Poder Público

18

Jun

Poder Público

Projeto apoiado pela Potigás auxilia tratamento de crianças cardiopatas

Com o objetivo de auxiliar o tratamento de crianças cardiopatas, a Associação dos Amigos do Coração da Criança (Amico) iniciou o projeto “Mais consultas e ecocardiogramas para as crianças cardiopatas – o diagnóstico precoce salva vidas”, apoiado pela Companhia Potiguar de Gás (Potigás) através do Edital Natural Como Fazer o Bem.

O projeto foi iniciado no último sábado, 12, e segue até o final do mês de julho, para realizar 100 exames de ecocardiograma e 138 consultas cardiopediátricas. Atualmente a instituição acompanha cerca de 2 mil crianças cardiopatas em todo o Rio Grande do Norte, contando com uma clínica onde realiza os atendimentos e uma Casa de Apoio.

A assistente social Thaisa Alves explica que uma a cada cem crianças nasce com alguma cardiopatia. “Quanto mais cedo ela é diagnosticada, mais chances tem de obter sucesso no tratamento. Então, elas precisam ter acesso aos exames e às consultas para que possam passar por cirurgia. A Amico também dá o suporte no pós-operatório e tudo isso são recursos que precisamos”, completa.

Somente em 2020, a Amico realizou 834 consultas com cardiopediatra, fez 803 ecocardiogramas e cadastrou mais 267 crianças. Manária Jácome é de Caraúbas e tem uma filha de 10 anos atendida pela Amico desde os dois anos de idade.

“Ela foi diagnosticada com 15 dias de vida e não tem cardiopediatra na cidade. Na época, o médico de Caraúbas disse que ela precisava de um profissional especializado. A Amico foi nossa salvação porque contamos com o atendimento clínico desde esse período. Também já utilizamos a Casa de Apoio quando ela passou por cirurgia quando ainda tinha dois anos e chegamos a passar 15 dias no local”, explica.

A Casa de Apoio é o local de abrigo das famílias, principalmente as provenientes do interior do estado, no período de pré e pós-operatório, mas também onde elas aprendem os cuidados com as crianças durante essas fases. O local dispõe de equipe de enfermagem 24 horas por dia, além de nutricionista e fisioterapeuta.

A Amico conta com atendimento de cardiopediatria, pediatria, endocrinologia, odontologia, psicologia e assistência social. “A Associação ajuda a suprir essa lacuna do sistema de saúde público que não consegue oferecer o suporte adequado para as crianças cardiopatas”, afirma Mayra Moreira, cardiopediatra.

O projeto “Mais consultas e ecocardiogramas para as crianças cardiopatas – o diagnóstico precoce salva vidas”, foi um dos 8 projetos contemplados pelo Edital Natural Como Fazer o Bem, realizado pela Potigás no último mês de maio e que selecionou trabalhos nas áreas de Cultura, Saúde, Esporte e Assistência Social.

“É uma satisfação muito grande para a Potigás poder contribuir com uma causa tão importante quanto a da Amico. Esse é exatamente o objetivo do nosso edital, o de reafirmar o compromisso institucional da concessionária com a responsabilidade social”, ressalta Larissa Dantas, diretora presidente da Potigás.

18

Jun

Poder Público

Minuto da Câmara: Vereadores criam dia municipal do combate ao Trabalho Infantil

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal:

17

Jun

Poder Público

Detran abre primeira sala de exame teórico da Zona Norte de Natal

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) abriu a primeira sala de exames teóricos de direção veicular na região da zona Norte de Natal. A nova sala vem com o objetivo de facilitar o acesso das pessoas residentes naquela região e já se encontra em funcionamento na Central do Cidadão, situada na Avenida João Medeiros Filho, nº 2300, bairro Potengi, mais precisamente no interior do Shopping Estação.

De acordo com o coordenador de Registro de Condutores do Detran, Jonas Godeiro, a nova sala conta com capacidade inicial de aplicação de cerca de 900 provas teóricas por mês. “A medida faz parte do plano da Direção do Detran de expandir e modernizar os serviços do Órgão. Essa é a primeira vez que o Detran instala uma sala de provas teóricas para atender o público da Zona Norte”, comemorou.

O sistema online de agendamentos de prova teórica para a unidade do Detran na Zona Norte de Natal já se encontra em funcionamento e os usuários aptos a realizar a prova podem acessar o site do Detran (www.detran.rn.gov.br) e efetivar o agendamento com dia e horário de acordo com a disponibilidade de vagas geradas no sistema.

