Mundo corporativo

8

Ago

Mundo corporativo

Conheça as startups selecionadas para a edição 2020 do Programa de Aceleração Visa

Programa de Aceleração Visa, empresa global de tecnologia de pagamentos, escolheu as quatro startups que participarão do Programa em 2020. Durante o Pitch Fest, um grupo de 11 empresas pré-selecionadas apresentou suas soluções a uma bancada formada por executivos da Visa e convidados do mercado. Deste total, as escolhidas que participarão da edição 2020 do Programa de Aceleração com duração de cinco meses são:

Grão

Grão desenvolveu um aplicativo que ajuda a melhorar a relação das pessoas com o dinheiro, com objetivo de aumentar o conhecimento sobre educação financeira e ganhos financeiros por meio de aplicações mais seguras. A startup foca no público desbancarizado e classes de baixa renda e busca educar e trazê-los para dentro do sistema econômico financeiro, evitando o endividamento pessoal.

Logstore

Logstore é uma plataforma de atendimento que capacita as marcas a vender e entregar em um apenas um click. O app guia o cliente na loja física (‘Waze’ indoor) onde indica a localização dos produtos, quantidade em estoque e a rota de coleta. O objetivo da startup é entregar uma experiência única multicanal no ponto de venda, para que clientes possam Encontrar produtos facilmente, Pagar usando o celular e Finalizar as compras sem filas.

Vivenda

Vivenda, ao se tornar 100% digital, avança no caminho de estruturar o setor/mercado de reformas para a população de baixa renda do Brasil. A plataforma se torna um ambiente de negócios entre a indústria da construção civil e o varejo, alinhando mecanismos financeiros, prestadores de serviços e o consumidor final. A plataforma busca oferecer crédito para pessoas de baixa renda sem garantias, e soluções reformas com qualidade técnica.

Xerpa

Xerpa é a primeira empresa a oferecer salário sob demanda no Brasil, através do Xerpay. A plataforma permite que o trabalhador acesse seu salário dos dias já trabalhados, antes da data de pagamento, e também o 13º referente aos meses trabalhados, antes do final do ano. O Xerpay é um benefício financeiro que as empresas oferecem aos colaboradores, como uma alternativa ao endividamento. Dessa forma, diminui o estresse financeiro do colaborador e, consequentemente o turnover, além de aumentar a produtividade no trabalho. 

“Neste quarto ano do Programa de Aceleração, nos surpreendemos com a qualidade e a maturidade das startups selecionadas. Enxergamos em todas um grande potencial para trazer novidades e soluções aos consumidores e aos nossos emissores, credenciadores,  estabelecimentos comerciais e parceiros. Esperamos poder auxiliar cada vez mais com o crescimento das startups selecionadas construindo um relacionamento com outros hubs de inovação e com o ecossistema de pagamento”, declara Percival Jatobá, vice-presidente de Inovação e Soluções da Visa do Brasil. 

Novidades em 2020 

Com as startups selecionadas, será dado início ao processo que tem duração de cinco meses. O programa, que antes era realizado de forma presencial, passará a ser totalmente virtual. Durante o programa, as startups poderão ter mentorias com o time da Visa e executivos de mercado que tiverem sinergia com as soluções das empresas. Além disso, as selecionadas passarão pelo Bootcamp - etapa em que as startups reavaliam sua estratégia. Essa etapa foi adaptada e agora ocorrerá de forma personalizada, com sessões individuais. 

Outra novidade para as selecionadas é com relação à etapa internacional, que era realizada no Vale do Silício, e agora passará a ser remota. A etapa  foi repensada com o objetivo de trazer os melhores temas de cada um dos hubs globais de inovação, como Tel Aviv, Londres, Singapura e Nova York. Outra novidade é a criação da etapa de diagnóstico com o fundo ONEVC, gestora de Venture Capital baseada em São Francisco com escritório em São Paulo, para ter um raio X da startup do ponto de vista de um investidor logo no início do Programa. 

O Programa de Aceleração Visa é uma iniciativa da Visa do Brasil, empresa líder em pagamentos digitais no mundo, que tem como objetivo fomentar o ecossistema de startups no País e promover o empreendedorismo, inovação, talento e tecnologia. Além de acelerar as startups, a Visa tem o papel de auxiliá-las em sua atuação junto ao mercado e gerar conexões e negócios. O programa acontece desde 2017 e está na sua quarta edição. Já passaram por ele 66 startups, sendo que 29% já fecharam negócios através do Programa. Até o momento são 28 negócios fechados, sendo 50% destes negócios com parceiros Visa, 46% com a própria Visa e 4% entre as startups.

5

Ago

Mundo corporativo

Quatro cuidados que as empresas devem ter com os funcionários em meio à pandemia da Covid-19

Enquanto cientistas de todo o mundo correm para desenvolver uma vacina ou um medicamento eficaz contra o coronavírus, os esforços para conter a pandemia da Covid-19 se resumem a um conjunto de atitudes preventivas como isolamento social, uso de máscaras e a constante higienização das mãos e de objetos. Neste cenário, os profissionais de Recursos Humanos dos mais variados segmentos empresariais começam a se preocupar com o retorno de seus colaboradores ao ambiente de trabalho. É seguro? O que pode ser feito nestes locais para evitar a propagação do vírus?  Pensando em ajudar estes profissionais, especialistas separaram quatro dicas que vão ajudar a  manter a saúde dos colaboradores nas empresas.

