Mercado

17

Ago

Mercado

Pesquisa mostra que consumidores e empresários se adaptaram à pandemia

Limitados pelas restrições impostas pelo isolamento social da pandemia do novo coronavírus, os consumidores brasileiros tiveram que se adaptar, e os comerciantes e empresários que dependem deles também.

Uma nova pesquisa feita pelo Sebrae, revelada com exclusividade à Agência Brasil, mostra que microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas de 18 estados brasileiros mudaram procedimentos e hábitos já estabelecidos em seus negócios para tentar manter o ritmo econômico durante a pandemia. Segundo o estudo, o foco dos consumidores em relacionamentos online veio para ficar.

Os dados são da pesquisa “Pequenos Negócios e o Enfrentamento da Crise do Coronavírus”, um levantamento qualitativo realizado em duas etapas - entre abril e junho deste ano - em 11 segmentos empresariais, majoritariamente formados por microempresas (54% do total de pesquisados). Os ramos de atuação foram: varejo, alimentação, moda, beleza e turismo.

A pesquisa destaca a digitalização dos negócios, mas também mostra que vários ramos, como o de moda, adotaram uma abordagem “híbrida”, com fortalecimento de experiências presenciais e o intenso uso de canais online em vendas e relacionamento com o mercado.

Empresários do ramos de alimentação afirmaram que ainda estão procurando o modo mais viável de realizar negócios mostrando para os clientes que as medidas sanitárias necessárias para afastar o perigo de contágio do novo coronavírus estão sendo tomadas.

Fonte: Agência Brasil

15

Ago

Mercado

Online e gratuito, Congresso Abrasel discute a retomada dos negócios no país

Melhor encontro de conhecimento do setor de alimentação fora do lar no país, o Congresso Nacional Abrasel, ocorrerá de forma totalmente online e gratuita. Com o tema: Retomada, o futuro da alimentação fora do lar, o evento irá reunir virtualmente em sua 32ª edição, entre os dias 26 e 28 de agosto, os principais líderes empresariais e da gastronomia para discutir os desafios e apresentar propostas para ganho de produtividade em bares, restaurantes e afins, levando informação e conhecimento para todos que se interessem. Acesse congressoabrasel.com.br e faça gratuitamente a sua inscrição. 

Junto à programação técnica, com painéis e palestras, os participantes poderão desfrutar da feira virtual, com a presença dos principais parceiros da entidade. E, em paralelo, é realizado o Mesa ao Vivo Brasília, pelo 9º ano consecutivo. Com o objetivo de gerar mais produtividade e rendimento para quem trabalha no setor. 

Segundo o presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci, o formato virtual do Congresso Abrasel traz ganhos disruptivos. “Sabíamos que o momento de transformar o evento físico em digital chegaria, mas não de forma tão abrupta. Tivemos que pensar e estruturar uma forma segura de produzir o Congresso e ajudar da melhor maneira na retomada do setor”, explica. “É uma grande possiblidade de expansão do evento como um todo. Podemos ter palestrantes de qualquer parte do mundo e de forma gratuita”, complementa. 

Time de peso 

A programação de palestras e painéis terá três eixos de conteúdo:  

Eixo 1 – Factual, com temas como marco regulatório, tributário, trabalhista, financiamento e crédito;  
Eixo 2 – Brasil Novo, com pautas transformadoras - Meios de pagamentos, vendas e pagamentos digitais, privacidade de dados e fake news, economia circular; urbanismo; contexto Brasil e mundo;  
Eixo 3 – Gestão e consumidor, com temas de empreendedorismo, novos modelos de negócio; digitalização de negócios e processos; delivery e take away; gestão de pessoas, comportamento e relacionamento com o consumidor. 


Grandes líderes empresariais estarão a um clique de distância dos participantes do evento. Entre os nomes já confirmados, estão: Jean Jereissati, CEO da Ambev; Olivier Anquier, chef do L’Entrecôte d’Olivier, apresentador e empreendedor; Paulo Camargo, presidente do MC Donald's Brasil; Gilberto Tomazoni, presidente da JBS; Diego Barreto, CFO e VP de Estratégia do iFood; Tom Leite, CEO do Grupo Trigo (Spoleto, LeBonton, Koni e Gurumê); Alexandre Barreto, presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE; Isaac Azac, sócio-fundador da rede de restaurantes Paris 6; Janaína Rueda, Chef de Cozinha e proprietária do Bar da Dona Onça (SP); Andressa Cabral, chef e proprietária do Meza Bar (RJ); Roberto Guido, CEO da Z-tech Brasil; Carlos Eduardo Brandt e Breno Lobo, respectivamente chefe adjunto e chefe de subunidade do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central do Brasil; Simone Galante, fundadora e CEO da Galunion. 

Inovação na feira virtual 

Também em novo formato, a feira que acontece durante o Congresso Nacional Abrasel será totalmente de forma online. A experiência, tanto para o usuário quanto para o visitante, possibilitará novos modelos de interação comercial, conforme explica o diretor de Relações Governamentais e Projetos Especiais da Abrasel, Jaime Recena. “O expositor vai poder contar com aparatos tecnológicos, como lives, vídeos, materiais para download e chat de atendimento para poder expor seu produto e atender os visitantes da melhor forma. Ao mesmo tempo que o visitante terá acesso ao Fórum, ele também terá à Feira”, completa Jaime. 

