O sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil (Bacen), o Pix, ganha cada vez mais adesão dos brasileiros. Segundo João Manoel de Pinho Mello, diretor da instituição, 253,5 milhões de chaves já haviam sido cadastradas até 31 de maio.

Os dados foram divulgados por ele na noite de segunda-feira (7) em um encontro da Fundação Getúlio Vargas (FGV), mas as informações oficiais devem ser apresentadas nos próximos dias. Mello diz que já foram feitas 2 bilhões de transações pelo sistema entre o lançamento do Pix e o fim de maio. Essas operações movimentaram R$ 1,4 trilhão.

O executivo apontou, ainda, que o Pix é cada vez mais popular no comércio. Em novembro de 2020, 87% das transações eram feitas entre duas pessoas físicas e 5% eram de pessoas para empresas. Agora, os percentuais são de 75% e 12%, respectivamente.

Mello explica que as transações ainda ocorrem em maior número entre pessoas e pequenos empreendedores, que não têm acesso a muitas opções de pagamento (diferentemente dos grandes varejistas). Com cada vez mais consumidores interessados em pagar por Pix, porém, a expectativa é que as empresas de médio porte passem a ter mais transações.

Fonte: G1, via Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/mercado/pix-ja-movimentou-r-14-trilhao-em-mais-de-235-milhoes-de-chaves-cadastradas-186866/