Confira abaixo as dicas de especialistas para auxiliar as empresas e RH em meio à pandemia:

1- Transparência e informação de qualidade são fundamentais. Junto com o RH das empresas, reúna informações verdadeiras sobre o momento que estamos vivendo em um informativo para os funcionários.

“As pessoas estão absorvendo uma grande quantidade de informações, vindas de diversos lugares. Redes sociais, rádios, programas televisivos e, até mesmo, familiares e amigos, compartilham diariamente notícias sobre a pandemia e o novo coronavírus. Uma ideia interessante é o time de RH das empresas trabalhar com uma curadoria de informações e, com isso, reuni-las em uma newsletter coesa e resumida, não só com notícias relacionadas à pandemia, mas com notícias positivas e esforços para melhorar o momento que estamos vivendo. Afinal, informação saudável, verificada e de qualidade ajuda a administrar a ansiedade, melhora o foco e mostra que as empresas estão preocupadas com o que chega até os seus colaboradores,” comenta Claudia Galdino, diretora comercial da Vitta, empresa de tecnologia em saúde.

2- Dificuldade em performar durante o isolamento social

Algumas empresas estão indicando baixa na performance de seus colaboradores, com resultados aquém do esperado, mesmo para os profissionais que eram acostumados a ter uma boa entrega. O segredo é entender o momento e se aproximar da melhor maneira dos colaboradores que estão com dificuldade em performar durante a quarentena.

“Nem sempre é possível manter a melhor perfomance profissional, mesmo antes da quarentena, é comum que colaboradores acostumados a ter uma entrega de alto nível, tenham dificuldade em performar em algum momento. Porém, nesse cenário, essas dificuldades ficaram mais acentuadas. Uma de nossas sugestões, é marcar bate-papos para saber sobre a saúde mental do colaborador e oferecer apoio caso seja necessário. Entenda que as pessoas têm dificuldades e qualidades diferentes, estamos em um momento peculiar, que requer tempo para se adaptar. Outros fatores para se aproximar dos colaboradores, é entender a questão geracional e social de cada um, procurando a melhor abordagem para falar sobre adversidades de forma natural. Sem deixar de lado o cuidado com outras questões que, indiretamente, podem impactar na performance profissional. Olhar para a família do colaborador e procurar soluções de saúde para todos é uma maneira de incentivo e gerar empolgação profissional” sugere Caio Nunes, médico e co-fundador da Sanar.

3 - Em empresas que retornaram presencialmente, o cuidado deve ser redobrado

Algumas empresas optaram por retornar as atividades presencialmente, em diversos setores e, de alguma forma, isso trouxe a sensação de normalidade aos colaboradores dessas companhias. Porém, embora a rotina esteja voltando aos poucos, é difícil precisar quando teremos a normalidade pré-pandemia. “ Algumas empresas voltaram a trabalhar presencialmente, mas, sem um plano de retorno efetivo. É muito importante que os RH em conjunto com a diretoria responsável, tenha um plano de contingência completo para o retorno e que tenha equipado o local de trabalho com itens básicos de higiene e, também,  um distanciamento adequado entre seus colaboradores. Os RH também devem considerar testagem em massa dos funcionários e, em caso de contágio, ter um plano reserva para a volta imediata do trabalho remoto. Assim, a empresa não terá que parar novamente e não irá alastrar a doença entre os seus.” comenta Claudia Galdino, diretora comercial da Vitta.

4- Cuidado a distância com a manutenção da vida dos profissionais e de suas famílias

Com a pandemia, os cuidados com a saúde se intensificaram, porém muitas pessoas ainda estão com receio de se dirigir até uma unidade física de atendimento. O RH deve entender que os aspectos psicológicos são acentuados com a pandemia e seus desdobramentos e, isso, impacta diretamente no desempenho profissional. 

“Encontrar soluções de atendimento em saúde a distância é uma ótima opção para manter o equilíbrio das equipes. Cada vez mais, a telessaúde, através de seus mais diversos segmentos, tem demonstrado ser um modelo de atendimento poderoso para trazer acesso facilitado e solução de qualidade em saúde. Que tal disponibilizar atendimento, em formato digital, com médico, psicólogo, nutricionista, assistente social ou até mesmo educador físico para os colaboradores? Esse formato, apoia, conforta e traz comodidade para quem o utiliza. No caso da teletriagem de enfermagem, por exemplo, um profissional de saúde faz uma avaliação dos sintomas e conduz o paciente para a melhor solução. Além de garantir mais segurança para o colaborador e sua família, contar com apoio especializado é mais uma maneira para reter talentos e demonstrar que sua empresa está preocupada e alinhada com o que denominamos Saúde 5.0”, explica Renata Zobaran médica e Diretora de Saúde da TopMed.

5

Ago

Mundo corporativo

Serviço público tem mais pessoal em trabalho remoto que setor privado

O percentual de servidores públicos em trabalho remoto é mais de três vezes a proporção dos empregados no setor privado. Em junho, 24,7% dos trabalhadores do setor público exerciam atividade remota, mas, no setor privado, eram apenas 8%.