O 32º Congresso Nacional Abrasel é uma realização da Abrasel e Mundo Mesa, tem apoio da Fispal Food Service e conta com os patrocínios de Alelo, Ambev, Coca-Cola, Ecolab, Grupo Petrópolis, Ticket, Souza Cruz, Stone e Sodexo.

15

Ago

Mercado

Empresas devem seguir regras para manter teletrabalho e home office

Antes da atual necessidade de isolamento social, o regime de teletrabalho já era definido por lei, mas enfrentava certa resistência por parte das empresas, que temiam baixa produtividade dos funcionários. Tudo mudou com a prolongação da quarentena na pandemia e com grande parte dos trabalhadores atuando remotamente.

As empresas perceberam que, ao contrário do que era esperado, a produtividade dos colaboradores permaneceu no mesmo patamar e, em muitos casos, até aumentou. Algumas dúvidas ainda permanecem e uma delas é se veremos uma consolidação dessa modalidade quando a pandemia acabar, ou se tudo voltará a ser como antes.

A advogada especialista em Direito do Trabalho, Karolen Gualda Beber, explica que teletrabalho e home office são situações diferentes, sendo que o primeiro é previsto pela CLT, enquanto que o segundo é uma situação mais pontual. “E para manter seus funcionários trabalhando em casa agora e posteriormente, é importante que as empresas acionem sua assessoria jurídica, pois ajustes e alinhamentos nos contratos são necessários”.

Com relação aos benefícios e equipamentos essenciais ao trabalhador remoto, com exceção do vale transporte, a justiça entende que todos os demais benefícios devem ser mantidos. Já os equipamentos e custos extras devem constar no contrato de trabalho. “A empresa precisa fazer um aditivo, inserindo quais são as responsabilidades de cada parte. A lei não determina que as empresas paguem por custos extras, mas é uma cláusula que deve constar obrigatoriamente no contrato”, explica.

A sócia do escritório Castro Oliveira Advogados, Cyntia Possídio Lima, acredita que o isolamento social apenas acelerou uma transição que vinha se consolidando. “Essa é uma é uma realidade que veio para ficar. A adoção do home office ou teletrabalho só cresceu desde então, devido ao desenvolvimento da tecnologia, fruto de uma era na qual se impera a lógica digital, tornando as relações de trabalho mais fluidas”.

Ela acredita que essa nova tendência no mercado de trabalho está muito conectada com as ambições das novas gerações, que buscam formas diferentes de focar sua energia, perseguindo valores mais presentes no teletrabalho e no coworking. “O mercado de trabalho está cada vez mais voltado às novas gerações, que buscam a felicidade e não mais a estabilidade e a consolidação de modelos preexistentes, considerados ultrapassados”, pontua.

Para a especialista, nem as obrigações impostas para empresas e funcionários devem afastar essa tendência, mesmo quando estivermos em uma realidade pós pandemia. “As imposições são absolutamente razoáveis e não vejo nelas algum obstáculo capaz de afastar a adoção desse regime na prática das relações de trabalho”, finaliza.

14

Ago

Mercado

Empresa brasileira de desenvolvimento humano cresce 7% na pandemia, abre novas franquias e leva treinamento para 35 países

Mediante o cenário da Covid-19, o escritor brasileiro mais lido em 2019, Paulo Vieira, que reunia mais de 6 mil pessoas em cada Treinamento de Inteligência Emocional, mudou de palco. Para adaptar-se ao novo normal, deu play nas lives e transportou o maior treinamento de inteligência emocional da América Latina do mundo real para o virtual.  O próximo Coaching Integral Sistêmico recebe nome e plataforma diferente. O CIS família será formatado para TV, computadores e smartphones.

Segundo dados da International Coach Federation (ICF) apontam que, nos últimos quatros anos, a indústria de desenvolvimento humano cresceu mais de 300% no Brasil. A estimativa é que o segmento tenha movimentado mais de R$ 50 milhões nos últimos anos. Outra pesquisa, realizada pela consultoria PwC, entre 2009 e 2012, mostra que o número de coachees certificados no Brasil subiu de 350 para 1.100.

Dentro desse cenário está o criador do Coaching Integral Sistêmico e primeiro escritor que mais vendeu livros de negócios no Brasil em 2019, de acordo com a PublishNews e Ranking da Veja, Paulo Vieira que, por exemplo, cobra R$ 20 mil reais por hora em seus atendimentos.

Em época de pandemia, os 5 dias de imersão serão transmitidas na tela para que o participante possa assistir in home. "Sem restrição geográfica, vamos levar ferramentas de inteligência emocional para a família", comenta Paulo Vieira.

Além disso, o alcance da terceira edição do curso na modalidade online, também contará com tradução simultânea em inglês, espanhol e intérprete de libras.

