Poder Público

14

Jun

Poder Público

Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis é inaugurado para impulsionar geração de energia limpa no Brasil

O Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) – referência da rede SENAI no Brasil para pesquisa, desenvolvimento e inovação com foco em energia eólica e solar – será oficialmente inaugurado nesta terça-feira (15) no Rio Grande do Norte, com perspectivas de ampliar a oferta de soluções para impulsionar a geração de energia limpa no Brasil e “destravar gargalos da indústria”. A expectativa é elevar em 50%, ainda este ano, a carteira de projetos com o setor, estimada atualmente em R$ 20 milhões.

A cifra engloba serviços prestados a empresas brasileiras e a multinacionais, em operação nos diversos elos da cadeia produtiva. A estimativa é que até dezembro alcance R$ 30 milhões e continue em expansão, na esteira do crescimento do setor e do avanço das energias renováveis na matriz energética brasileira.

“O ISI-ER complementa as ações do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), a unidade do SENAI que forma mão de obra qualificada para a indústria. O Instituto fará pesquisas, desenvolvimento, inovação e outros serviços, e passa a integrar com o CTGAS-ER o que chamamos de HIT, o nosso Hub de inovação e tecnologia. O principal objetivo é elevar a competitividade dessas indústrias”, diz o diretor regional do SENAI RN, Emerson da Cunha Batista.

A cerimônia marca a conclusão das instalações e a operação plena dos laboratórios, cujas atividades tiveram início e vêm acelerando em Natal (RN) desde 2019. A inauguração oficial das instalações será realizada a partir das 17h, com transmissão ao vivo pelo YouTube, no canal HIT – Hub de Inovação e Tecnologia.

Laboratórios

Entre os diferenciais da unidade, um dos destaques é o Túnel de Vento, primeiro laboratório do Brasil projetado para atender a demanda da indústria eólica.

O Túnel realiza pesquisas, desenvolvimento e prestação de serviços de calibração de anemômetros, instrumentos que medem velocidade e direção de ventos para o setor – e permite, ainda, avaliação de desempenho de estruturas e formas que precisam ser submetidas a diferentes intensidades de ventos.

O início da operação comercial do laboratório, nesta terça-feira, permitirá reduzir em pelo menos 3 meses o tempo de logística que as empresas gastam atualmente para realizar o serviço no exterior, explica o coordenador do ISI-ER, Antônio Medeiros.

O Túnel de Vento integra o chamado “laboratório de energia eólica” e se soma a laboratórios nas áreas de energia solar e de sustentabilidade do Instituto. Os trabalhos são desenvolvidos por uma equipe de pesquisadores formada por engenheiros, meteorologistas, geógrafos e químicos, com o apoio de mestres e doutores bolsistas nessas áreas.

O Rio Grande do Norte – escolhido como sede – é o maior produtor de energia eólica do Brasil e também o estado com a maior potência prevista para os próximos anos. A expectativa, segundo Medeiros, é atender a demanda não só do estado, mas do Brasil inteiro.

INSTITUTOS SENAI DE INOVAÇÃO

O ISI-ER foi concebido dentro da rede de Institutos SENAI de Inovação, que começou a ser implantada no Brasil há aproximadamente 9 anos e possui atualmente 26 unidades, distribuídas em 12 estados, de Norte a Sul do país. É a maior rede de institutos privados do Brasil para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) da indústria. Além do Instituto potiguar, voltado às energias renováveis, a rede engloba áreas como tecnologias minerais, microeletrônica, biomassa, eletroquímica, metalmecânica, automação da produção, logística e tecnologias da informação e comunicação (veja a relação completa no mapa: http://institutos.senai.br/).

14

Jun

Poder Público

Ação Pela Vida SESI vacina industriários em Natal; mais de 120 da Guararapes imunizados hoje

Em apenas 1 hora, 120 funcionários da Guararapes foram atendidos e receberam a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, na manhã desta quarta-feira, 14, no posto de atendimento do projeto Ação Pela Vida, promovido pela FIERN, SESI, SENAI e IEL, no Ginásio do SESI Clube, em Natal. A vacinação dos industriários, teve início na sexta-feira passada, 11 e está disponível exclusivamente no posto de atendimento do projeto Ação Pela Vida, no SESI-RN, para pessoas a partir dos 45 anos.