Os dados estão no estudo O Teletrabalho no Setor Público e Privado na Pandemia: Potencial Versus Evolução e Desagregação do Efetivo, feito em parceria pelos pesquisadores Geraldo Góes e Felipe Martins, do Ipea, e José Antônio Sena, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que foi divulgado hoje (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Conforme o estudo, em junho, 3 milhões de pessoas ocupadas no setor público estavam nessa condição, o que representa 200 mil a mais do que em maio. Enquanto isso, no setor privado eram 5,7 milhões de pessoas, ou 224 mil a menos que o total estimado para maio. Mesmo na comparação da natureza da atividade, o patamar de pessoas ocupadas e não afastadas em trabalho remoto no setor público é superior aos percentuais do privado, nos setores de serviços, comércio, indústria e agricultura.

Para o Ipea, os resultados evidenciam desigualdade com números gerais de trabalho remoto no país com recortes também por idade, gênero, raça/cor e escolaridade. A maioria das pessoas em teletrabalho tem de 30 a 39 anos, é mulher, predominantemente da cor branca e com nível superior.

Evolução

A pesquisa destacou a evolução do trabalho remoto em maio e junho, de maneira geral no país, indicada na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19, do IBGE. Apesar da estabilidade do número de pessoas trabalhando remotamente nesses meses, as estimativas indicam que, em algumas unidades da federação, os percentuais de pessoas em trabalho remoto aumentaram no Distrito Federal, no Rio Grande do Norte e em Sergipe.

No entanto, caíram em outras como Amazonas e Pará. Segundo os pesquisadores, com o resultado o Amazonas perdeu oito posições no ranking. Saiu da posição de 16º estado em percentual de trabalho remoto em maio (com 9,3%) para 24º (com 6,2%). Alagoas, Amapá e Roraima também perderam posições. Os que mais ganharam foram Rio Grande do Norte, que passou de 13º para 8º, e Sergipe, que foi da 17ª para a 12ª posição.

Os serviços contavam com mais pessoas em trabalho remoto entre as atividades no setor privado. Somaram 3,8 milhões tanto em maio quanto em junho. A indústria registrou o mesmo comportamento que o comércio e alcançou 600 mil pessoas naquele mês. Na agricultura estava próximo de 60 mil pessoas e o comércio com 480 mil representou queda na comparação com maio.

Sobre o número de pessoas com potencial para realizar teletrabalho, a pesquisa concluiu que, no setor público, o número atingiria 6 milhões, o equivalente a 50,7% do total de ocupados. Já no setor privado seriam 15 milhões, correspondentes a 18,6%.

26

Jun

Mundo corporativo

Cosern aposta em tecnologias de redes inteligentes, supera indicadores de qualidade estabelecidos pela Aneel

A maioria das pessoas nem imagina, mas a rede elétrica é composta por uma tecnologia que vai muito além do que postes e cabos. Investimentos em automação, inovação e redes inteligentes (smart grids, em inglês) tem levado a Cosern a reduzir, cada vez mais, a frequência e a duração das interrupções no fornecimento de energia em todo Rio Grande do Norte, superando indicadores e reforçando a confiabilidade do sistema elétrico.

Uma das principais iniciativas que levou a esse cenário foi a implantação do sistema AIR, sigla para Automação Inteligente de Redes, desenvolvido para a auto recomposição das redes. A tecnologia atua em caso de ocorrências provocada por fatores externos que acarretam a interrupção do fornecimento. O sistema identifica o ponto e, sempre que possível, realiza manobras isolando automaticamente o problema e transferindo as cargas para que o menor número possível de clientes fique sem suprimento de energia.

Em função das características das áreas de concessão das distribuidoras, a Aneel estabelece limites de qualidade diferentes, de acordo com a complexidade de cada mercado. Para avaliar o DEC e o FEC de cada concessionária, o órgão regulador leva em consideração peculiaridades como extensão territorial, características da rede elétrica e condições socioeconômicas.  

A Cosern está abaixo dos limites estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para os indicadores de qualidade que avaliam a frequência média das interrupções (FEC, medida em vezes) e a duração média em que isso acontece (DEC, em horas).

A distribuidora potiguar teve FEC de 4,59 vezes no primeiro trimestre de 2020, muito abaixo das 8,01 exigidas pela Aneel e das 5,41 registradas no mesmo período do ano passado. O DEC na concessionária foi de 9,37 horas de janeiro a março deste ano, enquanto o limite regulatório era de 11,92 e o valor nesses meses em 2019 foi de 11,46. Canguaretama, na Região Agreste, por exemplo, já conta com o sistema de automação de redes em 39 religadores.

Como funciona o Sistema AIR

O AIR detecta o local exato do problema, sem a necessidade de intervenção humana, e isola a rede que foi atingida, retomando, imediatamente, o fornecimento para o maior número possível de clientes. Com o sistema, o número de consumidores afetados pode ser reduzido em até 70% e o restabelecimento de energia pode acontecer em até 60 segundos.