O treinamento tem superado as barreiras  geográficas, chegando a 35 países (Brazil, United States, Angola, Portugal, Paraguay, United Kingdom, Spain, Italy, Switzerland, Japan, France, Canada, Belgium, Mozambique, Australia, South Africa, Argentina, Ireland, Germany, Luxembourg, Bolivia, Plurinational State of Hong Kong, Denmark, Sao Tome and Principe, Nigeria, Netherlands, Croatia, Costa Rica, India,Turkey, Norway, Mexico, Qatar, Dominican Republic e Colombia). A estimativa é contar com a participacao de mais de 80 mil pessoas on-line, comenta Vieira ao menciona que  a empresa cresceu sem se esquecer de trabalhos de inclusão social. 'Em 2018 fundamos o Instituto Paulo Vieira que atende mais de 2 mil jovens carentes na região de Fortaleza", comenta.

Na edição anterior do evento, que também aconteceu de forma inteiramente virtual, alcançou 16 mil famílias, 80 mil pessoas, 597 detentos e 300 agentes de segurança de 42 Unidades Prisionais e na próxima semana promete mais. Durantes os meses de mar;co a abril, mesmo com as medidas de isolamento social, a Febracis cresceu 7 na receita, em comparacao com o mesmo periodo de 2019.

Conhecido pela frase “Tem poder quem age”, e pelos best-sellers: O Poder da Ação, Criação de Riqueza, Poder e Alta Performance, Foco na Prática, Poder da Autorresponsabilidade, Decifre e Influencie Pessoas, e O Poder da Ação para Crianças – os sete livros que estiveram simultaneamente entre os mais vendidos da Veja em agosto/2019, o Master Coach Paulo Vieira, explica que durante o curso serão analisados os 11 pilares que compõem a vida e que precisam estar em harmonia para atingir o sucesso em todas as frentes. " sistematicamente é preciso acordar o gigante interior no aspecto emocional, espiritual, parentes, filhos, conjugal, social, saúde, servir, intelectual, financeiro e profissional", finaliza Vieira.

As aulas serão transmitidas ao vivo na internet e serão ministradas pelo autor Paulo Vieira, por sua esposa Camila Saraiva, que vai falar sobre estratégias para superar a rejeição seja na vida pessoal ou no campo de trabalho, e também pelo neurocientista André Davim que vai ensinar como conquistar a alta performance.

14

Ago

Mercado

Premiação para jovens empreendedores sociais está com inscrições abertas até setembro

Jovens empreendedores sociais têm a chance de mostrar as suas pegadas sustentáveis deixadas no novo mundo com o Prêmio Laureate Brasil, iniciativa criada pela Laureate Brasil, rede da qual a UnP faz parte. As inscrições estão abertas até o dia 18 de setembro para a edição de 2020 e os interessados poderão efetuar o cadastro de seus projetos direto no site www.premiolaureatebrasil.com.br.
 
O Prêmio Laureate Brasil consiste na seleção em âmbito nacional de pessoas com reconhecido e comprovado potencial de impacto positivo na sociedade, que fazem a diferença em suas comunidades de atuação. Como parte de uma iniciativa global de estar aqui para o bem e para sempre, o programa consagra as ações com base nas regiões geográficas das instituições de ensino da rede Laureate Brasil.
 
Para participar da oportunidade, os interessados precisam ter entre 18 e 29 anos, serem autores/coautores ou fundadores/cofundadores de um projeto social em execução há seis meses e demonstrarem os resultados. Não é necessário ser aluno da UnP para concorrer a uma vaga. Todas as etapas acontecerão de maneira virtual de modo a garantir a saúde, o bem-estar e a segurança de todos neste momento.
 
Os vencedores receberão uma capacitação online exclusiva para potencializar ainda mais a condução de seus negócios sociais e ampliar os seus horizontes em relação ao tema empreendedorismo. Além disso, o Prêmio Laureate Brasil proporciona o acesso e visibilidade dentro de um ambiente global de jovens lideranças ao redor do mundo por meio da parceria com a YouthActionNet da International Youth Foundation (IYF).
 

13

Ago

Mercado

Aplicativo permite fazer compras pelo celular e pagar através de link

Já imaginou fazer as suas compras em poucos minutos pelo celular e receber um link para efetuar o pagamento totalmente online, sem a necessidade de maquininhas e contato físico? Em tempos de pandemia da Covid-19, em que o distanciamento social é importante, a tecnologia além de proporcionar mais facilidade e agilidade, auxilia na proteção e prevenção. Um aplicativo de compras pelo celular, desenvolvido por potiguares e em crescente expansão para outras regiões do pais, traz essa funcionalidade, entre diversas outras.

No Bask, a ideia é facilitar a vida das pessoas eliminando o tempo perdido em supermercados, padarias, peixarias, mercadinhos, açougues, conveniências, entre outros. O aplicativo tem uma interface simples e funciona da seguinte forma: o usuário entra com o seu endereço e a partir dele o aplicativo localiza quais parceiros atendem àquela região. Depois, basta escolher o estabelecimento disponível e fazer suas compras.