Para Maria Elisabeth Cruz de Carvalho, 54 anos, funcionária da Guararapes há 24 anos, que atualmente trabalha na área de controle de qualidade, o momento era de felicidade. “Glória a Deus! Fiquei sabendo na sexta-feira, quando a encarregada falou com a gente. É uma felicidade muito grande”, disse ela que é a primeira vacinada da família.

Apesar da timidez e das poucas palavras, Sidatan Félix da Silva, 49 anos, não escondia a felicidade em receber a primeira dose. Funcionário da Guararapes há 17 anos, também foi informado com antecedência sobre a oportunidade de se vacinar contra a Covid-19. “Eu já estava na expectativa, agora é só aguardar a segunda dose”, disse.

O Plano de Vacinação Contra a Covid-19 da Indústria Potiguar, elaborado pelo programa Mais RN, assegurou as informações e dados necessários para a parceria — entre FIERN, Prefeitura de Natal e Governo do Estado — que garantiu o início da vacinação dos trabalhadores da indústria. Para o planejamento da imunização dos trabalhadores do setor, foi desenvolvido um detalhado atlas da indústria do Rio Grande do Norte, com quantitativos por municípios, números de colaboradores e segmentação por faixa etárias, gênero e o código CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) das empresas industriais. Esse código é importante neste levantamento para a programação da vacinação, porque comprova que a empresa está registrada como atividade empresarial.

Os trabalhadores das indústrias são reconhecidos oficialmente como prioritários no PNI (Plano Nacional de Imunização). Mas, para que sejam incluídos entre os grupos que são vacinados prioritariamente, a imunização deve ser planejada e as doses estarem asseguradas na programação do Estado, que faz a distribuição, e dos municípios, que aplicam as vacinas. “O industriário é considerado prioritário na política nacional de vacinação do Ministério da Saúde. Com esses documentos, os municípios podem planejar se têm as condições para vacinar, definindo a faixa etária e como pode avançar nesta programação”, diz Pedro Albuquerque, assessor técnico do Mais RN.

14

Jun

Poder Público

Minuto da Câmara: Vereadores criam dia municipal do combate ao Trabalho Infantil

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal:

12

Jun

Poder Público

Doação de sangue é tema da nova campanha da Assembleia Legislativa do RN

A cada 15 minutos uma pessoa precisa de sangue no Brasil. No Rio Grande do Norte, os números são semelhantes e a necessidade ainda maior em razão da pandemia da Covid-19 que provocou no último ano o distanciamento social entre pessoas. Por isso, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte lança nesta sexta-feira (11) a campanha de conscientização e incentivo à doação de sangue.

“Os estoques de doação de sangue caíram 70% provocando um colapso na rede de saúde. Isso é a realidade da rede pública e privada também. Falta sangue para pacientes de todas as idades em procedimentos cirúrgicos e tratamentos de patologias de saúde que precisam de transfusão de sangue em todo o Estado”, argumenta o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB).

Em números absolutos, o Hemonorte Dalton Cunha possuía, em média, estoque com 700 bolsas de sangue. Porém, com a queda significativa no número de doações em todo o Brasil e no Rio Grande do Norte, o Estado conta com aproximadamente 300 bolsas armazenadas. O quantitativo é insuficiente para a demanda e pode inviabilizar procedimentos cirúrgicos e tratamentos de patologias de milhares de pacientes que precisam da transfusão de sangue. Por isso, o Legislativo Estadual montou estratégia para a conscientização da população.

Dados do Hemocentro do Rio Grande do Norte (Hemonorte) relatam que uma bolsa de sangue através de doação pode salvar até quatro vidas. Em tempos normais, o estoque considerado satisfatório para os centros de doação de sangue é de 600 a 800 bolsas. Hoje, o Estado conta com menos de 300 bolsas.

Já no Centro de Doação de Sangue, Hemovida, a média deveria ser de 1.100 doadores e a média de recebimento é de 700 a 800 bolsas.

Em razão da pandemia não haverá o lançamento tradicional da campanha com audiência pública e sim, vídeos que serão publicados nas redes sociais da @assembleiarn. O primeiro vídeo, do lançamento da campanha será do presidente da Casa, Ezequiel Ferreira alertando sobre a importância do tema.