Na prática, na ocorrência de uma interrupção, o próprio sistema estabelecesse um “novo caminho” para que a energia alcance o cliente. Todos os equipamentos da rede elétrica estão conectados por uma infraestrutura de telecomunicações (fibra ótica, rede celular 4G ou satélite) a sistemas de controle, em que são programadas sequências lógicas considerando as possibilidades da rede, como número de clientes, carga e tensão. Se houver uma mudança na estrutura da rede, a tensão é alterada e o sistema envia o comando de como cada equipamento vai agir diante da situação.

A ampliação da instalação do Sistema AIR na rede de distribuição reforça o compromisso da Cosern com a qualidade do fornecimento de energia elétrica. O projeto faz parte das iniciativas da empresa para implantação do conceito de Smart Grids (redes inteligentes), nova tendência mundial na distribuição de energia elétrica.

Respostas com mais agilidade

O AIR ainda alerta o Centro de Operações da Cosern e, com isso, danos físicos aos equipamentos podem ser resolvidos também de forma mais eficiente pelas equipes de campo. Garantindo ainda mais agilidade, a gestão das equipes de campo é feita de forma automatizada, desde a implantação do Sistema ClickSoftware, em dezembro de 2019.

No momento em que o aviso é recebido, a ferramenta aciona o time que estiver mais perto e que tenha as habilidades necessárias para reparar os danos à rede elétrica. Essas informações são configuradas na plataforma que coordena, além das ações emergenciais, as preventivas e comerciais nas concessionárias da Neoenergia, entre elas a Cosern.

16

Jun

Mundo corporativo

Potigás realiza Circuito Gastronômico para beneficiar clientes comerciais

Com o objetivo de movimentar a economia potiguar e aquecer as vendas dos clientes comerciais que estão atendendo nos sistemas de delivery ou “take away”, a Companhia Potiguar de Gás realiza, entre os dias 18 e 28 de junho, o Circuito Gourmet Potigás, evento que irá oferecer o melhor da gastronomia regional a preços promocionais.

Os chefs dos restaurantes já estão trabalhando os pratos exclusivos para o Circuito Gourmet Potigás, que esse ano tem como tema “Do mar ao sertão”, e serão elaborados com elementos tradicionais da culinária nordestina. Alguns dos melhores restaurantes, sanduicherias e docerias da capital já confirmaram participação: Agaricus, Cassol, Cascudo Bistrô, Don Matias Parrilla, Faaca, Gimioni, Massa Finna, Olimpo Express, Piazza dei Fiori, Pittsburg, Rafaela Fontes Chocolateria, Refúgio e Requinte, e Thomé Galeria Bistrô.

“O Circuito Gourmet Potigás 2020 foi desenvolvido para contribuir com as vendas dos nossos clientes nesse momento de crise e ao mesmo tempo oferecer para os potiguares a oportunidade de experimentar excelentes pratos da nossa gastronomia regional, feitos pelos melhores chefs do estado e com preços promocionais. Através do evento, estamos ajudando os clientes e incentivando a nossa economia”, ressaltou Larissa Dantas, diretora presidente da Potigás.

Benefícios

Além dos benefícios tradicionais como abastecimento contínuo, segurança, economia e sustentabilidade, os restaurantes que utilizam o gás natural canalizado em suas cozinhas ainda contam com outro benefício durante a crise, já que a Potigás está parcelando, até o dia 30 de junho, as faturas vencidas nos meses de março, abril e maio com a dispensa de multas e juros para aqueles que procurarem a Companhia.

Promoções

O Circuito Gourmet Potigás começa nesta quinta-feira, 18/06, e vai promover promoções e sorteios através das redes sociais. Acompanhe! Site: www.circuitogourmetrn.com.br Instagram: @circuitogourmetpotigas

21

Mai

Mundo corporativo

Você é líder ou gestor? Conheça o treinamento online de liderança alinhada com o contexto atual

Como deve se portar um gestor em meio aos enormes desafios enfrentados pelas pessoas e pelas empresas nesse momento de turbulência? Como conseguir se distanciar de análises políticas e tomar as melhores decisões? Essas dúvidas estão na cabeça de gestores do Brasil e do mundo.

Para ajudá-los a melhorar suas competências e utilizar os recursos disponíveis, a San Martin & Niklas Desenvolvimento Humano irá realizar o Programa Gestão & Liderança – PGL On Line, com aulas ao vivo divididas em 10 módulos, com metodologia inovadora. Os leitores do Blog da Juliska contam com um DESCONTO ESPECIAL de 25% para leitores do Blog da Juliska que realizarem a inscrição pelo cartão de crédito. Acesse o link https://forms.gle/tg3T3TnPK1waSoST6 e use o código de inscrição #juliskasmn2020.

Liderança alinhada ao contexto

“O programa foi desenvolvido especialmente para líderes que desejam criar ou implementar as suas competências, a fim de construir um modelo de liderança e gestão mais alinhados com o contexto atual, de mudanças profundas e constantes”, argumenta Fábio San Martin, sócio-diretor da San Martin & Niklas e um dos instrutores, ao lado de Jodibel Niklas. Os instrutores são Consultores de Empresas, especialistas em desenvolver organizações há mais de 20 anos.

Fábio San Martin destaca que o Programa Gestão & Liderança – PGL vai oferecer aos líderes um treinamento atual e impactante, proporcionando um conteúdo de qualidade e um know-how exclusivo e aplicável na prática. O treinamento pretende oferecer ferramentas de gestão e liderança para que o líder implemente em sua rotina e da empresa.