Uma das opções de pagamento é através de link. Com ele, o usuário escolhe as suas compras, preenche os dados e recebe o link para o pagamento. Com isso, efetua o pagamento sem a necessidade de máquina de cartão e cobranças na entrega do produto, contribuindo também para a agilidade na distribuição das entregas. Muito mais fácil e rápido. O aplicativo começou em Natal e já atende, no Rio Grande do Norte, os municípios de Macaíba, São Gonçalo, Ceará Mirim, Extremoz, Parnamirim, João Câmara, Macau e Currais Novos, e já está em expansão, com operações iniciando também na Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe e Santa Catarina.

A curiosidade em conhecer ferramentas que auxiliem a rotina do dia a dia fez o advogado Carlos Medeiros, que mora em Nova Parnamirim, em Natal, testar a funcionalidade. Segundo ele, impressionou a agilidade e segurança na realização da compra. “Nunca tinha feito compras no celular e realizado o pagamento através de link. Ao saber dessa novidade do Supermercado SuperShow Abel Cabral, pelo Bask, me interessei em testar e adorei. Ainda mais agora com a pandemia, é uma mão na roda. São novidades como essa, que acabamos conhecendo devido a necessidade do isolamento, que pretendo manter na minha rotina, mesmo após as coisas voltarem ao normal.

O Bask conta com mais de 90 mil produtos e já alcançou a marca de 6 mil pedidos por mês. Mais de 45 mil pessoas já baixaram o aplicativo. Em Natal, o Bask conta com lojas de peso como vários supermercados da RedeMais e do Supershow, chocolateria Rafaela Fontes, Padaria São Miguel, Casa do Peixe, Frigoias, Olga Pão de Queijo, RN Pet, entre outros, de diversos segmentos. A ferramenta é gratuita e está disponível para download no Google Play e App Store.

Além do pagamento por link, o Bask ainda traz outras funcionalidades como permitir que o usuário possa repetir a feira do mês em apenas 15 segundos. Algumas lojas aceitam vale-alimentação e têm entrega grátis. Além disso, centenas de promoções são atualizadas em tempo real, com o mesmo preço do supermercado. Para mais informações o site é o www.bask.com.br/ e o Instagram @basknatal.

13

Ago

Mercado

Secretaria do Trabalho e Assistência Social de Natal disponibiliza consulta online de oportunidades de empregos

Com a retomada do atendimento pesencial dos Centros Públicos de Emprego, Trabalho e Renda, o Portal de Vagas no site da Prefeitura do Natal voltou a ser atualizado diariamente com as oportunidades captadas pela Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas). 

Para conferir as oportunidades de emprego em oferta, basta acessar www.natal.rn.gov.br/semtas e clicar em Portal de Vagas.  E para ser encaminhado às empresas, o interessado deve estar cadastrado em um dos Centros Públicos. Para fazer o cadastro, os documentos necessários são identidade, CPF, Carteira de Trabalho, número do PIS e comprovante de endereço.

Os atendimentos presenciais nos Centros Públicos estão sendo agendados, das 9h às 16h, de segunda a sexta, pelos telefones 3232-4233, para atendimento no Alecrim (Rua Fonseca e Silva 1112, em frente ao Instituto dos Cegos) e 3232-4922, na Cidade Alta (Rua João Pessoa, em frente à Praça Padre João Maria). O agendamento prévio é necessário e exigido para não gerar aglomerações nas unidades, onde estão sendo respeitadas todas as medidas para a garantia da segurança sanitaria contra a Covid-19. 

Os Centros Públicos são unidades da Prefeitura do Natal, geridas pela Semtas, para o enfrentamento do desemprego no município. Neles, além de fazer cadastro para ser encaminhado para vagas de emprego, o trabalhador natalense pode dar entrada no seguro-desemprego, receber informações sobre a Carteira de Trabalho Digital através de aplicativo no próprio aparelho celular, entre outros serviços, desde a ajuda sobre como fazer um currículo e como se comportar em entrevistas de emprego.

“Boa parte da população ainda tem dificuldade no uso de aplicativos para pesquisar vagas de emprego cadastradas no Sine, por meio do Portal Emprega Brasil ou através do aplicativo Sine Fácil. Por isso, para inúmeros cidadãos, os serviços que oferecemos facilita a vida do trabalhador, especialmente nesse momento de calamidade”, destaca a secretária da Semtas Andréa Dias.

“O empresário que precisa contratar mão de obra, pode entrar em contato com o Setor de Captação de Vagas dos Centros Públicos e, de acordo com o banco de dados das unidades, os candidatos são enviados com carta de encaminhamento para seleção e entrevista de emprego”, explica a diretora do Departamento de Desenvolvimento e Qualificação Profissional, Priscilla Lobo.

11

Ago

Mercado

Triple Play Brasil Participações adquire Outcenter

A Triple Play Brasil Participações acaba de anunciar a aquisição da empresa Outcenter, que atua nos mercados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia, operando nas áreas de internet banda larga. 

Com mais de 400.000 assinantes incluindo essa aquisição, a Triple Play Brasil Participações avança em seu projeto de expansão em mercados regionais em todo território nacional. A Outcenter se une às outras empresas que compõem o grupo: Cabo Telecom (RN/PB), Conexão Telecom (SP/MG), Direta (MG), MEGA Sistemas (SP), Multiplay Telecom (CE) e Tecnet (CE), que ofertam serviços de internet banda larga, complementados por TV por assinatura e telefonia fixa.

