A foto, de 2015, registra o último encontro que tive com o jornalista e imortal da Academia Brasileira de Letras, Murilo Melo Filho. Na ocasião, ambos iríamos receber uma homenagem na Assembleia Legislativa pelo Dia do Jornalista. Aproximei-me e agradeci a ele a generosidade e carinho enormes que me dispensou quando eu, recém-admitida estagiária no Diário de Natal, nos idos de 2000, tive a oportunidade de fazer um perfil de página inteira falando de sua vida e vivências como jornalista e acadêmico. Murilo havia sido, entre outras coisas, o único jornalista brasileiro a cobrir a Guerra do Vietnã e a Guerra do Camboja. Conheceu inúmeros chefes de Estado e acumulou prêmios e medalhas ao longo de sua carreira. 

Ao ler a matéria que tinha escrito sobre ele no Diário de Natal, Murilo, gentilmente, dirigiu carta à direção do jornal e a mim, elogiando a qualidade do texto e prevendo um futuro promissor no jornalismo para aquela jovem estagiária. Incentivo precioso de um potiguar de renome para a menina que sonhava conquistar seu espaço no veículo que tanto admirava, para seguir uma carreira sonhada desde a infância. 

Quando o reencontrei, em 2015, contei que tinha feito carreira por 10 anos no jornal, sendo sua Editora Executiva quando encerrou as atividades por decisão dos Diários Associados, em 2012. Agradeci aquele tão importante incentivo em meu início de carreira, naquela época já tinha quase 15 anos, e ele, atencioso e gentil, repetiu os mesmos votos de êxito. Pouco depois, proferiu um belíssimo discurso sobre jornalistas e seu ofício no plenário da Assembleia. 

Hoje, ao saber da notícia de sua morte, pensei: vai-se um lorde, um homem de grande inteligência, um jornalista de vivências únicas e um potiguar de coração enorme. Murilo Melo Filho partiu por falência múltipla de órgãos, depois de três anos sofrendo as sequelas de uma AVC que o atingiu em 2017. 

Descanse em paz, Murilo Melo Filho. Obrigada pela honra de ter tido de você, palavras preciosas de um incentivo determinante à minha carreira. Até a próxima.

Juliska Azevedo