O PGL On line é dividido em 10 módulos, com 90 minutos cada um. Em cada módulo é trabalhada uma competência essencial da liderança e gestão, e acontecerão sempre das 19h00 às 20h30. Para quem optar pela versão Prime de participação, também participará de dois módulos adicionais: Gestão Financeira e Gestão de Projetos. Também terá acesso exclusivo a 4 lives para interagir com os instrutores do Programa.

Além disso, os participantes receberão um relatório de Gestão comportamental, que é uma poderosa ferramenta de análise comportamental, emitido pela ETALENT, maior empresa de gestão de pessoas da América Latina.

Inscreva-se com DESCONTO ESPECIAL EXCLUSIVO de 25% para leitores do Blog da Juliska que realizarem a inscrição pelo cartão de crédito.

Acesse o link https://forms.gle/tg3T3TnPK1waSoST6 e use o código de inscrição #juliskasmn2020.

 

16

Mai

Mundo corporativo

Treinamento Online inédito para gestores oferece ferramentas e metodologia de sucesso como foco no enfrentamento da crise atual

Como deve se portar um gestor em meio aos enormes desafios enfrentados pelas pessoas e pelas empresas nesse momento de turbulência? Como conseguir se distanciar de análises políticas e tomar decisões de forma assertiva, com segurança, para colher resultados mais à frente? Essas dúvidas permeiam, atualmente, a cabeça de gestores do Brasil e do mundo. Para ajudá-los a melhorar suas competências e utilizar, da melhor forma, os recursos disponíveis, a San Martin & Niklas Desenvolvimento Humano irá realizar o Programa Gestão & Liderança – PGL On Line, com aulas ao vivo divididas em 10 módulos, com um programa exclusivo e metodologia inovadora. Os leitores do Blog da Juliska contam com um DESCONTO ESPECIAL exclusivo para inscrição no programa. Confira. 

“O programa foi desenvolvido especialmente para líderes que desejam criar ou implementar as suas competências, a fim de construir um modelo de liderança e gestão mais alinhados com o contexto atual, de mudanças profundas e constantes”, argumenta Fábio San Martin, sócio-diretor da San Martin & Niklas e um dos instrutores, ao lado de Jodibel Niklas. Os instrutores são Consultores de Empresas, especialistas em desenvolver organizações há mais de 20 anos.

Fábio San Martin destaca que o Programa Gestão & Liderança – PGL vai oferecer aos líderes um treinamento atual e impactante, proporcionando um conteúdo de qualidade e um know-how exclusivo e aplicável na prática. O treinamento pretende oferecer ferramentas de gestão e liderança para que o líder implemente em sua rotina e da empresa.

O PGL On line é dividido em 10 módulos, com 90 minutos cada um. Em cada módulo é trabalhada uma competência essencial da liderança e gestão, e acontecerão sempre das 19h00 às 20h30. Para quem optar pela versão Prime de participação, também participará de dois módulos adicionais: Gestão Financeira e Gestão de Projetos. Também terá acesso exclusivo a 4 lives para interagir com os instrutores do Programa.

Além disso, os participantes receberão um relatório de Gestão comportamental, que é uma poderosa ferramenta de análise comportamental, emitido pela ETALENT, maior empresa de gestão de pessoas da América Latina.

Inscreva-se com DESCONTO ESPECIAL EXCLUSIVO de 25% para leitores do Blog da Juliska que realizarem a inscrição pelo cartão de crédito.

Acesse o link https://forms.gle/tg3T3TnPK1waSoST6 e use o código de inscrição #juliskasmn2020.

 

8

Mai

Mundo corporativo

Senac lança curso gratuito online sobre como iniciar vendas nas plataformas digitais

O Programa de Assistência Digital Empresarial do Senac RN vem desenvolvendo algumas ações, com foco nos empresários, visando auxilia-los na comercialização de seus produtos nas plataformas digitais. Além das lives, que são abertas ao público por meio do canal do Youtube, o programa também desenvolveu um curso online gratuito de Como abrir o seu e-commerce: estratégias e modelos de negócios.

O curso tem cinco módulos, no formato de vídeos-aulas e que traz o passo a passo de como levar o seu negócio para o digital e impulsionar as vendas. O diferencial é que você pode assistir a essas aulas conforme disponibilidade de tempo, ou mesmo, maratonar. Os interessados no curso poderão acessar este link, fazer um cadastro bem rápido e pronto, já pode iniciar o curso. Página de acesso ao curso online gratuito: lp.rn.senac.br/programa-digital

22

Abr

Mundo corporativo

Assista ao Webinar: Indústria do RN, impactos e desafios da pandemia

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, e o presidente da Comissão de Direito Empresarial da OAB/RN, Arnaldo Lázaro, debatem, neste webinar do Blog da Juliska, sobre os impactos e desafios da pandemia de coronavírus para a indústria potiguar. Entre os assuntos abordados, estão as ações encampadas pela Fiern e as alternativas para os empresários sobreviverem à crise e terem uma posterior retomada positiva das atividades. O webinar é realizado com o apoio do Imobanco (www.imobanco.com.br). Confira:

21

Abr

Mundo corporativo

Netflix cria fundo de mais R$ 5 milhões para ajudar profissionais brasileiros

Netflix anunciou o direcionamento de pouco mais de R$ 5,2 milhões para a criação de um fundo de auxílio a trabalhadores considerados “sob a linha de produção” — freelancers e temporários como maquiadores, operadores de câmera, cenógrafos, sonoplastas, design e logística, por exemplo.