“Com a chegada da Outcenter, conseguimos expandir a nossa presença em Minas Gerais, ampliamos o cluster de São Paulo e também abrimos mercado no território baiano, que é novo para a nossa companhia. Estamos felizes também com o envolvimento do fundador da Outcenter, que fará parte da nossa equipe e contribuirá para nosso esforço de expansão da Empresa”, pontua Gilbert Minionis, CEO da Triple Play Brasil Participações. 

Agora Triple Play está presente em seis estados brasileiros – sendo quatro no Nordeste (BA, CE, PB e RN) e dois no Sudeste (SP e MG).  Ao todo, soma 8.000 Km de rede de fibra, com uma cobertura para atender 1.100.000 lares e empresas. No total, as empresas da Triple Play Brasil Participações contam com mais de 1.800 colaboradores diretos.

A Triple Play é um investimento da ACON Investments, gestora de fundos de “Private Equity” com mais de US$5,5B em ativos sob gestão na América Latina, EUA e Europa.

10

Ago

Mercado

Parceria entre UFRN e Sethas é finalista em Concurso de Inovação

A iniciativa “Modelo de apoio à fiscalização de equipamentos públicos de alimentação” desenvolvida pela Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas/RN), em parceria com docentes da UFRN, é uma das finalistas do 24º Concurso Inovação da  Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), na Categoria “Inovação em serviços ou políticas públicas no Poder Executivo estadual, do Distrito Federal e municipal”.  

O modelo surgiu a partir do projeto de inovação desenvolvido na Coordenadoria de Desenvolvimento Social (Codes), da Sethas/RN, com apoio da UFRN e Projeto Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan-Universidades), em 2017, que culminou no desenvolvimento de um modelo de apoio à fiscalização de 56 unidades dos Restaurantes Populares instalados em 34 municípios. 

O trabalho foi desenvolvido pela Professora Dinara Leslye, do Departamento de Ciências Administrativas (Depad), com colaboração da egressa do curso de Nutrição da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairí (Facisa), Leonara Pereira, e dos docentes da UFRN, Fábio Resende, do Departamento de Administração Pública e Gestão Social (DAPGS) e Nila Pequeno, do Departamento de Nutrição (DNUT). O projeto também teve contribuições dos parceiros Jessicley Freitas, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Jean Câmara, do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Rio Grande do Norte. 

A implementação permitiu otimização, objetividade e transparência dos processos de monitoramento e avaliação, proporcionando um aprendizado geral da situação do Programa e criação de uma memória institucional, favorecendo a tomada de decisão, com impacto positivo nos serviços prestados à população, controle social, comunicação institucional e economia de recursos públicos empregados.

A experiência está entre as classificadas para etapa final que será apresentada para o comitê julgador por Valescka Gressiane Bezerra Fernandes, subcoordenadora de apoio nutricional da Codes/Sethas/RN. Todos os projetos classificados estão disponíveis no site https://inovacao.enap.gov.br

8

Ago

Mercado

Instituto abre inscrições gratuitas para programa de desenvolvimento de empreendedores e negócios de impacto

Instituto Nexxera está com inscrições abertas para o Conexxão de Impacto, programa que foi criado para ajudar no desenvolvimento de empreendedores e negócios de impacto. A iniciativa visa contribuir para a promoção da cultura empreendedora e do desenvolvimento de competências para a inovação social e para o empreendedorismo de impacto.

Tudo isso é feito por meio de mentorias individuais e coletivas com especialistas. Além disso, o programa potencializará ideias e negócios de pessoas de comunidades em situação de vulnerabilidade social interessadas em empreender. 

“Ao longo de 2020 o Conexxão de Impacto já impactou mais de 90 projetos, auxiliando no desenvolvimento de ideias e negócios de impacto. O Instituto Nexxera busca atuar como um catalisador de ideias e negócios sustentáveis com medidas ousadas e transformadoras para a construção da mudança do presente, incentivando novos modelos de produção e de comportamentos. E com isso melhorar a vida das pessoas e do planeta, construindo um futuro em que ninguém fica para trás. Nesse sentido, o programa tem prerrogativa alinhada à Agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e os negócios participantes devem atender ODS em seus negócios para participar do Conexxão de Impacto”, revela Andrea Silva, Presidente do Instituto Nexxera. 

A metodologia do programa foi desenvolvida a partir de estudos científicos alinhados às boas práticas de desenvolvimento de negócios de impacto. Como eixo central, o programa tem a formação empreendedora por meio de um ambiente de aprendizagem e do compartilhamento do conhecimento em busca da criação de soluções transformadoras.

Até 2019, o projeto era desenvolvido 100% presencialmente, mas em 2020, em função da pandemia e da recomendação de isolamento social, o projeto passou a ser executado em formato online sem perder em nada a qualidade. Dessa forma, a edição do segundo semestre de 2020 prevê 60 horas de formação em empreendedorismo por meio de ferramentas EaD, contemplando 2 mentorias individuais mensais e 9 mentorias coletivas com especialistas. Essas mentorias terão como foco o aprimoramento e desenvolvimento do negócio abordando todas as fases de evolução – da identificação do problema à estruturação e comercialização.

