E-mails internos do Facebook Inc. tornados públicos no Tribunal revelam as preocupações de um funcionário de que a empresa deturpou o público estimado dos anunciantes, chamando a prática de “profundamente errada”. Mas os altos executivos não quiseram resolver o problema porque o impacto na receita teria sido “significativo”, de acordo com um arquivamento da quarta-feira, 17,  no Tribunal Federal de São Francisco.

O Facebook está lutando contra um processo de 2018 no qual um pequeno empresário alega que a gigante das mídias sociais infla suas estimativas do número de pessoas que um anúncio poderia alcançar. Este mês, um juiz se recusou a rejeitar alegações de fraude e disse que a empresa deveria se preparar para o julgamento, enquanto descartava alegações de violação de contrato.

A empresa procurou manter alguns arquivos confidenciais por preocupar-se com a sensibilidade do conteúdo, mas o juiz distrital dos EUA, James Donato, decidiu que o assunto era de interesse público. O Facebook enfrentou críticas após divulgar erros na forma como calculava as métricas de anúncios e, desde então, fez mudanças para esclarecer como esses números são determinados.

Os advogados do requerente argumentam que as comunicações internas mostram que o Facebook sabia que seu “alcance potencial” era enganoso, mesmo enquanto a empresa minimizava a métrica em processos judiciais. “O Facebook sabia que o problema era em grande parte devido a contas falsas e duplicadas”, mas tomou uma “decisão deliberada” de não remover essas contas de alcance potencial, diz o arquivo.

Um gerente de produto de alcance potencial não identificado é citado dizendo: “É uma receita que nunca deveríamos ter feito dado o fato de que é baseada em dados errados”. O Facebook não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. Quando o caso foi arquivado pela primeira vez, a empresa disse que foi sem mérito.

Donato não abordou o mérito das alegações de fraude em sua decisão de 12 de fevereiro, mas disse que o autor cumpriu os requisitos legais para prosseguir com alegações de que o Facebook sabia de problemas com potencial alcance e tentou escondê-los.

Ao Meio & Mensagem, o Facebook explicou seu lado: “Esses documentos estão sendo escolhidos a dedo para se encaixar na narrativa do demandante. ‘Alcance potencial’ é uma ferramenta útil para o planejamento de campanha, pela qual os anunciantes nunca são cobrados. Trata-se de uma estimativa e deixamos claro como ela é calculada em nossa interface de anúncios e na Central de Ajuda”.

Fonte: Portal Meio e Mensagem

Disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2021/02/19/facebook-e-acusado-de-inflar-metricas-de-anuncios.html