Na próxima segunda, 14 de junho, será lembrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. O material será divulgado nos canais da Casa, tanto na TV Assembleia (canal 10.3) quanto nas redes sociais, com as hashtags #DOESANGUEHOJE e #COMPARTILHEVIDA.

A necessidade de doação de sangue no Brasil é alarmante: a cada 15 minutos, uma pessoa precisa de sangue. E no período de pandemia, a realidade piorou pelos cuidados com as pessoas em ficar em casa e ainda procurar centros de doação de sangue. “Precisamos conscientizar e mobilizar as pessoas para o ato fundamental de doar sangue. O que antes era um ato comum em períodos normais, tornou-se cada vez mais raro na pandemia. O nosso alerta é para a doação de sangue hoje”, comenta o presidente Ezequiel.

11

Jun

Poder Público

[VÍDEO] Minuto da Câmara: plenário derruba veto e mantém projeto de Ronda da Guarda Municipal nas escolas

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal: 

11

Jun

Poder Público

Comissão da Câmara de Natal debate implementação de leis em favor da população de rua

Os vereadores da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Proteção das Mulheres, dos Idosos, Trabalho e Igualdade da Câmara Municipal de Natal receberam, em reunião virtual, nesta quinta-feira (10), representantes de entidades e instituições para debater sobre a temática da população em situação de rua. Durante o encontro houve consenso sobre a necessidade de implementar projetos de leis em benefício dessa população.

A vereadora Divaneide Basílio (PT), presidente da comissão, participou de forma remota. A vice-presidente da Comissão, vereadora Ana Paula (PL), destacou que o colegiado dá um passo importante ao trazer os principais envolvidos para o debate. "Estamos dando oportunidades de trazer assuntos relacionados aos direitos humanos. Hoje trouxemos a questão dos moradores em situação de rua com encaminhamentos sobre leis a serem implementadas", disse.

Um desses encaminhamentos é retomar a tramitação de projetos com a temática. "Temos uma proposta do ex-vereador Maurício Gurgel para instituir o Plano Municipal de Políticas Públicas para a população de rua de Natal. Subscrevemos para darmos andamento à tramitação e também seguir no debate do projeto 'Despejo Zero', da vereadora Divaneide Basílio", explicou a vereadora Brisa Bracchi (PT), que presidiu a reunião. O projeto de Divaneide busca suspender medidas judiciais, extrajudiciais ou administrativas para despejo, desocupações ou remoções forçadas durante a pandemia do novo coronavírus.

A vereadora Júlia Arruda (PCdoB) ressaltou que, além desse, é preciso que seja implementado o censo da população de rua, já aprovado pela Casa. "Vemos a necessidade de abrir esse diálogo com as instituições e organizações para que, assim como o Governo do Estado vai realizar o censo, que o Município possa fazer um recorte municipal e implementar as políticas públicas necessárias. Além disso, há um aumento significativo da criança e adolescente em trabalho infantil e isso também está ligado à situação de vivência nas ruas", pontuou a vereadora.

Participaram do encontro e de modo virtual os representantes do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR), Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para a População em Situação de Rua (CIAMP-RUA), Arquidiocese de Natal e Igreja Missionária Batista El-Shadai (IMBES), Toca de Assis, Conselhos Regional do Serviço Social, Fórum em Defesa da População de Rua, UFRN, Comitê Estadual Intersetorial de atenção aos Refugiados, Apátridas e Migrantes (CERAM/RN), Conselho Municipal de Assistência Social, Conselho Regional de Psicologia, OAB e  Defensoria Pública da União.

11

Jun

Poder Público

Detran investe em identificação funcional de todos os seus servidores

A Direção-Geral do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) realizou na manhã desta quinta-feira (10), a entrega dos crachás que serão destinados a todos os servidores efetivos e comissionados lotados em todas as unidades do Órgão no Estado. A solenidade de entrega reuniu os gestores de cada Coordenação do Detran, que receberam as identificações e repassarão aos funcionários dos setores sob suas competências.

De acordo com o diretor do Detran, Jonielson Pereira, a medida é um avanço administrativo, pois a partir de agora todos os servidores do Departamento estarão devidamente identificados, facilitando aos usuários dos serviços do órgão o acesso ao funcionário e evita que pessoas estranhas se passem por servidor do Detran.