As inscrições são gratuitas gratuitas e podem ser feitas até o dia 17 de Agosto pelo site http://www.institutonexxera.org.br/index.php/inscricao-conexxao-de-impacto/. O curso será em formato EAD e terá duração de três meses.

Sobre o Instituto Nexxera

Somos uma plataforma de Inovação Social que há mais de 11 anos contribui para a transformação da realidade de pessoas e comunidades. Nós promovemos inclusão e transformação social por meio da geração e compartilhamento de conhecimento, desenvolvimento de pessoas e fortalecimento de negócios sustentáveis. Para isso, utilizamos principalmente o empreendedorismo como ferramenta de geração de impacto sustentável.

7

Ago

Mercado

Cursos de qualificação profissional têm alta demanda na pandemia

A procura por cursos de educação a distância tem aumentado durante a pandemia e superado as expectativas de quem atua na área. Com vagas abertas e gratuitas em cursos online de qualificação profissional, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) bateu a marca de 1 milhão de matrículas realizadas desde o início da pandemia, há quase cinco meses.

"Desde março, a gente se preocupou muito em oferecer cursos para ocupar a mente das pessoas e aproveitar essa oportunidade para requalificação. Ao todo, lançamos 23 cursos gratuitos. Nossa meta era de 100 mil matrículas, mas atingimos mais de 1 milhão", afirma Felipe Morgado, gerente executivo de Educação Profissional do Senai Nacional. Os cursos oferecidos têm duração média de 14 horas e são autoinstrucionais. Além de videoaulas, os estudantes contam com material didático em formato digital, realizam atividades, incluindo resolução de problemas, e precisam passar por uma avaliação para receber o certificado de conclusão. "São cursos estruturados e preparados para desenvolver competências nas pessoas", acrescenta Morgado.

O Senai lançou um ranking das 10 capacitações gratuitas mais procuradas da entidade (veja lista abaixo). No topo da lista, o curso de segurança do trabalho foi procurado por mais de 120 mil pessoas. "O tema de saúde e segurança no trabalho, com a pandemia, ganhou muito mais atenção das pessoas, principalmente de profissionais que voltaram aos seus postos de trabalho", diz o gerente executivo do Senai. O curso de finanças pessoais também fez sucesso, com pouco mais de 96 mil matrículas. De novo, segundo Felipe Morgado, o cenário de instabilidade econômica causada pela pandemia ajuda a explicar o interesse. "Muitas pessoas estão perdendo o emprego e precisam repensar a organização de suas finanças". 

Os cursos na área de tecnologia da informação e indústria 4.0 também estão entre os destaques do Senai. Na avaliação do gerente executivo de Educação Profissional da entidade, a transformação tecnológica tem obrigado os trabalhadores e se manterem em permanente atualização. "Com a digitalização das empresas, precisamos digitalizar os trabalhadores da indústria também". 

Para ter acesso aos cursos e às vagas, basta acessar a plataforma Mundo Senai, preencher um cadastro simples e começar a qualificação. O tempo de realização do curso pelo trabalhador é flexível, além de ser 100% online. A plataforma também oferece outros serviços, como orientação profissional e oferta de vagas de trabalho.

Veja a lista dos 10 cursos do Senai mais procurados durante a pandemia:

1º - Segurança do Trabalho: 120.487 matrículas

Sensibiliza os participantes para as questões básicas da prevenção de acidentes e segurança do trabalho, de forma a criar uma mentalidade prevencionista. Duração: 14 horas

2º - Finanças pessoais: 96.374 matrículas

Mostra aos participantes a importância do equilíbrio financeiro, a fim de obter mais qualidade de vida, tranquilidade e motivação. Duração: 14 horas

3º - Tecnologia da Informação e Comunicação: 84.843 matrículas

Apresenta os principais temas relacionados à infraestrutura de TI, serviços de redes, softwarehardware, normas e padrões técnicos. Duração: 14 horas

4º - Noções Básicas de Mecânica Automotiva: 73.513 matrículas

Mostra os principais componentes e como funcionam os automóveis, as forças físicas envolvidas e os mecanismos por trás do funcionamento. Duração: 14 horas

5º - Desvendando a Indústria 4.0: 68.167 matrículas

Apresenta a Indústria 4.0, propiciando ao aluno a introdução ao tema e a obtenção da base conceitual das tecnologias habilitadoras que suportam essa indústria. Duração: 20 horas

6º - Fundamentos de Logística: 62.757 matrículas

Mostra o que é necessário para administrar o patrimônio e os recursos de uma empresa, conhecendo a história, os principais conceitos e definições da área. Duração: 14 horas.