Essa categoria abrangente de profissionais envolve trabalho “corpo a corpo”, ou seja, não pode ser conduzido remotamente. Com o impacto trazido pela pandemia global da COVID-19, essas pessoas acabaram se vendo sem trabalho disponível e se estão isoladas em quarentena e sem renda. A iniciativa brasileira é parte de uma ação global da Netflix com fundo majoritário de US$ 100 milhões (R$ 525,71 milhões) destinados a auxílios, distribuídos em diversos países: além do Brasil, EUA, Espanha e o Canadá também estão incluídos.

No Brasil, a ação vem sendo conduzida em parceria com Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (ICAB), braço da Brasil Audiovisual Independente (BRAVI), uma entidade que reúne vários profissionais independentes de produção cinematográfica e televisiva.

Netflix, em ação coordenada, está distribuindo fundos de auxílio a profissionais independentes da indústria do cinema e TV, com pouco mais de R$ 5 milhões destinados especificamente ao Brasil (Foto: Matheus Argentoni/Canaltech)

Segundo o diretor do ICAB, Mauro Garcia, o fundo tem participação da Netflix, mas não é algo exclusivo dela: “Nós gostaríamos de convidar outros representantes da indústria a contribuírem com o fundo, o qual foi exclusivamente criado para apoiar aqueles que são essenciais para o mercado de produção brasileiro”.

Já a Netflix exaltou a ação e a coparticipação junto ao ICAB: "Estamos gratos em trabalhar com o ICAB para apoiar aqueles trabalhadores da produção de filme e televisão que foram os mais atingidos no Brasil. A comunidade criativa brasileira sempre recebeu muito bem a Netflix e agora queremos fazer nossa parte para ajudar quem precisa de apoio neste momento sem precedentes que vivemos", disse o vice-presidente de produções originais para a América Latina da Netflix, Francisco Ramos.

Auxílio globalizado

A ajuda brasileira é parte de uma ação global envolvendo vários países. Ted Sarandos, chefe de criação de conteúdo da empresa de streaming, disse em 20 de março: “A maior parte do fundo irá para o auxílio aos trabalhadores mais impactados de nossas produções ao redor do mundo. Ainda estamos no processo de examinar o que exatamente isso significa. Isso será feito além do pagamento adiantado de duas semanas de trabalho que já asseguramos para equipes e elenco de produções que fomos forçados a suspender”.

O executivo também ressaltou que valores adicionais ao fundo serão doados a instituições fora de seu próprio escopo: “Além de ajudar trabalhadores de nossas próprias produções, nós também queremos apoiar a indústria de filmes e televisão como um todo. Então US$ 15 milhões [R$ 78,86 milhões], serão repassados a entidades e ONGs que estejam oferecendo auxílio emergencial para equipes sem trabalho nos países onde nós temos uma base de produção mais ampla”.

Consultando o portal de mídia da Netflix, encontramos divulgações dedicadas aos mercados espanhol, canadense e estadunidense. Nos EUA e Canadá, as entidades SAG-AFTRA Foundation Covid-19 Disaster Fund, Motion Picture and Television Fund e Actors Fund Emergency Assistance (Estados Unidos) e a AFC e Fondation des Artistes (Canadá) receberão US$ 1 milhão (R$ 5,26 milhões) cada. Na Espanha, as responsáveis serão a Acción Cultural Española (AC/E), a Academia de Cine e o Instituto de la Cinematografía y de las Artes Audiovisuales (ICAA).

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/mercado/netflix-cria-fundo-de-mais-r-5-milhoes-para-ajudar-profissionais-brasileiros-163542/

13

Abr

Mundo corporativo

Marcelo Alecrim é o primeiro convidado do LIDE Talks RN

O Grupo de Líderes Empresariais do Rio Grande do Norte - LIDE RN abriu vagas para o 'Lide Talks Rio Grande do Norte'. Com o tema 'A visão do empreendedor que viveu e superou inúmeras crises econômicas', o evento online, que será transmitido na quarta-feira (15/04), às 11h, convidou para o debate o empresário potiguar Marcelo Alecrim, fundador da ALE, uma das maiores companhias de distribuição de combustíveis do Brasil, e embaixador da Endeavor (organização global sobre empreendimento sem fins lucrativos).

O empresário disse que já passou por várias crises em três décadas de empreendedorismo - Governos Sarney, Collor, a crise da Argentina, as crises internacionais, a crise de 2008-, mas nunca igual a que está em curso, provocada pela pandemia coronavírus. Segundo ele, o planejamento para enfrentar e sair desta crise na saúde, que atingiu em cheio a economia, será longo, e com uma união de esforços todo mundo pode sair dessa com novas oportunidades.

"Não faltará ao povo brasileiro empreendedorismo e inteligência para enfrentarmos esta crise. Com serenidade, honestidade, humildade e resiliência reconstruiremos um país coerente com a nova cultura que se instalará no pós-crise", afirma Alecrim, que terá a companhia do jornalista e presidente do LIDE RN, Jean Valério, na mediação do bate-papo virtual.