“É uma medida importante e um avanço administrativo que vem se somar a tantos outros que o Detran vem dando nesses últimos três anos. Agora os usuários têm a segurança de se reportar a um servidor devidamente identificado”, ressaltou o diretor Jonielson.

Um ponto importante é que após a distribuição das identificações com todos os servidores, o uso do crachá passa a ser obrigatório no ambiente institucional do Detran em todo o Estado. Nessa mesma linha de procedimento, somente terá acesso liberado as unidades administrativas aquele funcionário que apresente o crachá funcional.

Além da foto atualizada do servidor, no crachá funcional constam as informações com nome completo, cargo exercido pelo funcionário, matrícula institucional e RG.

10

Jun

Poder Público

Ação pela Vida: Pontos de vacinação do Sistema FIERN chegam a 50 mil doses aplicadas

O Sistema FIERN, através dos pontos de vacinação do SESI, atingiu a marca de 50 mil vacinados contra a Covid-19 nos postos de vacinação do SESI em Natal e Mossoró. De acordo com os dados consolidados nesta terça, 8, foram aplicadas 32.524 doses na capital potiguar e em Mossoró 18.197 doses do imunizante, um total de 50.721 imunizações entre primeira e segunda dose.

A vacinação faz parte do projeto Ação pela Vida, que pretende acelerar a imunização e contribuir para frear a pandemia. “Para nós é muito importante ter alcançado a marca de 50 mil pessoas vacinadas, o Ação pela Vida tem essa finalidade, é o Sistema Indústria contribuindo para a vacinação no Estado do Rio Grande do Norte através dos dois centros de vacinação do SESI em Natal e Mossoró”, explica o superintendente do SESI-RN, Juliano Martins.

Avaliando o contexto atual no estado, Juliano destaca que é preciso contribuir com o poder público e imunizar a população o mais rápido possível para que o Rio Grande do Norte possa ter a retomada efetiva da economia. “Precisamos permitir que as pessoas tenham mais liberdade de poder sair das suas casas, trabalhar, produzir. Para nós que fazemos o Sistema FIERN esta ação é muito importante, uma ação que tem o cunho social de alcance inestimável, e o Sistema FIERN, através do SESI, não poderia ficar fora dessa vacinação”, reitera.

Os pontos de vacinação funcionam nos ginásios do SESI dos municípios, tanto em Natal, quanto em Mossoró. Na capital, o ponto de vacinação começou a funcionar dia 05 de abril com sistema de drive-thru e guichês para pedestres. No Oeste, apenas pedestres, o ponto de vacinação começou a vacinar em 22 de abril.

Diante do sucesso de vacinação até agora, o superintendente do SESI destacou a importância das parcerias com as prefeituras de Natal e Mossoró. “Sem as parcerias com as prefeituras não seria possível. Parabenizo a todos os técnicos profissionais, tanto do Sistema FIERN, do SESI e das prefeituras que estão trabalhando nesta ação de cidadania”, disse Juliano que também reforçou a importância do avanço da vacinação. “Convidamos a todos que procurem os centros de vacinação do SESI em Natal e Mossoró para que possam ser imunizados e possamos vencer essa pandemia o mais rápido possível’, finalizou.

Foto: Luana Tayze

10

Jun

Poder Público

Senado aprova política de estímulo à informatização de escolas

O Senado aprovou ontem (9) um projeto de lei (PL) de apoio à instalação de internet banda larga nas escolas públicas e fomento do uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica. O PL institui a Política de Inovação Educação Conectada e vai à sanção presidencial.

A meta do projeto é reunir esforços de União, estados, Distrito Federal e municípios, bem como escolas, setor empresarial e sociedade civil, para assegurar as condições necessárias para a inserção da tecnologia como ferramenta pedagógica de uso cotidiano nas escolas públicas de educação básica.

Para tornar isso realidade, são previstas ações de apoio técnico e financeiro para contratar serviços de internet e aquisição de dispositivos eletrônicos. Também prevê a disponibilização de materiais pedagógicos digitais em formato aberto e elaborados com a participação dos profissionais da educação.

O projeto traz como fonte de recursos para essas ações as dotações orçamentárias da União, as receitas provenientes de entidades públicas e privadas e os recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). A relatora do projeto, Daniella Ribeiro (PP-PB), disse que durante a pandemia, com aulas sendo realizadas remotamente, os recursos tecnológicos se mostraram fundamentais.