7º - Lógica de Programação: 59.405 matrículas

Ensina os conceitos básicos sobre lógica de programação, tipos de dados, estruturas de controle e repetição e exemplos do uso de variáveis homogêneas e heterogêneas. Duração: 14 horas

8º - Educação ambiental: 49.859 matrículas

Busca conscientizar os participantes sobre questões básicas da educação ambiental, de forma a criar uma mentalidade prevencionista com relação ao meio ambiente. Duração: 14 horas

9º - Metrologia: 46.954 matrículas

Proporciona o conhecimento básico necessário à aplicação e interpretação das medidas na área da mecânica. Objetivo é explorar os principais temas relacionados à metrologia, desde os instrumentos mais básicos, como as réguas, até os de maior grau de precisão. Duração: 14 horas.

10º - Empreendedorismo: 45.833 matrículas

Oferece conhecimentos sobre o ato de criação de novos empreendimentos nos mais diversos setores. Duração: 14 horas.

Fonte: Agência Brasil 

6

Ago

Mercado

IEL aumenta em 296% oferta de vagas de estágio no Rio Grande do Norte

Desde que o novo coronavírus (covid-19) começou a se espalhar por todo o Brasil, motivando autoridades federais, estaduais e municipais a recomendarem o isolamento social e a interrupção de atividades econômicas, algumas empresas privadas e órgãos públicos suspenderam a contratação de novos estagiários, mas o cenário já começa a mudar.

De acordo com o superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RN) dados positivos indicam melhora na oferta de vagas de estágios. “Com a retomada da atividade econômica do estado o IEL RN obteve um aumento de 296% na abertura de vagas de estágio em julho, se comparado ao mês de abril, onde estávamos no início da pandemia”, afirma Juan.

A instituição informou o número de vagas de estágio abertas durante o período de pandemia até agora. Em abril foram 24 vagas, em maio subiu para 53 vagas. No mês de junho aumentou para 62 o número de vagas ofertadas e em julho deu um salto para 95 vagas, totalizando um aumento de 296%.

O IEL-RN é entidade integrante do Sistema Federação das Indústrias do Estado Rio Grande do Norte. Atua desde 1970 desenvolvendo a integração indústria-universidade, responsável pela articulação entre o setor produtivo e as instituições de ensino-pesquisa.

Também atua como um propulsor do desenvolvimento, estabelecendo parcerias e fazendo com que as soluções em gestão, inovação e no desenvolvimento de carreiras, encontrem formas de viabilização nas indústrias, proporcionando ganhos em qualidade e aumentos consideráveis na produtividade e rentabilidade do setor produtivo: indústria, comércio e serviço.

Educação executiva e empresarial – O IEL atua em educação empresarial, de forma customizada, para a melhoria das competências em gestão das empresas.

Consultoria empresarial – O IEL desenvolve projetos e consultorias para a promoção da inovação e para o aprimoramento das competências em gestão.

Desenvolvimento de Carreiras – O IEL insere profissionais nas empresas, desenvolvendo as competências requeridas para a atuação no mercado de trabalho. Para saber mais sobre estágios acesse www.rn.iel.org.br

6

Ago

Mercado

Aulas de preparação corporal e movimento, yoga, capoeira e dança ocorrem ao vivo com o acompanhamento profissional

A recomendação de isolamento social continua, mas isto não nos impede de manter o corpo e a mente em movimento. Pelo contrário, a prática de atividades físicas promove equilíbrio na energia vital do organismo. Com este propósito, a escola Oficinas Corporais e Artísticas (OCA) da Casa Escola está com inscrições abertas para aulas online destinadas à crianças, adolescentes e adultos.
 
Basta ter um celular ou computador com câmera e conexão com a internet, que é possível participar de oficinas como preparação corporal e movimento, yoga, capoeira, dança, e a secos e molhados - esta tem uma proposta de execução de movimentos que auxiliam o corpo para a natação e atividades lúdicas que envolvam água.


 
Realizadas ao vivo por uma plataforma virtual, as aulas ocorrem sob o olhar atento dos professores que acompanham toda a prática do aluno, sempre passando orientações durante a aula. “Diferente das aulas em vídeos e lives, na OCA há a proximidade com o professor, que está ali sempre acompanhando e corrigindo, quando preciso. São aulas pensadas e planejadas para o aluno, de acordo com os limites do corpo dele, suas possibilidades e, se necessário, adequações dos movimentos”, relata Almog Griner, diretora da OCA.
 
Os materiais utilizados nas atividades são definidos entre o professor e aluno, com a indicação do que é preciso em cada aula, sempre considerando o que a pessoa tem em casa, explica Almog Griner.
 
Ela esclarece que o propósito das oficinas, no contexto atual, além da interação e socialização entre o grupo de participantes, é o estímulo à prática corporal.  “Atualmente, por causa do isolamento social, tendemos a ficar mais parados do que normalmente ficamos. Então, é uma oportunidade de estímulo ao movimento de uma forma orientada. Além disso, há o compromisso do horário marcado, que gera a obrigatoriedade da prática, pois tem outros também envolvidos e comprometidos, o que ajuda a reduzir a possibilidade de autoboicote”, reforça.
 
Para mais informações inscrição, basta entrar em contato pelo WhatsApp 84 98701-3662, ou pelo e-mail oca.oficinascorporais@gmail.com ou ainda pelo direct do perfil no instagram @oca.oficinascorporais.

