora Anelise Zanoni, do perfil do instagram @travelterapia, que comentou sobre sua participação: “É gratificante participar de um projeto que conecta um dos países mais interessantes do mundo com o Brasil. Os/as viajantes precisam conhecer mais sobre a Noruega, sua cultura, hospitalidade e criatividade. Fazer parte deste projeto foi uma forma de deixá-lo mais próximo e acessível aos/às brasileiros/as. A Noruega é pura inspiração para quem deseja conhecer um turismo sustentável, inteligente e repleto de propósito.”.

Ainda sobre o tema do episódio a influenciadora completa: “Quando conhecemos um pouco mais sobre cultura e hospitalidade de um país passamos a entender mais sobre seu próprio estilo de vida e de seus valores. Ao saber mais sobre a Noruega, passamos a conhecer um universo de cuidado com o/a cidadão/ã, com o ambiente e com a manutenção da cultura. E ter esta possibilidade nos traz inspiração e novas ideias, elementos fundamentais para o turismo continuar crescendo neste momento.”.

A web série pode ser acessada no Instagram da Embaixada da Noruega a partir do dia 18 de maio de 2022.


7

Fev

Setor hoteleiro tem aumento de 47,7% na ocupação anual em comparação com 2020

O setor hoteleiro do Rio Grande do Norte está se recuperando da crise do covid-19. Uma pesquisa realizada entre os associados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), mostrou um aumento de 47,7% na ocupação média anual.

Para o presidente da ABIH-RN, o empresário Abdon Gosson, o resultado é bastante positivo uma vez que estamos lidando com o aparecimento de uma nova variante da covid-19.  “Os números respaldam o trabalho que desenvolvemos juntamente com o Governo do RN, através da Secretaria Estadual de Turismo/Emprotur, Prefeitura de Natal, através da Secretaria Municipal de Turismo/Setur e Natal Convention Bureau.

Ao longo do ano realizamos diversas ações pelo Brasil divulgando o Rio Grande do Norte e mostrando que é seguro visitar o nosso estado”, disse.

Segundo Abdon Gosson, o fechamento de fronteiras, cancelamentos de voos e outras medidas necessárias para combater o coronavírus afetam diretamente o setor turístico, mas a pesquisa revelou que o viajante continuou a procurar o RN como opção de lazer.


Em janeiro de 2022, a ocupação nos hotéis se manteve na mesma média de 2021. “Natal foi a cidade que mais recebeu visitantes, tendo um aumento de 9,5% na comparação com janeiro do ano anterior”, afirmou o presidente.

Em 2021, a ABIH-RN e os hoteleiros associados capacitaram cerca de 1.500 agentes de viagens em 15 cidades brasileiras - Brasília/DF, Uberlândia/MG, Goiânia/GO, Belo Horizonte/MG, Rio de Janeiro/RJ, Ribeirão Preto/SP, São José do Rio Preto/SP, Presidente Prudente/SP, Bauru/SP, Campinas/SP, Curitiba/PR, Londrina/PR, Maringá/PR, Cascavel/PR e Foz do Iguaçu/RN. Participaram de feiras nacionais e internacionais com o objetivo de promover o destino. 

Entre as ações que destacamos nesta gestão estão as campanhas de arrecadação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para os profissionais de saúde do Amazonas, e de cestas básicas, com o apoio da Pastoral Amigos de Santa Dulce e Pastoral Social arrecadando 500 cestas básicas.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Natal, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN, realizou em julho, uma ação em sua sede para que os colaboradores dos hotéis associados recebessem a vacina da gripe H1N1.

O presidente fala sobre as perspectivas para este ano. “Para 2022, teremos inúmeros desafios, entre eles, associar a hotelaria do interior do Rio Grande do Norte, uma vez que a pandemia tem fortalecido o turismo regional, contribuindo assim para o acrescimento do turismo do estado, com mais ações e infraestrutura. Vamos continuar cada vez mais com as nossas ações de promoção e divulgação do destino, e talvez uma das maiores lutas: a redução do custo das passagens aéreas para Natal”, finalizou.


31

Jan

Pesquisa: smartphones são maior canal de busca e compra de viagens dos brasileiros

Uma pesquisa da Digital Turbine, plataforma independente de distribuição de aplicativos móveis, mostra que os brasileiros já consolidaram sua relação com os smartphones. Segundo o estudo, cerca de 77% da população do país pega seus celulares pelo menos 10 vezes por dia, sem nenhum propósito ou objetivo claro.

A pesquisa foi realizada em janeiro de 2022, com mais de 650 respondentes e 95% de significância. Além do dado acima, o estudo também mostra que o celular é parte integrante do planejamento de viagens, com 71% dos brasileiros já escolhendo destinos pelo dispositivo, contra 30% que ainda preferem o computador. Na conclusão da compra, 61% de fato fecham o pedido pelo aparelho, enquanto 34% as concluem por uma máquina desktop.

O estudo também identificou que o celular é um grande aliado da população em entretenimento e diversão: 87% dos brasileiros buscam atividades culturais por meio de apps e apenas 25% pelo computador.

“ Acompanhamos o crescimento vertiginoso em investimento em publicidade, experiência e segurança do usuário dentro de aplicativos no Brasil. O aplicativo é um canal de vendas e fidelização importantíssimo, para produtos de todos os valores. Vemos a saturação e necessidade de diversificação do investimento digital, combinando formatos de publicidade e de descoberta de aplicativos no dispositivo" diz Bruna Leite, Head de Vendas da Digital Turbine no Brasil.

O estudo também elucidou como o brasileiro descobre novos aplicativos para usar em seu celular. Segundo o levantamento, 38% os identifica quando ele vem pré-instalado no dispositivo, 51% por meio de anúncios em outros aplicativos e 41% por recomendação das lojas de aplicativos. “Isso significa que a audiência de novos usuários vem quase 40% de formatos de descoberta de aplicativos, até alguns anos inédito no Brasil”, complementa Bruna.

Por fim, o estudo também mostra que aplicativos são os maiores aliados dos brasileiros para os mais variados momentos do dia. 89% dos entrevistados se conectam com familiares por meio de apps. 69% usam apps para lerem notícias, 50% para não se perderem nas ruas, 47% usam apps para se divertir e 34% para fazerem compras para a casa.

Para mais detalhes do estudo, recomendamos a leitura da pesquisa na íntegra neste link.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/mercado/smartphones-sao-maior-canal-de-busca-e-compra-de-viagens-dos-brasileiros-207893/