Os usuários do Facebook estão passando mais tempo assistindo a vídeos na rede social. Durante a conferência sobre os resultados do 2º trimestre, Mark Zuckerberg disse que o formato representa quase metade de todo o tempo gasto na plataforma.

O CEO também revelou que a popularidade de vídeos curtos, como o Instagram Reels, está crescendo rapidamente. Esses conteúdos são os "maiores colaboradores para o aumento do engajamento” nas redes sociais.

Apesar de não ter compartilhado estatísticas específicas, novas informações sugerem que o Reels está ganhando cada vez mais força. Assim, a empresa está conseguindo atrair mais criadores para a plataforma.

Segundo Zuckerberg, o foco do Facebook em influenciadores e loja virtuais ajudará a atingir o objetivo de se tornar uma “empresa metaversa”. Para isso, um executivo do Instagram irá iniciar uma equipe focada na expansão do novo modelo.

Instagram Reels dobrou o limite de tempo para os conteúdos.

“Pense em uma internet em que você está realmente dentro dela, em vez de apenas observando. Você conseguirá fazer basicamente tudo o que pode na internet de hoje e outras coisas que não fazem sentido atualmente, como dançar”, explica o CEO.

Disputa contra o TikTok e YouTube

Visando atrair mais criadores para a plataforma, o Facebook permite a monetização de todas as categorias de vídeos. Além disso, a empresa revelou que pretende investir US$ 1 bilhão para influenciadores até 2022.

O Instagram também está adotando novas estratégias para conseguir competir contra o TikTok. Por exemplo, a rede social vai focar em vídeos para disputar audiência com o aplicativo rival.

Entre as várias ações, a ferramenta Reels aumentou o limite de tempo dos conteúdos para até 60 segundos. Mesmo modelo adotado pela concorrente e que foi essencial para alcançar maiores índices de popularidade.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/222097-facebook-usuarios-gastam-metade-tempo-videos.htm