6

Ago

Mercado

Evento virtual deverá reunir 6 mil participantes do Empretec do país

Quem já participou do seminário Empretec no Rio Grande do Norte terá a oportunidade de reencontrar outros participantes, também chamados de empretecos, do estado e de todo o Brasil, durante o Empretec Summit Brasil 2020. O evento foi idealizado para criar um ambiente digital de aprendizagem, trocar experiências e conhecimento e ocorrerá entre os dias 18 e 20 deste mês. As inscrições podem ser feitas pelo site https://lets.events/e/empretec-summit-2020/

Idealizado pelo Sebrae, o evento vai reunir especialistas renomados do mercado para abordar temas como inovação, liderança, empreendedorismo, comunicação, produtividade no trabalho, desafios e oportunidades no novo cenário trazido pela pandemia. Já estão confirmados nomes como o publicitário e administrador de empresas Walter Longo, especialista em inovação e transformação digital, Geraldo Rufino, fundador da JR Diesel, Gustavo Ziller, co-fundador da Kili Ventures e Jaqueline Weigel, futurista e humanista; Erika Linhares, pedagoga e líder do movimento #nomimimi, entre outros. A expectativa é reunir 6 mil participantes de todo o país no evento que é 100% online e interativo.

O Empretec Summit Brasil 2020 é voltado para quem já participou do seminário  de imersão Empretec e para quem sonha em se capacitar desta metodologia da Organização das Nações Unidas (ONU), realizada com exclusividade no Brasil pelo Sebrae. “Apesar de ser um evento online, esperamos a participação de muitos empretecos do RN. É uma oportunidade de reviver as características e comportamentos empreendedores através da programação disponibilizada”, diz a coordenadora do Empretec no Sebrae-RN, Conceição Moreno. Segundo ela, apesar de ser um evento voltado para quem já participou do seminário, outros empreendedores também devem se juntar a esse grupo.

“Para quem ainda não fez o seminário, o Empretec Summit Brasil possibilitará despertar essas características. Sem falar que o evento traz uma programação interativa e inovadora com a realização de painéis temáticos, o acesso à ambientes gamificados, a interação e conexão com facilitadores do Empretec de todo o Brasil e acesso a uma biblioteca digital, que disponibilizará o download de conteúdos totalmente gratuitos. Será um evento que deixará muitos aprendizados para todos que se desafiarem a participar”, desafia. 

O ambiente virtual "gamificado" a que Conceição Moreno se refere vai proporcionar aos participantes transitar entre as salas do evento, de acordo com seu interesse nos temas e atividades. Também serão oferecidos conteúdos exclusivos, mentorias coletivas e oportunidades de networking e prospecção de negócios entre compradores e fornecedores dos segmentos da moda, arquitetura, alimentos e bebidas, consultoria e treinamento e tecnologia. 

Desenvolvido pela ONU, o Empretec busca desenvolver características do comportamento empreendedor importantes para a identificação de novas oportunidades de negócios. São 60 horas de capacitação em seis dias de imersão, período em que o participante é desafiado em atividades práticas, cientificamente fundamentadas, que apontam como um empreendedor de sucesso age, tendo como base características comportamentais. 

Programação Empretec Summit Brasil 2020*

18/08 - 10h às 20h – Palestras, painéis, mentorias coletivas, networking
19/08 - 10h às 20h – Palestras , painéis, mentorias coletivas, networking

*Os participantes poderão baixar conteúdos do Sebrae para aprimorar seus conhecimentos e sua melhorar sua performance.
Valor da inscrição: R$ 30 (para os dois dias de evento)

Informações e inscrição: http://oferta.sebraemg.com.br/empretec-summit

20/08 - 10h às 18h –Espaço de Negócios

Valor da inscrição: R$ 60,00
Informações e inscrição: (31) 99772-2765, (31) 97508-8739 ou

pelo e-mail: rodada.virtual.sebrae@gmail.com

5

Ago

Mercado

Proposta define direitos para entregadores que atuam com aplicativos durante pandemia

O Projeto de Lei 1665/20 define direitos dos entregadores que prestam serviços a aplicativos de entrega durante a pandemia do novo coronavírus. O Congresso Nacional reconheceu estado de calamidade pública no País em razão da Covid-19.

O texto em tramitação na Câmara dos Deputados determina que esses profissionais devem receber orientações adequadas sobre a doença e ter direito a equipamentos de proteção individual. Prevê ainda proteção financeira caso venham a contrair o vírus e sejam obrigados a se afastar do trabalho em razão da necessidade de isolamento social.

“As medidas são extremamente simples e possuem caráter nitidamente humanitário”, afirmaram os autores, o deputado Ivan Valente (Psol-SP) e outros seis parlamentares. “São ações essenciais que buscam resguardar a vida desses trabalhadores que estão se arriscando por toda a sociedade durante a pandemia.”

Ainda segundo a proposta, o descumprimento das regras pela empresa de aplicativo ou daquela que utiliza os serviços de entrega implica o pagamento de indenização de R$ 10 mil em favor de cada trabalhador atingido, além de multa administrativa de, R$ 10 mil por entregador contratado.

Fonte: Agência Câmara de Notícias