10

Abr

Mundo corporativo

TCE e Sebrae reforçam inclusão dos pequenos negócios nas aquisições

Uma pesquisa feita pelo Sebrae e a Fundação Getúlio Vargas e divulgada nesta quarta-feira (8) revela que as micro e pequenas empresas são responsáveis por 36,6% da formação total do Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Norte. Participação que poderá ser severamente impactada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) se não houver uma atenção especial a esse segmento.

Para minimizar os efeitos, o Tribunal de Contas do Estado (TCE), em parceria com o Sebrae, emitiu notas técnicas recomendando a implementação dos dispositivos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa nos 167 municípios do Rio Grande do Norte. As recomendações são para que os prefeitos deem tratamento diferenciado aos pequenos negócios locais e priorizem essas empresas nas aquisições públicas durante o decreto de calamidade pública. Uma cartilha foi elaborada para guiar os gestores públicos nesse processo.

Duas das notas foram encaminhadas  às 167 prefeituras e 17 secretarias de Estado no intuito de reforçar a necessidade de que o poder público dê prioridade às pequenas e microempresas no âmbito das contratações governamentais, principalmente durante o isolamento social necessário para conter a disseminação do novo coronavírus. Segundo a presidência da Corte de Contas, os gestores devem se esforçar ainda mais para o cumprimento do disposto no capítulo V da Lei Complementar nº 123/2006, que dispõe sobre o tratamento diferenciado para micro e pequenas empresas. A prática deverá colaborar para a recuperação das economias locais, atingidas pelas complicações relativas à pandemia.

O assunto foi objeto de resolução conjunta, datada do dia 27 de março, da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), Instituto Ruy Barbosa, Associação Nacional Dos Ministros e Conselheiros-Substitutos dos Tribunais de Contas, entre outras instituições, manifestando apoio ao movimento capitaneado pelo Sebrae.

“Priorizar os pequenos negócios locais nas compras governamentais é fundamental, não somente para o desenvolvimento regional, mas urgente diante da iminência de milhares de empresas encerrarem as atividades no estado e perdermos mais postos de trabalho. O Sebrae defende que, dar prioridade aos pequenos negócios nas aquisições públicas agora, é dar uma resposta local ao enfrentamento do coronavírus”, defende o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, o Zeca Melo.

Licita Fácil

O TCE está reforçando a divulgação do portal Licita Fácil, ferramenta virtual desenvolvida em parceria com o Sebrae-RN que disponibiliza aos pequenos e micro empreendedores os editais de licitações em curso no Estado. O objetivo é fortalecer a economia local, a partir do estímulo ao desenvolvimento dos pequenos negócios. Para facilitar o acesso ao portal, o TCE irá disponibilizar um banner com link sobre a área de notícias. O Licita Fácil foi lançado em novembro de 2017. No RN, há mais de 160 mil empresas optantes pelo Simples Nacional, o que representa 95% de toda a iniciativa privada existente no Estado. Em sua maioria, são revendedores de roupas, mercadinhos, salões de beleza e lanchonetes. O Portal Licita Fácil RN pode ser acessado através do link: http://licitafacil.tce.rn.gov.br. 

“O Tribunal de Contas, na linha do que defende a Atricon, entende ser importante estimular a economia local, pois ameniza o imenso sufoco causado pela pandemia. Daí, neste momento excepcional, exerce seu papel pedagógico junto aos seus jurisdicionados, orientando-os a fomentar o pequeno negócio, sem descuidar das suas finanças”, disse o presidente do TCE-RN, Poti Júnior.

Notas Técnicas

Segundo o TCE, foram  editadas quatro notas técnicas, que visam estabelecer esclarecimentos relacionados a esse momento de pandemia, abordando temas ligados à fiscalização por parte do tribunal. Duas delas, no entanto, tratam de aspectos relacionados a contratações públicas e refletem nos pequenos negócios. A nota técnica 001/2020 traz, entre outras coisas, esclarecimentos sobre o preenchimento do anexo 38 para os editais de licitações e a manutenção dos portais de transparência, incluindo as situações de dispensa de licitação. O ofício orienta os gestores para o envio de editais de contratações que vão servir para alimentar o Portal  Licita Fácil, cujo objetivo é divulgar esse material junto aos pequenos negócios interessados nas compras governamentais.

A outra é a nota técnica 004/2020, que repassa orientações acerca das contratações e aquisições realizadas com base na lei 13.979, de 2020, regulamentada para essa situação de emergência. Ela esclarece várias dúvidas de procedimentos que devem ser adotados pelos gestores públicos com base na legislação. Nessa nota, o TCE destaca a importância das contratações das micro e pequenas empresas como recomenda a Lei Geral, a Lei Complementar. 123, de 2006.

"Estamos deixando claro para os gestores públicos que, nessas contratações de bens, serviços, inclusive de engenharia, nesse momento de enfrentamento do coronavírus, continua sendo necessário observar a prioridade das microempresas e empresas de pequeno porte nessas contratações como determina a Lei Complementar 123. O incentivo aos pequenos negócios é uma das estratégias para mitigar os efeitos perversos dessa pandemia".

