Pagar contas de água, luz, gás, IPTU e tantos outros serviços faz parte das rotinas dos brasileiros. Não é à toa que esses valores são considerados gastos fixos – aqueles boletos que, faça chuva ou faça sol, batem à porta todos os meses.

Mas, você sabia que é possível pagar esses boletos pelo cartão de crédito, de forma automática, sem ter que se apegar às datas de vencimento, correndo risco de pagar multas ou juros, e ainda ser bonificado pelos pagamentos? No Rio Grande do Norte é possível pagar as contas da Cosern por esse tipo de sistema.

Essa solução de pagamentos é fácil e gratuita, se tornando um grande aliado no controle mensal de gastos, e um ótimo parceiro dos programas de milhagem. O aplicativo iq, um serviço de cadastramento e pagamento de contas automáticas com o cartão de crédito foi desenvolvido exatamente para solucionar esse gap de mercado.

Como ganhar milhas pagando as contas de casa
Tradicionalmente, os consumidores pagam todos os meses suas contas pessoais sem receber qualquer tipo de bonificação por isso. Com o iq, é possível agendar o pagamento de contas e boletos fixos, e programar o pagamento para que seja feito via cartão de crédito automaticamente. A vantagem de utilizar este método de pagamento é que, ao efetuar pagamentos via crédito, o usuário começa a acumular milhas, que nada mais são do que pontos que podem ser trocados por produtos e serviços.

Com o saldo de milhas, o usuário pode resgatar produtos que vão desde smartphones, televisões e caixinhas de som até utensílios domésticos, eletrodomésticos e bebidas, como vinho, whisky e café. Para se ter uma ideia do que é possível adquirir com milhas, o iq fez um levantamento de quantos pontos em média um usuário conquista em um ano de acordo com a quantidade de contas cadastradas.

Uma pessoa que paga mensalmente até duas contas de casa com valores mínimos de R$ 175,00, pode acumular até 1.129 milhas a mais por ano. Já um usuário que paga entre três e cinco contas com valor mensal mínimo de R$ 165,00 pode ganhar até 3.506 pontos a mais por ano. Para os milheiros de plantão ou para aqueles que querem aproveitar ao máximo todos os benefícios oferecidos, ao cadastrar cinco ou mais contas com valores mínimos de R$ 137,00, serão conquistados até 12.356 milhas a mais por ano.

Estes valores se referem apenas aos pontos que podem ser acumulados ao efetuar os pagamentos de contas utilizando o iq. Quando somados aos demais pontos que podem ser conquistados pelas regras específicas de cada programa de milhagem, a bonificação tende a  ser surpreendente.

Conquistei centenas de milhas. O que fazer com elas?
No geral, as pessoas relacionam o uso de milhas a viagens. E, nesta época de pandemia, em que a locomoção está cada vez mais restrita e limitada, você pode estar se perguntando o que fazer com uma quantidade tão grade de milhas.

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que os programas de milhagem não se resumem a produtos como passagens e hospedagem. Existem dezenas de opções disponíveis, que vão de saúde e beleza a comércio e turismo.

Aqui estão algumas das milhares de possibilidades do que pode ser adquirido por meio de pontos: com 9.900 milhas já é possível resgatar um ventilador de mesa, por exemplo. Uma Smart TV 55’’ pode sair por 195 mil pontos, e uma lavadora de roupas, por 206 mil pontos.

Estas são apenas algumas opções de como podem ser utilizados os pontos adquiridos, mas o mercado das milhas hoje é quase infinito. E para aqueles que são do time de milheiros e ainda preferem investir seus benefícios em viagens, este pode ser um momento interessante. Com a baixa demanda em voos e hotéis, é possível encontrar boas opções de pacotes turísticos disponíveis no mercado para serem trocados por milhas.

Uma recente pesquisa realizada pela MaxMilhas apontou que 83% das pessoas atualmente preferem voos nacionais por conta das restrições nas fronteiras internacionais. Com a queda no preço médio das tarifas, é possível encontrar promoções com voos a partir de apenas três mil pontos. De acordo com o levantamento, os principais destinos para viagens com milhas pós pandemia são do Nordeste, com destaque para Salvador, Fortaleza, Recife, Maceió e Natal. São Paulo e Porto Alegre também aparecem no ranking.

E para aqueles que desejam investir suas milhas no turismo, mas sem viajar, há ainda a opção de vender os pontos em sites especializados em passagens e hotéis.

Como você pode ver, pagar suas contas pelo iq não significa apenas organização financeira e praticidade, mas a possibilidade de resgatar prêmios, viagens e, até mesmo, ganhar dinheiro pela venda das milhas. Quer conhecer mais sobre a plataforma, cadastrar suas contas e começar a acumular milhas? Acesse: www.iq.com.br.