A prova prática é a primeira etapa após a conclusão do curso teórico realizado pelo usuário no Centro de Formação de Condutores (CFC). Os candidatos fazem a avaliação numa sala específica, onde são utilizados computadores individuais que exibem a prova de conhecimento teórico versando sobre legislação e a prática correta de conduzir veículo no trânsito. Os procedimentos de realização da prova são simples e o usuário precisa apenas utilizar o mouse para selecionar a resposta correta de cada questão.

O local das provas conta com sistema de câmeras que monitora todo o ambiente, no sentido de conceder lisura aos testes teóricos e evitar as possibilidades de fraudes. Cada máquina fica numa cabine individual, isolando cada usuário em seu ambiente para que a prova seja aplicada da melhor forma possível e seguindo os protocolos sanitários de distanciamento.

O candidato ao clicar no botão que finaliza a prova tem os dados do resultado lançados no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) e no site do Detran, no espaço com informações específicas do usuário. A partir do resultado positivo do provão, o aluno poderá prosseguir para as aulas práticas de volante. 

17

Jun

Poder Público

Pesquisa quer ouvir servidores sobre combate às fake news

A Secretaria de Estado da Administração (Sead), por meio da Escola de Governo (EGRN), em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (Fapern), está aceitando respostas para uma pesquisa relacionada ao combate à desinformação até 10 de julho. A coleta de dados é destinada a todos os funcionários públicos do RN, entre efetivos, comissionados, bolsistas, estagiários e terceirizados.

Intitulado “Servidores Públicos do Estado do Rio Grande do Norte Competentes em Informação: elaboração e realização de cursos sobre fake news no enfrentamento à desinformação", o estudo tem como objetivo principal investigar a necessidade de capacitar o funcionalismo público para combater as chamadas notícias falsas, evitando a propagação de desinformação nas secretarias e órgãos públicos estaduais.

De acordo com a pesquisadora da área de Biblioteconomia na Sead e responsável pelo estudo, Silvana Souza, a pesquisa é justificada ainda por ser de grande interesse para a sociedade, pois as fake news causam grandes estragos em todos os seguimentos, como político, econômico e social. "Além disso, o Estado visa continuar a investir na capacitação, promovendo a inovação e modernização, considerando assim, as novas demandas informacionais de todos os cidadãos na gestão do Estado do RN, a começar pelo servidor público estadual", acrescenta a bibliotecária.

Vale ressaltar que a participação no estudo é voluntária e não é necessário se identificar. O tempo de duração para responder ao questionário é em média de 5 minutos.

Para responder ao questionário, clique aqui.

17

Jun

Poder Público

Lei que proíbe fogueiras em Natal durante pandemia é aprovada na Câmara

Com o objetivo de garantir mais saúde à população natalense, a Câmara Municipal de Natal aprovou em regime de urgência, durante Sessão Ordinária Remota, o projeto de lei Nº 378/2021, que proíbe o acendimento de fogueiras enquanto perdurar estado de emergência e/ou de calamidade pública em decorrência do COVID-19. A matéria é de autoria do vereador Preto Aquino (PSD). 

De acordo com o PL, o Poder Executivo será responsável por disponibilizar mecanismos de fiscalização e combate à infração da proibição. “O momento em que vivenciamos hoje e desde 2020 é outra realidade. A gente tenta conscientizar a população, apesar de muitas vezes algumas pessoas não aceitarem. É preciso entender que vivemos outro mundo depois da pandemia e que a prioridade, em consequência da pandemia da Covid-19, é a saúde”, destacou o vereador.

Em segunda discussão, os parlamentares aprovaram o PL 41/2021, de autoria do vereador Herbeth Sena (PL), que institui no calendário oficial de eventos da capital, o “Circuito de Quadrilhas Juninas”. “Acontecerá anualmente, durante o mês de junho, sendo uma série de eventos propostos pela Prefeitura, na qual, o Poder Executivo poderá propor e firmar parcerias com a iniciativa privada para apresentação de quadrilhas juninas, grupos culturais e musicais da cidade”, disse Herberth Sena.

Ainda foi aprovado, de autoria da vereadora Nina Souza (PDT), o PL 154/2018, que trata da Política Municipal de Incentivo ao Turismo para o Idoso. “Esse projeto visa criar um grande canal de incentivo para que o idoso possa conhecer as nossas belezas. Um programa de capitação, para conhecer novas tecnologias e claro, um grande roteiro turístico para que ele conheça as potencialidades e belezas de Natal”, explicou Nina Souza. 