30

Mar

Mundo corporativo

[WEBINAR] "Empresas x Covid-19 - Alternativas à Crise" ouve especialistas sobre saídas para os empreendedores

O Blog da Juliska intermediou hoje um Webinar para discutir alternativas à crise para as empresas que, de maneira geral, estão enfrentando a gravíssima tempestade que se abateu sobre a economia do nosso Estado, do país e do mundo, com a pandemia do Coronavírus. 

Convidamos o presidente da Comissão de Direito Empresarial da OAB/RN, Arnaldo Lázaro, que é mestre em Direito Empresarial e compliance Officer, para falar das medidas possíveis aos empresários, como a repactuação de contratos e a proteção patrimonial; e o jornalista e presidente do LIDE/RN, Jean Valério, CEO do Fórum Negócios e comentarista de empreendedorismo da InterTV, para traçar os cenários enfrentados pelos empresários no momento, suas maiores angústias e possíveis saídas. 

O Webinar foi realizado com a ferramenta digital gentilmente cedida pelo Imobanco. 

27

Mar

Mundo corporativo

Cooperativa disponibiliza serviço de urgência odontológica aberto ao público

Nesses dias em que quase tudo está fechado, a Cooperativa Uniodonto-RN está sendo uma opção de Urgência Odontológica para quem necessitar. Atendendo de domingo a domingo, 24h aberta, inclusive durante a madrugada, para atender não somente beneficiários do próprio plano mas também casos de urgência particular. 

A empresa destaca para o blog que são somente casos de urgência – aqueles que demandam atendimento de rotina de consultório devem aguardar a normalização da situação. A urgência da Uniodonto funciona na Av. Açu, 667, no bairro do Tirol.

26

Mar

Mundo corporativo

Prefeitura de Natal amplia investimentos em Segurança Pública

A área da segurança pública e defesa social tem recebido investimentos maciços da Prefeitura de Natal, que, mesmo sem ter essa obrigação constitucional, está priorizando o setor. Além do plano da valorização funcional da tropa da Guarda Municipal, anunciado recentemente, a Prefeitura prepara para os próximos dias uma série de iniciativas que vão contribuir para o combate à criminalidade na cidade. Uma delas é a base localizada na Praça Gentil Ferreira, no Alecrim. O espaço vai servir como ponto de apoio para as guarnições que estiverem em operação, bem como será a sede do Grupamento de Apoio Patrimonial (GAPA), que contará com uma equipe em serviço 24 horas por dia para atender a toda a cidade.

Há poucos dias, a Prefeitura apresentou para os guardas municipais o Plano de Carreiras e Salários da categoria. A medida é mais uma que a gestão municipal implementa com o objetivo de fortalecer o enfrentamento a violência na capital potiguar. “O plano de cargos e salários era esperado há 29 anos pelos homens e mulheres que fazem parte dos quadros da Guarda Municipal de Natal e que agora vamos concretizar, dentro da política de compromisso, determinação e prioridade que a Prefeitura dá à segurança pública”, destaca o prefeito Álvaro Dias.

O plano da GMN prevê a reorganização funcional da categoria com criação de classes; unificação de alguns postos; promoção de guardas após 29 anos; unificação de gratificações e vantagens; garantia de mobilidade funcional e progressão salarial ao longo da carreira. Presidente do Sindicato dos Guardas Municipais do RN (Sindiguardas), Souza Júnior celebra a implementação do plano. “Um sonho que está se concretizando, uma luta de quase 30 anos, desde a criação da Guarda Municipal em 1991. Vamos ter as carreiras estabelecidas, as devidas promoções e, ao longo do tempo, os guardas vão poder subir na carreira”, aponta Souza.

Os avanços também estão acontecendo na parte estrutural e de equipamentos. A Guarda está recebendo neste mês cinco novas viaturas — sendo uma delas para a implementação da Patrulha Maria da Penha —, 160 coletes à prova de balas, 100 algemas, 290 dispositivos com spray de pimenta e 25 computadores. Todos esses equipamentos e materiais foram adquiridos com recursos próprios da Prefeitura. Ao longo de 2019, a GMN já havia sido equipada com cinco viaturas operacionais, 100 coletes balísticos dissimulados; 25 mil munições e 30 pistolas semiautomáticas da marca Taurus e calibre 380, rádios portáteis de comunicação e motocicletas.

Ainda na relação de ações do Município na segurança pública estão a criação da Ronda Ostensiva da Guarda Municipal do Natal (Romu/GMN); da Ronda de Proteção Escolar (ROPE) e a Ronda da Saúde (RondaS). Além disso, a Prefeitura de Natal oficializou através de decreto o Plano Municipal de Políticas sobre Drogas.

"Não podemos fechar os olhos para a questão da segurança pública. Quanto mais ajuda, melhor. Entendemos a importância dessas ações e a gestão municipal não se furta em contribuir no que estiver ao seu alcance. Temos orgulho de dizer que essa administração é a que mais tem investido na história da cidade em capacitação, aperfeiçoamento, valorização salarial e geração de condições de trabalho para a Guarda Municipal de Natal. Aliado a isso, temos um trabalho forte de inteligência e integração junto às demais forças de segurança para proteger o cidadão", aponta o prefeito Álvaro Dias.