Falta equipamento e internet

Segundo dados da Pesquisa TIC Educação 2019, realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CeTIC) e informados no relatório, 39% dos alunos de escolas públicas não contavam com computador em suas residências. Para elas, o telefone celular era a principal ferramenta de acesso à internet. Essa era a realidade de 85% das pessoas das classes D e E. Além disso, também diz a pesquisa, para 70% dos professores de escolas públicas urbanas, a baixa velocidade da internet é um grande empecilho para o desenvolvimento de atividades remotas.

“Nesse sentido, ao lado das críticas à falta de infraestrutura e de condições técnicas adequadas, docentes e estudantes têm expressado também o muito que têm aprendido sobre o uso das tecnologias na educação e como elas poderão continuar sendo usadas, mesmo depois que a crise sanitária passar”, disse a relatora.

“Embora tenha sido pensada em momento anterior à pandemia, julgamos que a Política de Inovação Educação Conectada se encaixa nesse perfil, uma vez que ela induz, incentiva e financia justamente os tipos de ações que são necessárias neste momento: a garantia de infraestrutura e de conexão; a formação dos atores escolares; e a produção de material, sempre de forma participativa e democrática”, acrescentou Daniella em seu parecer.

Fonte: Agência Brasil

10

Jun

Poder Público

Câmara de Natal aprova Dia Municipal de Combate ao Trabalho Infantil

Para contribuir no combate à exploração do trabalho infantil na capital potiguar, a Câmara Municipal de Natal aprovou nesta quarta-feira (09), em segunda discussão, durante Sessão Ordinária Remota, o PL 188/2020, de autoria da vereadora Júlia Arruda (PCdoB), que institui o Dia Municipal de Combate ao Trabalho Infantil. A data será celebrada, anualmente, no dia 12 de junho.

Segundo a matéria, o Poder Público Municipal poderá realizar parcerias com órgãos, instituições e empresas com o objetivo de promover mobilizações, eventos e ações na data, visando conscientizar a população. “Em nome de toda a rede que milita na área da criança e do adolescente, estamos aqui aprovando esse projeto que institui o dia municipal, um dia de muita luta, discussões e de ações para que possamos atingir a meta de até 2025 seja erradicado qualquer tipo de trabalho análogo à escravidão”, destacou Júlia Arruda. 

“É importante que neste dia ocorram ações de conscientização à população natalense da importância que é prevenir esse tipo de violação de direito e essas situações irregulares envolvendo crianças e adolescentes. Por isso, aprovamos essa matéria para apoiar o combate e erradicar o trabalho infantil”, acrescentou a vereadora Camila Araújo (PSD). 

Vetos

Dando sequência à sessão ordinária, os parlamentares apreciaram seis vetos encaminhados pelo Poder Executivo Municipal. Três foram derrubados, entre eles, o veto parcial ao Projeto de Lei 41/2019, do ex-vereador Fúlvio Saulo, que trata da obrigação da realização da Sessão Azul nos cinemas de Natal para pessoas com espectro autista; e o veto integral ao Projeto de Lei 187/2018, da vereadora Ana Paula (PL), que dispõe sobre a política de proteção às mulheres em situação de vulnerabilidade pela rede pública de saúde, com a utilização de contraceptivo reversível de longa duração de Etonogestrel. “Através desse projeto, fazemos que os CAPS da nossa cidade possam fazer um trabalho não só de atendimento, mas também ter o direito ao contraceptivo”, pontuou Ana Paula. 

“Nós atuamos com bom senso, entendemos que quando um projeto vem com vício de ilegalidade cristalino, quando percebemos que ele intervém na questão orçamentária do município, entendendo o momento atual, nós temos que manter. Mas quando o veto vem sem ilegalidade, matérias e bandeiras que são defendidas aqui como a de hoje, do projeto que cria a Sala Azul, derrubamos. Trabalhamos de forma muito séria, procurando defender os interesses do povo de Natal”, ressaltou a líder do Executivo na Casa, vereadora Nina Souza (PDT).