Vetos
Os parlamentares ainda apreciaram cinco vetos encaminhados pelo Poder Executivo. Destes, quatro foram mantidos e apenas um, o veto integral ao Projeto de Lei 197/2017, de autoria do ex-vereador Fúlvio Saulo, que obriga as empresas de transporte coletivo a divulgarem o aviso de assalto nos letreiros, foi derrubado pelos vereadores.

17

Jun

Poder Público

Minuto da Câmara: CCJ aprova projeto de prevenção ao Abuso Sexual

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal:

16

Jun

Poder Público

Comissão da Câmara aprova criação de academia ao ar livre híbrida em Natal

Na tarde desta terça-feira (15), a Comissão de Planejamento Urbano, Meio-ambiente e Habitação da Câmara Municipal do Natal se reuniu em plenário para debater acerca de diversos projetos de lei em tramitação no legislativo natalense.

Dentre as matérias, foi aprovada uma de autoria do vereador Raniere Barbosa (Avante), com relatoria da vereadora Brisa Bracchi (PT), que cria em Natal a adoção de academia ao ar livre híbrida no município. A finalidade da lei é buscar empresas interessadas em patrocinar a instalação de academias em troca de sua publicidade no local a ser instalada a academia. "A importância dela é que ela vai atender ao deficiente físico, bem como as pessoas da terceira idade. Os equipamentos instalados são específicos para esse público. Vejo com muita importância e precisamos tirar essas pessoas do sedentarismo. Através de uma academia como essa você estimula e motiva esse público", ressaltou Raniere. 

Outro projeto aprovado foi o de resolução 03/2020 de autoria da vereadora Divaneide Basílio (PT), também de relatoria da vereadora Brisa Bracchi, que cria a Frente Parlamentar em Defesa dos Refugiados, Apátridas e Migrantes. "Essa vai tratar de um tema cada vez mais central na nossa cidade, que é o número de refugiados e apátridas, que tem aumentado no último período e isso tem trazido uma responsabilidade do munícipio e da câmara se debruçar sobre as políticas públicas para essa população", destacou Brisa. 

Ainda foi debatido durante a reunião, um projeto de lei de autoria do vereador Chagas Catarino (PSDB), que trata da instalação de pistas de cooper no entorno das lagoas de captação de Natal. A relatoria foi do vereador Klaus Araújo (SD), que solicitou o encaminhamento para o Legislativo da Casa. "Um projeto que na sua ementa tem obrigatoriedade e no texto interno tem autorizativo. Então essa dualidade foi levantada para os membros da comissão e nós remetemos à Procuradoria da Casa para que fosse esclarecido. Projeto importante e a prefeitura fazendo essas pistas no entorno das lagoas de captação vai ser uma grande saída para a realização de atividades físicas", esclareceu Klaus Araújo.

16

Jun

Poder Público

Minuto da Câmara: Vereadores criam dia municipal do combate ao Trabalho Infantil

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal:

15

Jun

Poder Público

Comissão da Câmara recebe entidades estudantis para debater transporte em Natal

A Comissão de Transportes, Legislação e Assuntos Metropolitanos da Câmara Municipal de Natal recebeu na tarde desta segunda-feira (14), a visita de representantes de entidades estudantis. Na pauta principal, os valores cobrados pelo SETURN com a emissão das carteiras de estudante e a suspensão da meia passagem nos horários de pico nos ônibus da capital. 
 
De acordo com o presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE), Yadson Magalhães, o debate sobre a suspensão da meia passagem precisa ser ampliado. “A gente entende que esse processo de mobilização é importante. A partir dessa discussão aqui na Câmara, articulação com outros vereadores, movimentos sociais, a gente vai voltar pra rua para fazer esse debate com a prefeitura para exigir a retomada desse direito, que é a meia passagem estudantil”.


 
O vice-presidente da Comissão, vereador Anderson Lopes (SD), criticou a falta de transparência do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (SETURN), quanto aos valores cobrados na emissão das carteiras estudantis. “Nosso questionamento aqui em plenário foi porque, a carteira é repassada ao estudante por 25 reais. Quem está lucrando com isso, pra onde vai esse dinheiro? A Comissão de Transporte solicitou ao SETURN informações a respeito desses repasses, porém houve a negativa, alegando que é uma empresa privada, mas esquece que é concessão pública”, disse o vereador.

