Mídias Sociais

10

Dez

WhatsApp começa a testar pagamentos em criptomoeda nos EUA

O WhatsApp nesta quinta-feira (9) lançou um programa piloto de pagamentos em criptomoeda nos Estados Unidos. Disponibilizado por enquanto a um grupo pequeno de usuários, o serviço funciona em cima do sistema da Novi, divisão da Meta para pagamentos digitais que também está em fase de testes há seis semanas. Por enquanto, as transações acontecem por meio da criptomoeda Pax Dollars, cujo valor é diretamente ligado às flutuações do dólar.

De acordo com a Novi, a ferramenta permite pagamentos e recebimentos como qualquer outra transferência regular feita no aplicativo de mensagens, com a opção estando disponível no mesmo local inclusive. A companhia também diz que não há taxas previstas a qualquer uma das ações, bem como limites de quanto dinheiro pode ser movido a partir dos tokens; as transferências são feitas de forma instantânea inclusive. As informações foram divulgadas pelo novo presidente da Novi, Stephane Kasriel.

Enquanto o programa é uma expansão de um recurso que ainda está sendo disponibilizado ao redor do mundo – além dos EUA, só Brasil e Índia contam com a ferramenta geral de pagamentos – a entrada da Meta para as criptomoedas já vem sendo planejada há dois anos. Os planos são muito diferentes e bem menos polêmicos que o original, porém, quando o então Facebook anunciou a criação da própria moeda e a ambição de uso global da mesma: com tanta repercussão negativa, a ideia foi mais ou menos posta de lado, com a divisão sendo renomeada para Novi e o foco primordial sendo redirecionado primordialmente a pagamentos digitais – ainda que o presidente David Marcus tenha dito que existem planos para a moeda, ele está previsto para deixar a Novi no fim deste ano.

FGHzidMVcAEqPAY

Voltando ao anúncio de hoje, o The Verge reporta que a ferramenta originalmente também seria disponibilizada na Guatemala, mas aparentemente o plano mudou e o país agora só vai poder fazer transferências pelo aplicativo da Novi como já vem realizando há algumas semanas. O recurso também está previsto para funcionar dentro da encriptação de ponta a ponta do WhatsApp, com uso disponível na língua inglesa e espanhola.

Fonte: Meio e Mensagem

Disponível em: https://www.b9.com.br/155424/whatsapp-comeca-a-testar-pagamentos-em-criptomoeda-nos-eua/

10

Dez

[VÍDEO] WhatsApp se une ao Porta dos Fundos para falar sobre golpes

Como sequência da campanha que alerta o público sobre os diversos tipos de golpes que costumam ser aplicados no WhatsApp, a plataforma se une ao canal Porta dos Fundos para apresentar um esquete com a temática. O principal intuito da rede social, assim como na campanha DNA – Duvide no Ato – protagonizada por João Kleber e Cristina Rocha, é informar a população sobre formas de se prevenir contra as fraudes, de um jeito bem-humorado.

Por conta dessa intenção, a aproximação com o canal humorístico foi algo natural, dando origem ao filme que conta com roteiro de Matheus Mad, direção de Zaga Martelletto e atuações de Rafael Infante e Rafael Portugal, como explica Taciane Lopes, gerente de marketing do WhatsApp. “Eles acharam um ângulo engraçado para falar de algo tão chato que é o golpe”, diz.

Para a construção da campanha, o trabalho foi realizado a oito mãos, contando com o apoio do grupo de criatividade interno da plataforma, o Creative X, e o Porta dos outros, trazendo assuntos que estão em alta no cotidiano do brasileiro e contextualizando com a mensagem que deve ser passada. “Quando pensamos em golpe, pensamos no que está acontecendo com a galera. Não são só os golpes de pedir dinheiro. Está muito na nossa cultura a brincadeira do que é o golpe”, explica Ian SBF, cofundador e diretor do Porta dos Fundos.

Além do vídeo no canal do Porta dos Fundos no YouTube, a campanha também contará com posts no Instagram, além de um chatbot no próprio WhatsApp, que irá enviar mensagens explicando como se proteger de golpes e áudios que poderão ser utilizados pelos usuários, além do site golpesmanjados.com, onde o público poderá ter acesso às interações.

A intenção do WhatsApp nesse momento é atingir uma camada da população que é digitalmente mais entendida, para que elas possam ajudar a disseminar a mensagem, segundo Taciane. “Vamos trazer uma mensagem super importante”, complementa Ian.

Fonte: Meio e Mensagem

Disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2021/12/09/whatsapp-se-une-a-porta-dos-fundos-para-falar-sobre-golpes.html

10

Dez

Instagram Playback chega com a retrospectiva oficial dos seus stories de 2021

O mês de dezembro é a época das retrospectivas lançadas por diversas plataformas, como os já disponíveis Wrapped do Spotify e Replay do Apple Music, que permitem relembrar as músicas mais ouvidas do ano. Nesta quinta-feira (9), foi a vez do Instagram apresentar um recurso para reviver os melhores momentos de 2021.

Com o Instagram Playback 2021, a rede social relembra os melhores stories de cada usuário publicados ao longo dos últimos 12 meses. É a chance de reviver as postagens de datas especiais, como seu aniversário, por exemplo, as publicações feitas durante encontros com amigos e parentes e outras histórias empolgantes.

A reprodução inclui um total de 10 stories para cada pessoa, selecionados pelo algoritmo da companhia. Mas se por algum motivo você não gostar das escolhas feitas pela tecnologia, poderá editar a seleção antes de compartilhá-la com os seguidores, adicionando aquelas que considerar as principais postagens do ano.

O Instagram Playback reúne os 10 melhores stories do ano de cada usuário.

 

Esse recurso chega como uma alternativa aos apps de terceiros que oferecem a retrospectiva do Instagram, sendo a primeira iniciativa oficial da plataforma com tal finalidade. Uma das soluções mais famosas é a colagem que inclui os nove posts mais curtidos do ano, com possibilidade de compartilhamento nos stories e também no feed.

Quando estará disponível?

A função de retrospectiva 2021 do Instagram começa a ser disponibilizada ainda hoje para toda a base de usuários da rede social, mas a distribuição acontecerá de forma gradativa. Com isso, pode demorar alguns dias até que ela chegue ao seu perfil, mas é importante manter o app atualizado para recebê-la mais rápido.

Quando o Instagram Playback estiver disponível, você verá uma notificação em seu feed, convidando para visualizar a sua lista de reprodução. Logo após, a ferramenta exibirá os stories incluídos, oferecendo a opção de editar a seleção, caso queira modificá-la.

Depois de definir a configuração da reprodução, basta tocar no adesivo “2021” para visualizar a seleção e compartilhá-la. A ferramenta ficará disponível de forma limitada, por apenas algumas semanas, devendo ser removida antes da chegada do Ano Novo.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/230266-instagram-playback-relembre-principais-stories-2021.htm

 

9

Dez

Instagram implementará novamente o feed cronológico em 2022

Após mais de cinco anos, o Instagram planeja trazer de volta “uma versão” de seu feed cronológico no próximo ano, disse o principal executivo da empresa. Ao falar com legisladores em uma audiência do Senado sobre o Instagram e e a segurança de adolescentes, Mosseri afirmou que apoia “dar às pessoas a opção de ter um feed cronológico”.

“No momento, estamos trabalhando em uma versão de um feed cronológico que esperamos lançar no próximo ano”, explicou Mosseri. Ele acrescentou que a empresa está trabalhando no recurso “há meses”, mas não compartilhou detalhes sobre como tal feed funcionaria, apenas que está planejado para lançar “no primeiro trimestre do próximo ano”.

Portanto, lançar uma opção para um feed cronológico seria uma um passo contraditório para o aplicativo de compartilhamento de fotos, o qual defendeu consistentemente o seu feed de algoritmos, mesmo com as reclamações dos usuários sobre como suas postagens são classificadas. 

Em junho, através de uma postagem no blog, Mosseri disse que um feed cronológico tornava “impossível para a maioria das pessoas ver tudo, muito menos todas as postagens que interessam a elas”. Segundo ele, o feed cronológico resultou em pessoas “perdendo” a maioria das postagens em seu feed em 2016.

O Instagram tem enfrentado críticas sobre como seus algoritmos que classificam e sugerem conteúdo, ainda mais quando se trata de adolescentes e usuários mais jovens. O Congresso também tem debatido uma legislação para controlar os sistemas de classificação das plataformas de mídia social.

Além disso, o Instagram também está testando outra mudança no feed que é a adição de “postagens sugeridas” de contas que você não segue no feed principal. O desenvolvedor e engenheiro Alessandro Paluzzi também identificou recentemente um recurso que permitiria aos usuários classificar os seus feeds por “inicial”, “favoritos” ou “seguinte”.

Olhar Digital, disponível em: https://olhardigital.com.br/2021/12/09/internet-e-redes-sociais/instagram-implementara-novamente-o-feed-cronologico-em-2022/

9

Dez

Estudante brasileiro cria rede social voltada para ajudar o próximo

Um aluno do terceiro ano do Ensino Médio criou uma rede social na qual os participantes podem enviar pedidos de ajuda e oferecer apoio para os demais integrantes. O aplicativo Ajudee foi lançado em julho deste ano e tem como objetivo ligar pessoas que precisam de auxílio em diversas áreas, desde dinheiro até estudos. Na plataforma, os usuários podem se conectar, conversar via bate-papo e interagir com os campanhas de ajuda para combinar os detalhes.

Com uma interface simples e objetiva, o programa é muito fácil de ser usado. Na parte superior estão os filtros que separam os pedidos por temática e logo abaixo está o feed. No menu inferior, o usuário pode acessar a página inicial, onde ficam as requisições, a área de chat, o botão para publicar uma campanha e a guia de personalização do perfil.

O criador do app, Vitor Vavolizza, estuda no Colégio Bom Jesus, em Curitiba (PR), e já foi premiado 21 vezes em feiras científicas nacionais e internacionais com a criação. Uma das mais relevantes foi a 13.ª Muestra Científica Latinoamericana, no Peru, onde ganhou o primeiro lugar na categoria “Digital e Robótica” e se credenciou para a Infomatrix Continental, que será realizada no México, em 2022.

Vitor explica que teve a ideia em 2020, quando começou a pesquisar o assunto no Programa de Iniciação Científica da sua escola. Após análise do cenário econômico e social do Brasil, agravados pelo momento de pandemia, o jovem começou a coletar dados de noticiários e estudos estatísticos para tentar melhorar a situação no país.

Rede social brasileira para ajudar pessoas

“Ao acompanhar as notícias, percebi a magnitude da crise que afeta a população diariamente, principalmente na pandemia, e notei que poderia melhorar a vida das pessoas com o uso de tecnologia”, diz o aluno. “Acredito que podemos transformar o Brasil por meio da criação de soluções tecnológicas”, concluiu o jovem.

Professor e orientador do projeto, Cornélio Schwambach lembra que o programa de Iniciação Científica possibilitou ao aluno desenvolver muitas competências e habilidades que geralmente não são detectadas nas salas de aula. Já o pequeno prodígio agora diz que pretende estudar Ciências da Computação na universidade, um passo importante para seguir na área de criação.

O app ainda deve passar por mais fases de aprimoramento, conforme o feedback dos usuários, mas já pode ser baixado gratuitamente na Google Play Store. Não há versão para iOS ainda, mas é provável que o jovem a faça em breve, caso a Ajudee tenha sucesso entre os usuários do Android.

Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/estudante-brasileiro-cria-rede-social-voltada-para-ajudar-o-proximo-203951/

8

Dez

Relatório do Pinterest aponta 175 tendências que devem definir 2022

Pinterest divulgou nesta terça-feira (7) a edição 2022 do Pinterest Predicts, o seu relatório anual de tendências para o próximo ciclo. Maior do que nunca, o documento desta vez conta com 175 previsões de itens que devem mudar a forma como o público vê o mundo ao longo dos próximos meses, entre destaques, locais e até informações demográficas de interesses.

O relatório no caso leva em conta dados dos mais de 400 milhões de usuários da plataforma e traduz as previsões em categorias como casa, beleza, moda, alimentos e bem-estar – segundo a companhia, o índice médio de acerto é de 80%. “As pessoas vêm ao Pinterest para planejar o que farão em seguida, o que nos permite ver o futuro primeiro” escreve a CMO Andréa Mallard na divulgação do documento; “Analisando cuidadosamente os particulares dados de pesquisa e comportamento em nossa plataforma, podemos prever o que será tendência meses antes de se tornar popular, e não apenas o que é tendência agora”.

Para 2022, o Pinterest Predicts crava que o ano será sobre a criação de ambientes para se expressar emoções e de revolução nas relações, tanto no amor quanto na amizade, destacando crescimentos exponenciais em pesquisas sobre exercícios de terapia em casal, casamento saudável e quarto da raiva. A busca por destinos com reservas de água doce também deve aumentar, com procura maior por resorts e looks para viagem a lagos, mas rolês noturnos serão de lei.

Na moda, a plataforma aponta uma vontade maior do público por visuais que elevem ao máximo a experiência, incluindo penteados altos volumososunhas extrovertidas e cortes mullet em alta nas buscas. Itens em pérola também chamam a atenção na rede social, no mesmo passo da coexistência de cores vibrantes e arco-íris com um visual gótico.

Ainda de acordo com a rede social, a maior parte das tendências encontra algum reflexo na atual pandemia do coronavírus, conforme as pessoas estão empolgadas de voltar a planejar e viver o futuro em todas as frentes – incluindo o design.

Além do relatório completo, que pode ser conferido na íntegra aqui, o Pinterest também lançou ferramentas que ajudam os usuários a incorporar componentes do documento a seus perfis a partir de pins personalizados. O recurso, porém, só está disponível por enquanto nos EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

B9, disponível em: https://www.b9.com.br/155252/relatorio-do-pinterest-aponta-175-tendencias-que-devem-definir-2022/

7

Dez

Facebook Messenger Kids recebe modo escuro e efeitos de voz para áudios

Nesta segunda-feira (6), o Facebook Messenger Kids finalmente recebeu suporte para modo escuro, efeitos de voz para mensagens de áudio e um atalho para iniciar joguinhos direto do chat. As adições chegam primeiro para o app de iPhone, mas o Android as receberá logo em seguida.

O modo escuro é bastante parecido com o tema no Facebook Messenger tradicional: o fundo da tela é totalmente preto (ideal para telas OLED), com fontes em cores claras para facilitar a leitura. Balões, cartões e outros elementos não são alterados.

Modo escuro do Messenger Kids é bem parecido com o do Messenger tradicional (Imagem: Reprodução/Facebook)

Esse modo é interessante para o uso do celular em ambientes pouco iluminados, já que tende a “agredir” menos a visão. Além disso, pode proporcionar uma ligeira economia de bateria em celulares com telas OLED quando o nível de brilho está reduzido.

Efeitos para mensagens de voz

Para complementar o papo por áudio, o Messenger adicionou efeitos de voz para mensagens de voz. No momento da edição da mensagem, o usuário pode escolher um dos cinco emojis — robô, fantasma, gorila, rato ou concha — para habilitar filtros antes de enviar.

Jogos via chat

O Messenger Kids já conta com alguns joguinhos embutidos para dinamizar o papo online, mas é necessário sair do chat para acessá-los. A partir desta atualização, será possível acessar os games com funções multijogador (como jogo da velha, xadrez e “Daily Doodle”) a partir de uma conversa direta.

O atalho tomará forma de um controle laranja na bandeja de ícones inferior. A adição pode tanto ajudar dois coleguinhas a iniciar uma partida juntos quanto permitir que descubram os games, já que a função não estava tão visível antes.

As novidades devem ser distribuídas gradativamente entre usuários, por isso vale ficar atento às atualizações disponibilizadas via App Store e Play Store.

Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/facebook-messenger-kids-recebe-modo-escuro-e-efeitos-de-voz-para-audios-203730/

7

Dez

‘Take a Break’: Instagram lança novos recursos de segurança para adolescentes

O Instagram lançou uma série de novos recursos – em fase de teste – com o objetivo de tornar seu aplicativo um lugar mais seguro para adolescentes. Para começar, a plataforma está lançando o recurso ‘Take a Break’ ou ‘dando uma pausa’ pela tradução, que já foi anunciado anteriormente nos EUA, Reino Unido, Canadá e Austrália hoje. 

Agora, quando um usuário estiver navegando no Instagram por muito tempo, o aplicativo irá falar para fazer uma pausa e definir lembretes para o futuro. Os jovens usuários receberão notificações para ativar esses lembretes e garantir que estão cientes do recurso. Eles também verão dicas apoiadas por especialistas para ajudá-los a “refletir e redefinir”.

Em março, o Instagram lançará ferramentas para pais e responsáveis ​​que darão a eles uma maneira de ver quanto tempo seus filhos estão gastando no aplicativo e com isso, estabelecer limites de tempo. Ademais, os adolescentes terão a opção de notificar seus pais se denunciarem alguém e assim, sinalizarão os adultos.

Uma ferramenta que o Instagram está testando que será útil para adolescentes e jovens adultos é a possibilidade de remover suas atividades no aplicativo de quando eram mais jovens. Isso permitirá que os usuários excluam em massa as fotos e vídeos que postaram, bem como todos os seus gostos e comentários. 


Outro recurso de teste que o Instagram que estará disponível no início do próximo ano, é não poder mais marcar ou mencionar adolescentes por adultos que não os seguem, ou de incluir seu conteúdo em Reels Remixes ou Guias. 

Por fim, a empresa está explorando a possibilidade de limitar o conteúdo que podem ser sensível para os adolescentes e, atualmente, está construindo uma experiência que levaria os usuários para outro tópico se eles estivessem percorrendo algo por um tempo. 


Além disso, o líder do Instagram, Adam Mosseri, testemunhou esta semana em uma parte de uma série de audiências sobre a proteção de crianças no mundo virtual. O Instagram e o Facebook foram criticados nos últimos meses depois que a denunciante Frances Haugen disse ao Congresso sobre o efeito das redes sociais sobre os adolescentes com base na própria pesquisa de Meta.

Olhar Digital, disponível em: https://olhardigital.com.br/2021/12/07/internet-e-redes-sociais/take-a-break-instagram-lanca-novos-recursos-de-seguranca-para-adolescentes/

7

Dez

Mensagens temporárias do WhatsApp agora podem ser configuradas para 24h, 7 dias ou 3 meses

​​​​​“À medida que nossas conversas acontecem cada vez mais no mundo digital, sabemos quão especial é simplesmente sentar-se com alguém e conversar com privacidade, sabendo que tudo fica só entre vocês naquele momento”. É com essa introdução que o WhatsApp apresenta as novas configurações para as mensagens temporárias lançadas no ano passado.

Agora, os usuários podem controlar por quanto tempo suas mensagens ficam guardadas com o recurso de “mensagens temporárias por padrão”. Com isso, todas as mensagens em novas conversas individuais iniciadas pelo usuário ou por outra pessoa serão configuradas para desaparecer após a duração escolhida. Além da além da opção já existente de 7 dias, agora também existem as opões 24 horas e 90 dias.

O WhatsApp também adicionou uma nova opção que pode ser ativada ao criar conversas em grupo. O novo recurso é opcional e não altera nem apaga as mensagens de nenhuma das suas conversas em andamento.

Se o usuário ativar as mensagens temporárias por padrão, uma mensagem será exibida nas conversas informando seus contatos de que essa é a configuração padrão escolhida. Assim, fica claro para todos contatos que “não é nada pessoal”, mas sim sua escolha da pessoa para se comunicar com mais privacidade no WhatsApp.

Para ativar esse novo recurso, acesse suas configurações de privacidade e selecione “Duração padrão”. Saiba mais sobre as mensagens temporárias por padrão na Central de ajuda do WhatsApp.

B9, disponível em: https://www.b9.com.br/155198/mensagens-temporarias-whatsapp-configuradas-24h-7-dias-3-meses/

6

Dez

Meta testa ferramenta de rachar conta no Facebook Messenger

A Meta anunciou nesta sexta-feira (3) uma série de novos testes para o Facebook Messenger, e entre as novidades um recurso financeiro se faz notar. Batizado de “Split Payments”, a ferramenta faz jus ao nome e permite que dois usuários da rede social dividam uma conta a partir do hub de pagamentos do app.

Limitado por enquanto aos EUA, a opção está prevista para ser disponibilizada em fase experimental na próxima semana e tem uma execução simples. Basta o usuário iniciar um pagamento para logo em seguida optar por dividir o dinheiro a ser gasto de forma igual ou contada com outro usuário – pois é, não será apenas a divisão equilibrada que estão em jogo aqui.

O Facebook Pay a partir daí se encarrega do resto, enviando o pedido a um grupo criado para a tarefa.

Messenger-Split-Payment

Além do recurso, a Meta também confirmou novos efeitos de realidade aumentada para grupos em parceria com 4 criadores de conteúdo, incluindo Bella Poarch que fez sucesso no TikTok no ano passado. É um novo passo para alimentar dinâmicas na plataforma, que também conta com os soundmojis desde julho – e que recentemente ganhou derivados inspirados em “Stranger Things” e na Taylor Swift.

Fonte: Portal B9, disponível em: https://www.b9.com.br/155128/meta-testa-ferramenta-de-rachar-conta-no-facebook-messenger/

5

Dez

WhatsApp também movimenta o comércio em grupos de compras informais

O comércio online foi um dos setores que mais cresceram durante a pandemia da covid-19 e as comunidades virtuais também se tornaram um meio de compra e venda. Para entender esse fenômeno, o Núcleo de Marketing e Consumer Insights (NUMA), formado por estudantes e professores da ESPM, entrevistou 297 pessoas para analisar como ocorrem as compras realizadas em comunidades informais online.

O WhatsApp é a grande ferramenta do comércio informal -- é o aplicativo mais utilizado por 69% dos entrevistados. Em seguida, o Facebook aparece para 23% e o Telegram para 3%. “O WhatsApp tornou-se uma ferramenta de comunicação e de comercialização de bens ao mesmo tempo”, diz Helder Haddad, professor e pesquisador do NUMA ESPM. “Mesmo na informalidade, se destaca como mais um canal de vendas.”

Sobre o consumo, a pesquisa apontou que os artigos de moda são os preferidos para as vendas e para as compras nessa modalidade -- 29% das pessoas disseram vender roupas, sapatos e acessórios e 39% se interessam mais em comprá-los.

Entre as comunidades, o comércio acontece com maior frequência nos grupos de amigos (18%), seguido de família (14%) e escola (11%). “Os integrantes desses grupos costumam ser mais próximos e confiáveis, por isso a maior facilidade em comprar e vender”, diz Haddad. Esta facilidade é apontada como vantagem para 19% dos entrevistados.

Entre as desvantagens desse tipo de comércio estão golpes e fraudes para 23%, seguido de impossibilidade de provar o produto para 19% e a falta de garantia para 15%, principalmente fora dos grupos de família, amigos e escola.

Para 58% dos participantes é interessante comprar e vender nas comunidades, porém 46% não consideram uma tarefa fácil nos grupos que participam.

3

Dez

Pesquisa mostra os emojis mais usados em 2021; veja a lista

No Dia do Emoji, em julho, o Twitter divulgou quais são os emojis e outros símbolos mais usados pelos brasileiros na rede social. Dessa vez, o Unicode Consortium revelou um estudo que apresenta uma lista com as "carinhas" mais usadas durante o ano de 2021.

A pesquisa revelou que a opção mais usada ao redor do mundo foi o emoji de lágrimas de alegria e, em segundo lugar, ficou a figurinha de coração vermelho — desde o último estudo, anunciado em 2019, 9 entre os 10 mais usados continuaram na lista deste ano.

Os 10 emojis mais usados ao redor do mundo

"Lágrimas de felicidade é responsável por mais de 5% de todo o uso de emojis (o único outro personagem que chega perto é coração vermelho e há um penhasco íngreme depois disso)", foi publicado em comunicado oficial do Unicode Consortium.

A organização também separou os emojis mais escolhidos por categoria e descobriu que 100 das "carinhas" mais usadas representam 82% do total compartilhados durante 2021 — um número baixo comparado ao total disponível atualmente, já que existem 3.663 tipos, segundo o consórcio.

É interessante que a figurinha de lágrimas de felicidade também foi a mais usada em mensagens no Twitter em 2020, mas caiu para o segundo lugar na rodada desse ano. Outros que não eram tão apreciados começaram a aparecer mais, como o micróbio, que saiu da posição 1086º em 2019 para 477º neste ano — provavelmente, por conta da pandemia.

Confira a lista dos 10 emojis mais usados em 2021:

  • Rosto com lágrimas de alegria;
  • Coração vermelho;
  • Rosto rolando de tanto rir;
  • Mão de curtir;
  • Rosto chorando;
  • Mãos unidas/oração;
  • Rosto beijo de corações;
  • Rosto sorridente com corações;
  • Rosto sorridente "com olhos sorridentes";
  • Rosto sorridente

"Isso mostra quantas pessoas usam emojis. Se o emoji fosse uma coisa puramente da Geração Z, você não o veria tão bem classificado. Por causa do grande número de pessoas que usam emoji, mesmo que um grupo pense que algo é ruim, eles têm que ser um grupo muito grande para afetar essas estatísticas", disse um dos pesquisadores de emoji do Google, Alexander Robertson.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/internet/229834-pesquisa-mostra-10-emojis-usados-2021-veja-lista.htm

3

Dez

WhatsApp Web e desktop terão uma loja de figurinhas oficial

O WhatsApp importou a loja de figurinhas diretamente do aplicativo para celulares para a versão web e o aplicativo para computadores. Essa adição permitirá aos usuários acessarem o repositório oficial da companhia, o que permitirá baixar imagens diretamente no desktop, sem precisar de um dispositivo móvel para isso, como ocorre atualmente.

Segundo o WABetaInfo, a lojinha ficará alocada no ícone que dá acesso às figurinhas já salvas. É só você abrir o menu específico e procurar pelo ícone de adição (+) dentro do círculo verde, o que abrirá a loja na lateral do seu aplicativo.

Por enquanto, o recurso não permite baixar o pacote inteiro de adesivos, mas apenas enviar cada adesivo individualmente nas conversas — depois, você pode salvá-los nos favoritos para usar posteriormente. Os destinatários verão as imagens normalmente com a descrição de qual pacote o sticker é parte, além da possibilidade de armazenar a figurinha.

Essa limitação parece ser fruto de a loja estar na versão de testes, pois não faria sentido manter acessível um repositório que não possibilita a realização de downloads. Por enquanto, o recurso só está disponível para quem usa o WhatsApp beta no navegador ou versão para desktop, sem previsão para liberação ampla.

Ontem, uma versão experimental também revelou que os desenvolvedores do WhatsApp trabalham para entregar a capacidade de selecionar emojis de casal com diferentes tons de pele. Na semana passada, surgiu um painel para catalogar tipos, quantidades e autores de cada reação com emojis, o que abriria mais possibilidade de uso das divertidas imagens.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/whatsapp-web-e-desktop-terao-uma-loja-de-figurinhas-oficial-203453/

2

Dez

WhatsApp começa a testar emojis de casal com tons de pele diferentes

O WhatsApp começou a liberar a possibilidade de combinar diferentes tonalidades de pele e cabelos para emojis de casal para usuários da versão beta. O recurso foi visto anteriormente no aplicativo de testes, mas ainda estava em fase de desenvolvimento, e portanto bem limitado. Agora, parece que as coisas evoluíram bastante para liberar essa ferramenta de inclusão.

Com essa novidade, dá para personalizar cada integrante do emoji: maridos e esposas podem ter cores de pele, cabelos e sexo definidos pelo usuário. Além disso, é possível formar casais homoafetivos com características específicas. Confira as possibilidades:

Um dos maiores problemas dos emojis é que eles nem sempre são tão certeiros quando se precisa. No caso de casais, as limitações de tons de pele só permitiam que os dois bonequinhos tivessem a mesma cor. Em países como o Brasil, onde a miscigenação é algo bastante comum, é difícil achar casais onde não haja algum tipo de mistura, como um negro e um branco ou um loiro e uma morena, por exemplo.

Nessa leva inicial, nem todos foram contemplados com a possibilidade, mesmo que sejam testadores beta. Não há previsão para a liberação ampla e nem informações se o WhatsApp vai, de fato, levar isso para toda sua imensa base de usuários. O fato é que essa seria uma adição muito bem-vinda para possibilitar a inclusão e a representatividade dos casais.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/whatsapp-comeca-a-testar-emojis-de-casal-com-tons-de-pele-diferentes-203328/

2

Dez

Meta traz serviço de proteção de contas Facebook Protect para o Brasil

A Meta anunciou a chegada ao Brasil, nesta quinta-feira (2), do Facebook Protect, programa de segurança para pessoas com risco de serem alvo de criminosos digitais. O objetivo é proteger ativistas, políticos, defensores de direitos humanos, jornalistas e servidores públicos, ou seja, figuras que lidam com dados sensíveis e podem ser alvo de tentativas de roubo de credenciais e acesso indevido a perfis.

 

Segundo a companhia, não é necessário realizar nenhuma ação, já que o próprio Facebook solicitará o cadastro adicional às pessoas enquadradas nos requisitos do programa. Esses usuários terão uma forma mais simples de ativar a autenticação de dois fatores, que adiciona uma camada extra de proteção aos perfis ameaçados.

O programa foi criado em 2018 e desde então é expandido mundialmente para evitar ataques contra potenciais alvos, especialmente próximo aos períodos eleitorais, como o previsto para ocorrer em 2022 por aqui. Até o fim deste ano, o Facebook deve expandir a novidade para o Brasil e mais de 50 outros países.

"Com o Facebook Protect, trabalhamos para tornar a ativação e o uso da autenticação de dois fatores o mais simples possível para esses grupos de pessoas, fornecendo uma melhor experiência e suporte ao usuário. Também estamos começando a exigir que eles utilizem essa funcionalidade", detalha o líder de Políticas de Segurança da Meta, Nathaniel Gleicher.

Contas mais protegidas no Facebook

Dados do Facebook mostram que mais de um milhão de pessoas já receberam mensagens de alerta na rede para se inscreverem no Facebook Protect e assim conseguiram manter suas contas mais protegidas. A autenticação de dois fatores não é um recurso exclusivo dos inscritos: qualquer pessoa pode configurar isso, seja para receber códigos de SMS ou para digitar números do Google Autenticador.

Mais de 90% das pessoas que receberam a notificação aceitaram implementar as medidas adicionais para proteger suas contas. Esse é um percentual elevado e fundamental nos dias atuais, em que pessoas tem seus acessos comprometidos com muito mais facilidade, graças às técnicas avançadas de phishing, links falsos ou roubo de contas.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/meta-traz-servico-de-protecao-de-contas-facebook-protect-para-o-brasil-203337/