O CEO do GoogleSundar Pichai, anunciou nesta quarta (28) aos funcionários que a empresa vai exigir a vacinação de todos os trabalhadores quando estes retornarem aos escritórios. A decisão, publicada em carta obtida pelo New York Times, também confirma o adiamento da volta da empresa ao ambiente de trabalho, previsto anteriormente para setembro e agora remarcada para 18 de outubro.

Com o anúncio, o Google é oficialmente a primeira empresa de tecnologia do Vale do Silício a exigir a vacinação de seus funcionários para o retorno aos escritórios, seja nos EUA ou ao redor do mundo – enquanto no território estadunidense o requerimento será protocolado nas próximas semanas, em outras regiões ela será aplicada em questão de meses. A medida acompanha as expectativas em torno da Casa Branca, conforme o presidente norte-americano Joe Biden pretende fazer a mesma exigência a todos os funcionários federais.

Ainda que a manobra seja admirável, é válido dizer que a companhia está adiantando um passo. Com a alta de casos de Covid-19 nos EUA por conta da variante Delta, muitos dos negócios no momento estão preocupadas primeiro em quando promover a volta dos escritórios que exatamente como fazer isso acontecer de forma segura a todos os envolvidos. Neste sentido, o Google acompanha a Apple, que também adiou a transição do trabalho remoto pro presencial para outubro.

Quem dá a letra desse processo todo é Tim CookProcurado pela CNBC, o CEO da Apple comentou a decisão do Google com a declaração de que “o maior foco no momento é quando voltar” e que a empresa “está monitorando o cenário diariamente para concluir qual será a resposta certa” nesse departamento.

Fonte: Portal B9, disponível em: https://www.b9.com.br/148230/google-vai-exigir-que-funcionarios-estejam-vacinados-da-covid-19-para-voltar-a-escritorios/