“Esse debate tem que ser mais amplo, junto com Ministério Público, Defensoria Pública, sociedade civil-organizada para que nós possamos contribuir. É a Câmara Municipal mostrando o seu papel. Então é muito importante esse debate para que a população entenda que a Comissão de Transporte está atenta a tudo que acontece no transporte público de Natal”, acrescentou  o vereador Eribaldo Medeiros (PSB). 
 
Projetos de Lei

Ainda durante a reunião, os vereadores designaram para relatoria, dois Projetos de Lei de autoria do vereador Preto Aquino (PSD). O 79/2021, obriga o Poder Público Municipal a utilizar material refletivo na sinalização de trânsito horizontal, vertical e nos dispositivos de sinalização auxiliar, e dá outras providências; já o PL 145/2019 dispõe sobre a acessibilidade padronizada para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida nos pontos de paradas de ônibus do sistema de transporte coletivo de passageiro no âmbito do município do Natal e dá outras providências.

Foto: Francisco de Assis

15

Jun

Poder Público

Seis em cada dez brasileiros defendem a meritocracia acima de políticas de inclusão

A pesquisa realizada pelo Ideia, instituto de pesquisa de opinião pública, com exclusividade para a sexta edição do Brazil Forum UK 2021, aponta que 62% dos brasileiros acreditam que a valorização profissional deva ser feita exclusivamente pela capacidade, e não com enfoque em questões de gênero cor e sexualidade.

O Brazil Forum UK 2021 é um evento promovido pela comunidade de estudantes brasileiros no Reino Unido, e nesta edição mostra que 57% concordam que o governo e as empresas devem promover incentivos à minorias sociais. Sobre isso, apenas 6% discordam e 34% não sabem ou não concordam nem discordam.

“A pesquisa traz um importante elemento de percepção: a dissonância cognitiva entre a expectativa de meritocracia e a a falta de políticas de inclusão. Esse tem sido um constante atrito no imaginário da opinião pública”, diz Maurício Moura, fundador do IDEIA e professor da Universidade George Washington, nos Estados Unidos.

O estudo ainda afirma que 52% dos entrevistados acreditam que é preciso ampliar as atuais políticas de inclusão profissional para negros, mulheres, LGBTQ+ e deficientes físicos nas empresas e instituições de governo. Enquanto isso, 35% creem que não deve haver interferência nas políticas de inclusão e representatividade, tanto no setor público, quanto privado.


Enfretamento da desigualdade

Além disso, a pesquisa também dá enfoque à sensibilidade do brasileiro em relação aos fatores que reduzem a desigualdade entre as pessoas. O investimento na educação de base é prioridade para 39% da população no enfrentamento da desigualdade no Brasil. Também consta o acesso dos mais pobres a serviços e bens de qualidade e de investimento em capacitação profissional.

"Há um consenso sobre o diagnóstico das prioridades e educação básica aparece fortemente. O que não é óbvio para a opinião pública são os caminhos para encontrar uma solução", finaliza Maurício, do IDEIA.

O levantamento ouviu 1.242 pessoas entre o dia 7 a 10 de junho. A margem de erro máxima estimada para o total da amostra é de 3.0 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

15

Jun

Poder Público

Governo do RN investe em implantação de sistema de energia solar na Escola de Governo

Sustentabilidade e economicidade são objetivos prioritários no Governo do Rio Grande do Norte. Por isso, tem buscado investir em soluções a favor da preservação de recursos naturais e contenção de despesas. Neste mês, o Executivo Estadual iniciou o processo de aquisição de sistema de geração de energia solar fotovoltaica na sede da Escola de Governo (EGRN), iniciativa que projeta uma economia de 46% sobre o consumo ativo de energia do prédio localizado no Centro Administrativo.  

A parceria entre as Secretarias de Estado da Administração (Sead) e da Infraestrutura (SIN) viabilizou o processo licitatório para contratação de empresa especializada na execução dos serviços de implantação do sistema. A primeira etapa do processo foi realizada no dia 1º de junho, quando foram entregues e abertos os envelopes com a documentação de habilitação das entidades participantes. 

A energia solar fotovoltaica é a eletricidade gerada diretamente por placas solares que captam a luz do sol durante o dia e a transformam em energia elétrica por meio do efeito fotovoltaico. "O sistema prevê uma redução do impacto ambiental, bem como representa  uma economia significativa, reduzindo os valores das faturas de energia elétrica das unidades em que é instalado", afirma o engenheiro eletricista Iuri Filgueira, coordenador de Eletrificações da SIN.

