Nesta quinta-feira, 8 de abril, a partir das 10h, um estudante da Universidade Federal do Rio Grande do Norte terá a oportunidade de discutir Ciência, durante o evento O Valor da Ciência, com o francês Serge Haroche, que levou o Nobel de Física em 2012. O debate é promovido pela Academia Brasileira de Ciências e pela Nobel Prize Outreach (braço de comunicação da Fundação Nobel), em colaboração com o Instituto Serrapilheira. 

O escolhido é Pedro Pinheiro Cabral, aluno da graduação em Física na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ele participará da mesa-redonda com Serge Haroche, com início às 12h30. A iniciativa é inédita no Brasil e tem como objetivo não só inspirar estudantes interessados no desenvolvimento de pesquisas científicas, mas também servir para promover uma discussão sobre a importância da ciência para a sociedade e para a elaboração de políticas públicas com base no conhecimento científico. O processo de seleção contou com mais de 170 candidatos de 90 universidades públicas e privadas de 23 estados do Brasil e do Distrito Federal. Foram selecionados 40 estudantes. 

May-Britt Moser foi uma das três pessoas que receberam o Prêmio Nobel de Medicina em 2014 por conta de suas descobertas de células cerebrais que definem nossa orientação espacial. Já Serge Haroche dividiu o prêmio de Física em 2012 por métodos experimentais inovadores que permitem a medição e manipulação de sistemas quânticos individuais.

“Uma discussão com dois vencedores do Prêmio Nobel a respeito do valor da ciência, num momento complexo como este que atravessamos, representa uma oportunidade ímpar para refletirmos sobre o papel da ciência no desenvolvimento da humanidade e no enfrentamento dos desafios que temos diante de nós. Devemos buscar, amparados pelo que há de mais avançado no conhecimento científico, caminhos que nos permitam, de forma sustentável, preservar vidas e retomar o desenvolvimento econômico, gerando empregos, renda e inclusão social”, disse Luiz Davidovich, presidente da Academia Brasileira de Ciências.

“Sabemos por experiência própria que o Prêmio Nobel e as conquistas dos laureados são uma grande inspiração para os jovens de todo o mundo. Estamos muito satisfeitos em poder promover este encontro digital entre dois distinguidos laureados e estudantes de todo o Brasil”, disse Laura Sprechmann, CEO da Nobel Prize Outreach.

Programação 

O encontro será dividido em dois blocos, a partir das 10h. O primeiro contará com um diálogo entre May-Britt Moser e Serge Haroche, que serão acompanhados por Luiz Davidovich, presidente da Academia Brasileira de Ciências, e Helena Nader, copresidente da Rede Interamericana de Academias de Ciências. A conversa será conduzida por Adam Smith, diretor científico da Nobel Prize Outreach. Na segunda parte, teremos, em sequência, duas mesas-redondas com os ganhadores do Prêmio Nobel (primeiro com May-Britt Moser, depois com Serge Haroche), nas quais os estudantes universitários de todo o Brasil, previamente selecionados (20 em cada mesa-redonda), terão a oportunidade de se juntar aos laureados em uma sessão de perguntas e respostas. 

O evento será conduzido em inglês, com tradução simultânea disponível. A transmissão será realizada no canal Nobel Prize do YouTube, e os interessados poderão acompanhar com tradução em português (https://www.youtube.com/watch?v=ffmcJedP6Yg) ou pelo áudio original em inglês (https://www.youtube.com/watch?v=h7Q2gcgHZWI). 

O encontro on-line é promovido pela Academia Brasileira de Ciências em parceria com Nobel Prize Outreach e colaboração do Instituto Serrapilheira. A atividade é um evento prévio ao Diálogo Nobel Brasil, que está previsto para acontecer no Brasil em 2022.

Sobre a Academia Brasileira de Ciências 

A Academia Brasileira de Ciências (ABC), fundada em 1916, é uma organização não governamental, sem fins lucrativos e independente que atua como sociedade científica honorífica e como think tank na área de ciência e tecnologia. O ABC assessora o governo em políticas científicas, quando solicitado, e desenvolve estudos estratégicos sobre temas de grande importância para a sociedade brasileira. A Academia está comprometida com o desenvolvimento científico do país e seus membros interagem ativamente, nos níveis nacional e internacional, para promover a ciência e buscar soluções baseadas no conhecimento científico para os problemas mais desafiadores nos níveis nacional, regional e global.

Sobre a Nobel Prize Outreach 

A Nobel Prize Outreach difunde informações sobre as descobertas reconhecidas com o Prêmio Nobel e estimula o interesse pela ciência, literatura e paz, em linha com a visão e o legado de Alfred Nobel. A organização atinge um público global de milhões de pessoas, por meio de suas produções de alta qualidade: os canais digitais oficiais do Prêmio Nobel, o Concerto do Prêmio Nobel, bem como uma série de eventos internacionais com palestras inspiradoras de ganhadores do Prêmio Nobel.