10

Jun

Poder Público

[VÍDEO] Minuto da Câmara: plenário aprova Lei que cria Dia de Combate ao Assédio Moral

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal: 

9

Jun

Poder Público

Câmara de Natal aprova Lei que cria Dia de Combate ao Assédio Moral

Buscando contribuir para evitar a prática de assédio moral nos órgãos da administração pública municipal, a Câmara de Natal aprovou, em segunda discussão, nesta terça-feira (08), durante Sessão Ordinária Remota, o projeto de lei N°. 13/2018, de autoria do vereador Aroldo Alves (PSDB), que institui no primeiro dia útil do mês de maio, o Dia Municipal de Combate ao Assédio Moral. 

De acordo com o PL, cabe ao Poder Executivo a responsabilidade de criar uma campanha educativa junto aos servidores públicos municipais. “Esse dia vem para lembrar a importância dessa data, para que seja possível combater nos serviços públicos, constrangimentos, xingamentos e uma gama de situações que acontecem nas repartições, dando um freio nesses casos”, destacou o autor do projeto de lei.

A vereadora Brisa Bracchi (PT), que subscreveu a matéria, acrescentou: “Nós, enquanto poder público, temos o dever de construir todas as ações e ferramentas possíveis ao nosso alcance para construir um sociedade pautada no respeito e na justiça”. 

Os parlamentares ainda debateram e aprovaram, em segunda discussão, o PL N°. 53/2019, que cria em Natal, o programa “Cachorródromo – Espaço Público para cães”. O projeto visa fomentar a prática de hábitos saudáveis dos animais de estimação. “Além da convivência social, o programa vem incentivar que as pessoas saíam de casa, possam dar um passeio com os animais e com esse espaço, vai ser possível montar um momento de lazer para os cães e proporcionar alegrias entre os donos e seus bichos de estimação”, comentou o autor, vereador Chagas Catarino (PSDB). 

Outras três matérias, em segunda discussão, foram aprovadas. O PL 381/2020 do vereador Preto Aquino (PSD), que considera de utilidade pública a Federação de Wrestling do Rio Grande do Norte; o PL 91/2021, da vereadora Brisa Bracchi (PT), que reconhece como de utilidade pública o Centro Feminista Oito de Março; e por último, o PL 158/2021 do vereador Kleber Fernandes (PSDB), que facilita o acesso a processos eletrônicos por advogados no âmbito da administração pública municipal.

9

Jun

Poder Público

Rio Grande do Norte participa da Convenção da CVC

Entre os dias 08, 09 e 10 de junho a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) participa da Convenção da CVC. Nesta edição, em formato totalmente virtual, a proposta é apresentar o balanço do primeiro trimestre de 2021 junto às novas políticas internas de modernização com o lançamento da Loja do Futuro. 

O objetivo do evento é capacitar e engajar os franqueados com as novas mudanças adotadas pela empresa, além de promover a interação entre os participantes, potencializando o relacionamento com foco e estímulo para o aumento das vendas. 

“Essa ação colabora com a retomada do turismo 2021 e incrementa toda a cadeia produtiva do segmento do Rio Grande do Norte, já somos um dos estados mais procurados do Nordeste. Com a presença no evento que reúne mais de sete mil profissionais do turismo, teremos ainda mais resultados de vendas”, pontua o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Os números do evento são altos: a previsão de aproximadamente seis mil operadores de turismo, 43 masters, 300 pessoas do time comercial e 750 franqueados CVC.

9

Jun

Poder Público

[VÍDEO] Minuto da Câmara: plenário derruba veto e mantém projeto de Ronda da Guarda Municipal nas escolas

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal: 

8

Jun

Poder Público

Sancionada lei que institui inclusão de intérprete de Libras em telejornais e em propagandas e programas governamentais do RN

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, sancionou, na segunda-feira (7), a lei Nº 10.920, que institui a inclusão de intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) nos telejornais, em âmbito estadual, e nas propagandas e programas institucionais do Governo Estadual.

O projeto de lei foi proposto pelo deputado estadual Hermano Morais, incentivado pela Associação dos Amigos e Excepcionais de Natal (Apae-RN).

Com a publicação do texto no Diário Oficial desta terça-feira (8), as emissoras de televisão deverão promover uma comunicação inclusiva e de qualidade, oferecendo amplo acesso às pessoas com deficiência auditiva, por meio dos telejornais locais.

A norma faculta aos municípios potiguares instituírem às emissoras de televisão com sede em seus territórios, a obrigatoriedade de inclusão da língua de sinais nas propagandas e programas institucionais municipais.