Na Escola de Governo, o sistema de geração fotovoltaica será instalado sobre o auditório master do prédio, que compreende uma área de aproximadamente 1.572 m². De acordo com Filgueira, o sistema terá um valor de 268 kWp (kilowatt pico) e será capaz de economizar um valor mínimo estimado em R$ 13.006,34 por mês, totalizando aproximadamente R$ 156.076,08 ao ano. Além disso, o tempo de retorno do investimento do sistema fotovoltaico é previsto em cinco anos. 

A economia representa 46% do consumo ativo de energia mensal da instituição. O valor só não é maior porque algumas áreas da sede são sombreadas, ou seja, impedem que mais energia seja gerada a partir das placas solares fotovoltaicas. "Os sistemas de energia solar fotovoltaicos geram eletricidade em função da quantidade de luz solar que recebem, quando ocorre um sombreamento no arranjo solar fotovoltaico provocado por qualquer objeto, edificações, árvores, vegetação ou até por outros painéis solares, a produção de energia diminui. Na Escola de Governo, iremos aproveitar toda a área que não sofre interferência de sombreamento", explica o engenheiro.

Para a secretária da Administração, Virgínia Ferreira, a adesão da Sead ao projeto de geração de energia solar vai muito além da economicidade, pois contribui também com a conscientização e a sensibilização das pessoas para com o meio ambiente. "Que esta ação possa ser exemplo e comprove a importância de preservar os recursos naturais que dispomos. Enquanto gestores públicos, é nosso dever promover o uso de recursos limpos e renováveis, que são de grande importância para a manutenção sustentável do nosso planeta".

Foto: Sandro Menezes - Assecom/RN

15

Jun

Poder Público

Mais de R$ 17 trilhões foram emitidos em Notas Fiscais Eletrônicas em 2020, crescimento de 12,95%

A quantidade de Notas Fiscais Eletrônicas (NFEs) emitidas pelas empresas em 2020 cresceu 12,95%, se comparado ao ano de 2019. Mesmo com o momento de instabilidade causado pela pandemia, foram mais de 3 bilhões de NFEs emitidas, totalizando um valor de R$ 17,51 trilhões, o que representa um crescimento de R$ 1,90 trilhão em relação a 2019, quando o valor foi de R$ 15,62 trilhões. Os dados fazem parte de um estudo desenvolvido pelo IBPTax, joint venture criada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) e a Systax, empresa de inteligência fiscal.

O setor que mais emitiu Notas Fiscais Eletrônicas em 2020 foi o Comércio Atacadista de Medicamentos, com um total de 133 milhões, o que significa um crescimento de 8,43% em relação a 2019. Logo em seguida, a atividade que mais emitiu, mesmo apresentando uma redução de 8,90% em relação ao ano anterior, foi o Comércio Atacadista de Cerveja, Chope e Refrigerante com 111,6 milhões de NFEs. Já o Comércio Atacadista de Produtos Alimentícios ocupa a terceira posição com 101,3 milhões de NFEs.

Considerando termos percentuais alguns setores se destacaram em crescimento na emissão de NFEs, como explica o diretor de negócios do IBPT, Carlos Pinto. “O Comércio Varejista de Livros foi o que mais cresceu, com 158% de avanço em relação ao ano de 2019. Em seguida temos o Comércio Varejista de Cosméticos, Produtos de Perfumaria e Higiene pessoal com 74,50%; o Comércio Varejista de Artigos do Vestuário e Acessórios com 67,96%; e as Lojas de Departamentos e Magazines com 66%. Estas atividades varejistas tiveram o crescimento na emissão de NFEs principalmente por conta do avanço do e-commerce neste período de isolamento social”, destacou.

Jerson Prochnow, CEO da Systax, ressalta que tais segmentos que ganharam destaque neste contexto vão ao encontro do momento vivido atualmente. “Mesmo em meio a um cenário instável devido ao contexto pandêmico, estamos acompanhando no mercado diversas movimentações no varejo e, de fato, houve um aumento expressivo no volume de vendas do comércio varejista brasileiro. Foram mais de 3 bilhões de Notas Fiscais Eletrônicas emitidas apenas em 2020 e, possivelmente, este dado poderá crescer nos próximos anos. Esse crescimento é acompanhado também do aumento de mais de 10% no número de empresas emissoras de NF-e. Agora é muito relevante que esse crescimento ocorra sem a geração de altos riscos fiscais para esses contribuintes e, para isso, é indispensável que as empresas estejam atentas à saúde fiscal de seus negócios, adotem sistemas adequados e eficientes e, principalmente, tributem corretamente suas operações, exigindo ainda que seus fornecedores façam o mesmo”, comentou.

15

Jun

Poder Público

Projeto da Câmara de Natal obriga tradução em Libras nas sessões e reuniões virtuais

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Câmara Municipal de Natal aprovou, durante uma reunião virtual nesta segunda-feira (14), um Projeto de Resolução de autoria da vereadora Júlia Arruda (PCdoB) que estabelece a obrigatoriedade da participação de tradutor e intérprete de Libras nas sessões e reuniões virtuais transmitidas pela TV Câmara Natal. O parecer da relatoria apresentado pelo vereador Robson Carvalho (PDT) ressaltou a importância da iniciativa para a promoção da inclusão na capital potiguar.

"O Legislativo natalense sempre foi pioneiro na inclusão das pessoas surdas com a inserção dos intérpretes de Libras na programação da TV Câmara em todas as atividades da Casa. Neste momento de pandemia, portanto, estamos garantindo que este serviço, também, seja aplicado nas modalidades virtuais da nossa grade de programação", defendeu a vereadora Júlia Arruda.

Na sequência, os parlamentares acataram um texto substitutivo ao Projeto Praia Inclusiva, de autoria do vereador Felipe Alves (PDT). Encaminhada pelo presidente da Comissão, vereador Tércio Tinôco (PP), a emenda substitutiva visa beneficiar pessoas com deficiência física ou mental através de passeios e banhos nas praias urbanas sob os cuidados dos órgãos públicos. "Esta nova redação inclui banheiros acessíveis, rampas de acessibilidade, ônibus e estacionamentos adaptados. Ou seja, ampliamos a proposta com tudo que uma pessoa com deficiência precisa para ter acesso ao banho de mar", explicou Tércio.

Também foi aprovada uma proposição do vereador Chagas Catarino (PSDB) que institui o Programa Eu Abraço Esta Causa com a finalidade de conscientizar a população acerca dos tratamentos e cuidados a serem prestados às pessoas com deficiência.

15

Jun

Poder Público

Crédito Instalação transforma rotina de agricultores assentados no RN   

Um balanço divulgado pelo Incra no Rio Grande do Norte aponta que recursos destinados aos assentados, por meio do Crédito Instalação, têm transformado a rotina dos agricultores. Entre o ano de 2019 e 2021, 333 famílias assentadas receberam R$ 1,7 milhão. Os recursos incentivam a economia local e garantem melhor qualidade de vida às famílias.

Este é o caso da agricultora Cristilene Santos de Melo. Moradora do assentamento Pedro Ezequiel de Araújo, em Ipanguaçu, a 215 quilômetros de Natal, ela recebeu o Crédito Instalação na modalidade Apoio Inicial. O dinheiro foi utilizado para comprar equipamentos de pesca e na construção da casa própria. A partir disso, ela investiu em criação de bovinos, caprinos, galinhas e plantação de frutas.

"Nossa vida aqui na comunidade mudou muito depois das ações do Incra. Consegui abrir um poço no meu lote e cada família tem sua própria renda, seja individual ou coletivamente, através do plantio da banana, mamão, milho, caju", disse. A agricultora também trabalha em casa produzindo bolos, que são vendidos na região. Por mês ela já chegou a produzir mil bolos.

A assentada tem lucro de R$ 4,5 mil e já recebeu outras modalidades de crédito, agora busca o Fomento Mulher para ampliar as atividades no lote.

Crédito

O Crédito Instalação é concedido aos beneficiários do Programa Nacional de Reforma Agrária que recebem R$ 5,2 por unidade familiar. A modalidade Apoio Inicial é destinada à aquisição de itens de primeira necessidade, de bens duráveis de uso doméstico e de equipamentos produtivos.

Para a chefe da Divisão de Desenvolvimento, Leilianne Gurgel, o depoimento reafirma a importância da autarquia no Estado. "Essas atividades são essenciais para a sobrevivência na zona rural, como também na cidade. A agricultura familiar auxilia na economia e dá independência ao pequeno produtor. Nossas ações visam estruturar a vida no campo", declarou.

Foto: Arquivo da assentada

15

Jun

Poder Público

Minuto da Câmara: CCJ aprova projeto de prevenção ao Abuso Sexual

Confira, no Minuto da Câmara, as principais novidades e iniciativas dos vereadores da Câmara Municipal de Natal: