Educação

26

Jul

Educação

Covid-19: alunas do UNI-RN convidam fisioterapeutas intensivistas para responder pesquisa de conclusão de curso

As alunas do curso de Fisioterapia do UNI-RN, Maria Luiza Medeiros de Lima e Victoria Vivian Lôbo de Carvalho, estão convidando fisioterapeutas intensivistas, que atuam na linha de frente do combate a Covid-19, a participar da pesquisa “Avaliação da capacidade para o trabalho, sono e qualidade de vida de fisioterapeutas atuantes na Unidade de Terapia Intensiva durante a pandemia da Covid-19”.

A pesquisa, que é o trabalho de conclusão de curso (TCC) das alunas, é orientada pelo professor Francisco Assis Vieira Lima Júnior.

Um link foi disponibilizado pelas alunas para que fisioterapeutas respondam ao questionário de forma rápida e prática. O tempo estimado para as resposta é de 8 minutos. Link do questionário: https://forms.gle/uacTFnX4araUrR8EA. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa, sob o Parecer 4.838.630.

26

Jul

Educação

Prouni: comprovação para primeira chamada termina nesta quarta-feira

Até a próxima quarta-feira (28), os candidatos selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) deverão comprovar as informações prestadas na ficha de inscrição junto à instituição em que foi pré-selecionado. 

Segundo o Ministério da Educação, é de responsabilidade do candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a conferência das informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, na reprovação do candidato.

Segunda chamada
O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 3 de agosto, com período para comprovar as informações de 3 a 11 de agosto.

Lista de espera
Candidatos não selecionados na primeira e segunda chamadas poderão manifestar interesse pela lista de espera, nos dias 17 e 18 de agosto.

Bolsas
De acordo com o MEC, nesta edição foram ofertadas 134.329 bolsas. São 69.482 bolsas integrais e 64.847 parciais, em 10.821 cursos ministrados em 952 instituições de ensino superior da rede privada.

Critérios
Para concorrer a bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos, por pessoa.

Cronograma Prouni 2021/2

Comprovação das informações da primeira chamada: 20 a 28 de julho

Resultado da segunda chamada: 3 de agosto

Comprovação das informações: 3 a 11 de agosto

Inscrições na lista de espera: 17 e 18 de agosto

Divulgação da lista de espera para as instituições de ensino: 20 de agosto

Comprovação das informações da lista de espera: 23 a 27 de agosto

Fonte: Agência Brasil

26

Jul

Educação

Inscrições para o Fies do segundo semestre têm início amanhã

Começam nesta terça-feira (27) as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021. Os candidatos interessados poderão efetuar a inscrição no portal do Fies entre até o dia 30 de julho.

Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 poderão pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Além disso, os estudantes deverão ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação.

Cronograma

Inscrições 27 a 30 de julho
Resultado dos pré-selecionados em chamada única 3 de agosto
Prazo para complementação da inscrição dos pré-selecionados na chamada única 4 a 6 de agosto
Lista de espera 4 a 31 de agosto

Histórico

O Fies é um programa do Ministério da Educação (MEC) que tem por objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC e ofertados por instituições de educação superior privadas aderentes ao programa.

O novo Fies é um modelo de financiamento estudantil que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. 

Fonte: Agência Brasil

26

Jul

Educação

Detran iguala número de exames de direção deste ano com período sem pandemia

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) está concluindo os primeiros sete meses deste ano alcançando a marca aproximada de 54 mil testes teórico e prático de direção veicular aplicados pela área de Habilitação de Condutores em todo o estado do Rio Grande do Norte. A marca mostra que mesmo enfrentando o quadro de pandemia, que obrigou o Órgão a suspender serviços e restringir o atendimento presencial, o Departamento superou todas as expectativas de aplicação de exames diante da situação atual.

O comparativo dos números alcançados pelo Detran nos sete primeiros meses deste ano com o mesmo período do ano de 2019 (ano que não foi afetado pela pandemia) mostra que a aplicação de exames prático e teórico foram praticamente os mesmos números, sendo em 2021 o quantitativo exato de 53.977 e em 2019 a marca de 54.057.

O coordenador de Registro de Condutores, Jonas Godeiro, explicou que essa meta foi alcançada devido ao trabalho conjunto gerido pela Direção do Detran, a Coordenadoria de Habilitação e os gestores dos setores de provas teórica e prática do Órgão.

“Os números apontam o quanto o Detran vem sendo eficiente para atender a demanda pelos serviços de Habilitação. É um trabalho intenso de muitas mãos para alcançarmos esse objetivo. E ainda vale lembrar que neste mês teremos mais uma semana de aplicação de testes, o que certamente garante que vamos ultrapassar o total aplicado no ano de 2019, que foi um período não afetado pela pandemia”, ressaltou Jonas.

Em sete meses de 2021, o Detran aplicou 34.349 testes práticos de direção veicular e 19.628 exames teóricos. Já no mesmo período de 2019 (sem pandemia), foram contabilizados 32.893 exames práticos e 21.164 testes teóricos. A ação do Detran se mostrou eficiente com a atuação conjunta da aplicação de testes nas unidades físicas do Órgão somadas aos mutirões itinerantes de aplicação de provas práticas e teóricas em todas as regiões do Estado.

26

Jul

Educação

Escola Multicampi de Ciências Médicas da UFRN é primeira do Brasil a receber certificação internacional

A Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a primeira do Brasil a receber a certificação concedida pela rede The Network: Towards Unity For Health (TUFH), organização internacional que ajuda as instituições a se tornarem mais socialmente responsáveis por meio da Ferramenta de Responsabilidade Social de Autoavaliação Institucional (ISAT, em inglês). Conforme o órgão, essa estratégia demonstra a dedicação institucional para atender às necessidades prioritárias de saúde das pessoas e da sociedade hoje e no futuro.

A certificação foi entregue nesta sexta-feira, 23, em cerimônia online com a presença do diretor executivo da TUFH, Nicholas Torres, e do conselheiro regional de recursos humanos para o desenvolvimento da saúde da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), José Francisco García Gutiérrez.

O diretor da EMCM, George Dantas, explica que a conquista é resultado de um longo processo, iniciado em 2014, que tem como principais dimensões de avaliação o recrutamento, seleção e suporte de alunos; recrutamento e desenvolvimento de professores; o que, como e ondem os alunos aprendem; pesquisa baseada na comunidade; governança e engajamento das partes interessadas; resultados acadêmicos e impacto social. De acordo com o professor, o sucesso na avaliação desses critérios se dá em virtude da missão da EMCM, cuja atuação atende aos indicadores de responsabilidade social – social accountability, em inglês.

“A escola orienta suas atividades de ensino, pesquisa e extensão para as necessidades da comunidade que serve. Isso envolve desde a seleção dos estudantes, com o argumento de inclusão regional; passa pelo desenvolvimento de um corpo docente multidisciplinar e por um currículo desenhado para atender às necessidades de saúde da comunidade, além de locais de treinamento que contemplam os serviços de saúde locais. A ferramenta de autoavaliação estabelece uma rede de cooperação para avançarmos cada vez mais nas dimensões da social accountability”, ressalta George Dantas.

A certificação pela ISAT é verificada por um comitê internacional, composto por outras instituições que já são modelos na atuação voltada para a responsabilidade social na educação médica. Espera-se que a Escola de Ciências Médicas da UFRN também se torne referência nesse sentido, ao priorizar o atendimento à comunidade nas ações institucionais. Outras nove escolas de diferentes países foram certificadas junto com a EMCM, com representantes do México, Índia, Sudão, Canadá, Indonésia, Egito, África do Sul, Argentina e Peru. Outras informações sobre a ISAT estão disponíveis no site.

25

Jul

Educação

Plataforma traz conteúdos gratuitos mensais para preparação do Enem 2021

Estudantes de todo o país ganharam mais uma ferramenta gratuita de estudo para capacitação e ingresso no ensino superior, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio – o Enem. A plataforma educacional Enem na Mira, oferecida pela UnP e mais outras 5 Instituições de Ensino Superior do país, conta com a contribuição de diversos profissionais renomados e com um cronograma extenso de ações.

Desde o seu lançamento, os estudantes cadastrados já podem acessar os PodCasts disponibilizados e as pílulas com dicas rápidas das áreas de conhecimento do Enem, além dos e-books interativos. Os estudantes podem também ver e rever com exclusividade a live sobre redação realizada no dia 13 de julho.

Enem na Mira é uma plataforma de ensino online, gratuita e com conteúdo exclusivo. A cada semana novos materiais serão inseridos, para ampliar cada vez mais o conhecimento dos estudantes, contribuindo para sua formação acadêmica. E as novidades seguirão nos próximos meses. Logo mais, os estudantes cadastrados terão acesso a outros conteúdos como, game interativo, aulão preparatório e ainda um simulado.

Para aproveitar todas as atividades e conteúdos que a plataforma oferece, basta o estudante acessar www.enemnamira.com.br e fazer o cadastro completo.

Enem na Mira
Link: www.enemnamira.com.br

23

Jul

Educação

Alunos da Maple Bear Natal recebem medalhas em olimpíada internacional de matemática

Fruto de uma metodologia canadense diferenciada, que prepara os alunos para os mais diversos desafios, o resultado dos estudantes da Maple Bear Natal na Olimpíada Canguru de Matemática foi extremamente satisfatório, com medalhas de ouro, prata e bronze, além de medalhas de honra ao mérito.

O Concurso Canguru de Matemática é uma competição anual internacional destinada aos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental até os da 3ª série do Ensino Médio. A participação na Olimpíada foi optativa, entretanto mais de 50% dos alunos da escola realizaram a prova, aplicada em língua inglesa.

Ao todo, 17 alunos da Maple Bear Natal são medalhistas. Recebeu medalha de ouro a aluna Laura Medeiros (year 04), de prata Ricardo de Medeiros (year 03) e Henrique Matheus Moreira (year 07) e de bronze Izabela Mendes (year 03), Pedro Medeiros (year 06) e Júlio Chaves (year 06). Além disso, 11 alunos foram agraciados com medalhas de honra ao mérito.

Metodologia Canadense
A Maple Bear Natal funciona há 12 anos na capital potiguar, oferecendo turmas de educação infantil, a partir de 1 ano de idade, até o ensino fundamental. A metodologia canadense de ensino estimula a observação, a resolução de problemas e a tomada de decisões. São atividades que contribuem para a formação de crianças independentes e com pensamento crítico.

No ensino fundamental, as crianças desenvolvem todas as competências de comunicação em Português e Inglês, incluindo compreensão, fala, leitura, escrita, visualização e representação. As aulas acontecem 50% em inglês e 50% em Português. Os conteúdos estudados em inglês incluem Língua Inglesa, Artes, Matemática e Ciências.

23

Jul

Educação

Governo publica decreto que regulamenta programa RN Aprendiz

O Governo do Estado publicou, nesta sexta-feira (23), o Decreto nº 30.753, que regulamenta o Programa Estadual de Aprendizagem do Rio Grande do Norte – RN Aprendiz. O objetivo é fomentar a contratação de jovens aprendizes pelos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual.

Para a governadora Fátima Bezerra, o programa simboliza o compromisso do governo com a defesa dos direitos e da cidadania da juventude. "A juventude brasileira tem sofrido muitos impactos, sem emprego, sem esperança, sem perspectiva de vida. Sabemos o quanto é importante ter uma ocupação, sem descuidar dos estudos. Através do RN Aprendiz estamos concretizando a mudança no futuro de muitos jovens potiguares", ressalta.

O texto reforça a obrigatoriedade da cota de aprendizes por empresas contratadas pelo Governo do Estado, considerando o disposto na Lei Estadual nº 10.783, de 22 de outubro de 2020, de autoria do deputado estadual Hermano Morais. Para tanto, devem comprovar o preenchimento da cota mediante declaração oficial expedida por órgão responsável pela fiscalização do trabalho, relatórios emitidos eletronicamente em sites governamentais, documentação oficial disponível na empresa ou declaração firmada pelo responsável legal da empresa contratada acompanhada dos registros de contratação dos aprendizes.

PRIORIDADES

De acordo com o decreto, a contratação deve atender, prioritariamente, aos adolescentes e jovens residentes no estado, em situação de vulnerabilidade ou risco social. Outro critério necessário é que as famílias estejam inseridas no Cadastro Único e classificadas em situação de pobreza ou de extrema pobreza. Jovens que estejam em cumprimento de medida socioeducativa ou que sejam egressos do sistema socioeducativo também são classificáveis.

A coordenação do programa caberá à Secretaria de Estado da Administração (Sead), que também integra o Comitê Gestor Interinstitucional junto às secretarias das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh); do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas); da Educação e da Cultura (SEEC); e da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase), que vem realizando o levantamento de jovens em cumprimento de medidas socioeducativas aptos a participar do programa.

Orientar os órgãos do RN sobre os procedimentos necessários para a participação no RN Aprendiz e disponibilizar aos jovens e adolescentes as informações necessárias para a participação no programa são algumas das competências do Comitê Gestor, que ainda inclui supervisionar, monitorar e avaliar o processo de formação dos aprendizes e as condições do trabalho, assim como atuar de forma preventiva e repressiva à exploração do trabalho infantojuvenil.

22

Jul

Educação

Estudantes de Direito são coautores de livro sobre Fashion Law

Dois alunos do curso de Direito da Faculdade UNINASSAU Natal participaram, como coautores, da obra “Estudos sobre Fashion Law: do clássico ao inovador”, da editora Brasil Publishing. O livro foi organizado pela professora do curso, Amanda Câmara, que orientou os estudantes. Todos os textos foram submetidos ao edital do II Encontro Internacional de Fashion Law do RN, foram avaliados às cegas e seguiram para fazer parte da coletânea.  

Fashion Law ou Direito da Moda, como é chamado no Brasil, é um novo nicho de atuação para os profissionais do Direito que envolve toda a proteção jurídica da cadeia produtiva da indústria têxtil. Desde o plantio do algodão até o momento que o produto fica disponível para compra pelo consumidor, nas diversas lojas físicas ou e-commerce. 

A área envolve ramos clássicos do direito correlatos, como o Direito Empresarial, Direito Civil, Contratos, Direito Ambiental e sustentabilidade, Direito Tributário, Direito Imobiliário. Além da relação com as novas tecnologias e inovação. 

Como o assunto é recente, Amanda destaca que “a ideia do livro surgiu diante de uma inquietação de não haver uma bibliografia razoável sobre o Direito da Moda no Brasil. Assim, abri edital para submissão de trabalhos na área”. 

A aluna Aline Luzia Cavalcante Ferreira (8º período) foi coautora do artigo Direito da Moda: da história à evolução pela Propriedade Intelectual.  “Nele eu procurei abordar da forma mais clara e de fácil compreensão sobre a propriedade intelectual, a importância de um criador de ter a criação protegida, e também sobre alguns princípios e direitos garantidos aos donos de patentes e marcas”, explicou. 

Já Lucas Matheus Costa de Melo (6º período) foi coautor no capítulo A quebra da Forever 21: do sucesso ao fracasso da gigante do Fast Fashion, fruto de orientação iniciada ainda na época da cadeira da disciplina. “Foi uma experiência bastante enriquecedora, foi preciso ver o Direito comparado do Brasil e dos EUA, pesquisar as práticas da empresa, pesquisar sobre o Fashion Law e Fast Fashion (moda rápida). Foi realmente um aprendizado sobre Direito e sobre o dia a dia das pessoas”, destacou o aluno. 

Para Amanda Câmara, ter um trabalho publicado em um livro, ainda na graduação é um diferencial único. “Às vezes demoramos muito tempo, mesmo após formados, para publicarmos obras. E isso mostra como o fomento à pesquisa é importante e que deve começar desde os bancos da faculdade. Afirmo, sem medo de errar, que esses alunos já estão com um grande diferencial no currículo com essa publicação e que, sem dúvidas, fará muita diferença na vida acadêmica e profissional”. 

O livro pode ser adquirido pelo site da editora Brasil Publishing (www.aeditora.com.br) ou pela Amazon Brasil. 

 

22

Jul

Educação

Instagram libera tradução automática de textos de Stories para todos

A partir desta quarta-feira (21), o Instagram elimina a barreira linguística que há nos Stories da plataforma — ao menos, em parte. Utilizadores da rede social podem recorrer à ferramenta de tradução automática para compreender textos inseridos nas publicações. Áudio ainda não é suportada pelo recurso.

Atualmente, são mais de 90 idiomas que podem ser traduzidos pela função do Instagram. Sempre que você acessar um Story na rede social que contenha texto, um botão de “Ver tradução” poderá ser selecionado no canto superior esquerdo, logo abaixo do nome de usuário do autor. Depois de apertá-lo, o app puxa a bandeja com a tradução dos termos na parte inferior, com a língua original e a traduzida (incluindo os emojis, se estiverem juntos).

A ferramenta parece funcionar tanto com as publicações em foto quanto em vídeo. No entanto, quando o criador do post utiliza algum filtro, é necessário pressionar o nome do filtro (também abaixo do nome de usuário) para encontrar a opção de tradução.

Em alguns casos, a ferramenta parece não detectar a presença de texto. Esse problema no comportamento indica que a tradução do Instagram se apoia no texto que é inserido pelo recurso de edição nativa. Portanto, se o autor dos Stories recorrer a outra plataforma para produzir a imagem, o app da rede social não é capaz de identificar e traduzir o conteúdo.

Do seu idioma para o mundo

Em termos de acessibilidade, a função é importantíssima para garantir que publicações alcancem um público maior. Transcrições automáticas ainda estão em falta para o português brasileiro, então a tradução de texto não ajuda nesse sentido. Apesar disso, criadores que têm o hábito de inserir legendas manualmente permitirão várias pessoas acompanhem o conteúdo por escrito, independentemente do idioma falado.

O Instagram diz que a tradução automática dos Stories está disponível para todos. Se ainda não chegou ao seu celular, procure pelas atualizações pendentes na Play Store e na App Store. Após baixar e instalar, a novidade deve aparecer no seu app.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/instagram-libera-traducao-automatica-de-textos-de-stories-para-todos-190484/

22

Jul

Educação

LAIS/UFRN abre 100 vagas para pesquisadores na área de tecnologia da informação

Em mais de uma década de atuação, o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) tem a inovação tecnológica em saúde como seu principal instrumento para a resolução de problemas enfrentados pela área em questão no Brasil. Com mais de 400 pesquisadores atuando na construção dessas soluções, ao longo de sua trajetória, o LAIS transformou-se em um dos principais atores a promover resposta e a dar resiliência e responsividade durante esse enfrentamento da pandemia. Com o intuito de continuar expandindo a sua atuação, o laboratório lança mais um edital de seleção para novos pesquisadores. Ao todo, são 100 vagas para pesquisadores em desenvolvimento na área de vigilância em saúde e saúde 4.0 no Sistema Único de Saúde (SUS).

As vagas são direcionadas para alunos de graduação, na área de Tecnologia da Informação, que atuarão no desenvolvimento de novos sistemas e soluções direcionadas para a saúde. Para o atendimento das demandas, os selecionados atuarão nas seguintes subáreas: Sistemas para Saúde: perfil Back-end (Python/Django); perfil Back-end (PHP/Laravel); perfil Front-end; Sistemas para Saúde: Perfil UX/UI; Perfil Mobile (React Native); Sistemas embarcados e Biossensores; Ciência de Dados: perfil Big Data; Sistemas Inteligentes aplicado à Saúde: Perfil Machine Learning; perfil Processamento de Linguagem Natural (NLP); Ciência de dados aplicados à Saúde: perfil Data Engineering; Redes de dados em Saúde: perfil Interoperabilidade e NoSQL e perfil Blockchain.

As regras para a seleção e todos os detalhes necessários serão divulgados em breve, por meio de edital. Os selecionados passarão a compor o quadro de pesquisadores do LAIS, que hoje conta com cientistas das áreas da saúde, engenharias, comunicação e tecnologia.

Muito mais do que uma chance de trabalho, a seleção para bolsista do LAIS é uma oportunidade de integrar importantes projetos científicos, direcionados, principalmente, para o desenvolvimento sustentável da sociedade.

De acordo com o diretor executivo do laboratório, professor Ricardo Valentim, o LAIS é um agente transdisciplinar de transformação social, e o maior valor que simboliza esse reconhecimento é saber que o trabalho vem cumprindo a missão de transformação social e desenvolvimento humano. Para Valentim, o maior ativo do laboratório, não são as tecnologias, porque as tecnologias por si só vão ser superadas pelos seres humanos, que vão desenvolver novas tecnologias e benefícios sociais. “A nossa maior conquista é o desenvolvimento de pessoas, dos nossos alunos, dos nossos estudantes de graduação, de pós-graduação e também dos nossos pesquisadores e de toda a sociedade. É isso, essa é a nossa missão”, finalizou o diretor executivo do LAIS.

21

Jul

Educação

Inscrições abertas para eleição de coordenador e vice do curso de Direito da UFRN

A comissão eleitoral designada pela portaria nº 01/2021-CCD, da Coordenação do Curso de Direito (CORDI) do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da UFRN, lançou edital para eleição de coordenador e vice-coordenador do curso de graduação em Direito. As inscrições dos candidatos acontecem até dia 23 de julho e serão realizadas por meio de requerimento próprio, encaminhado à presidência da comissão eleitoral, contendo os dados e a assinatura dos candidatos que compõem a chapa.

Podem se inscrever docentes efetivos do quadro permanente que estejam em regime de trabalho de 40 horas ou de dedicação exclusiva, e que possuam como lotação uma das unidades acadêmicas do CCSA, estando em atividade no curso de Direito. 

A eleição acontecerá no dia 10 de agosto, das 8h às 23h59, através do portal sigeleição. Estão aptos a votar os professores do quadro permanente da UFRN que ministraram disciplinas no período letivo anterior e os que estiverem lecionando no curso de graduação em Direito do Campus Central no período letivo atual, além dos estudantes regularmente matriculados no curso.

A divulgação dos resultados será feita eletronicamente pela comissão eleitoral e registrada em ata própria, sendo o processo devidamente homologado pelo colegiado do curso de Direito e encaminhado para a direção do centro.

Todas as normas da eleição estão disponíveis no edital nº 02/2021 CORDI. Outras informações sobre o processo eleitoral devem ser solicitadas à comissão eleitoral por meio do e-mail lucas.piccoli@ufrn.br, assunto: Eleição CORDI 2021 – Dúvidas.

20

Jul

Educação

LAIS abre seleção para pesquisador na área de computação

O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), torna pública a abertura de inscrições para a seleção de pesquisador para o projeto Pesquisa Aplicada para Integração Inteligente Orientada ao Fortalecimento das Redes de atenção para resposta rápida à Sífilis.

O processo de que trata o presente edital visa à seleção de pesquisadores com graduação e titulação de mestre e doutor em cursos de pós-graduação na área de computação, com ênfase em aprendizagem de máquina. As inscrições podem ser feitas até o dia 24 de julho.

Os candidatos aprovados no processo seletivo comporão uma lista de cadastro de reserva, sendo então convocados conforme a ordem do resultado final do certame, de acordo com a necessidade do projeto e a sua validade.

20

Jul

Educação

FNDE prorroga prazo para renovação de contratos do Fies

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou até 30 de setembro o prazo para renovação semestral dos contratos assinados com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A medida foi publicada hoje (20) no Diário Oficial da União e vale para contratos simplificados e não simplificados do primeiro semestre de 2021.

O processo de renovação deve ser feito por meio do sistema SisFies. O período vem sendo estendido para garantir que todos os estudantes possam realizar os aditamentos neste período de pandemia da covid-19.

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao banco para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

A autarquia responsável pela execução de políticas educacionais do Ministério da Educação (MEC) também estendeu o prazo, até 30 de setembro, para os estudantes interessados pedirem a transferência de curso ou de instituição de ensino e a dilatação do período de utilização do financiamento estudantil referente ao primeiro semestre do ano.

Os contratos do Fies devem ser renovados semestralmente. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de ensino e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas faculdades no SisFies. 

A prorrogação feita pelo FNDE vale para contratos assinados até dezembro de 2017. Os contratos do Novo Fies, firmados a partir de 2018, têm cronograma definido pela Caixa.

O Fies é o programa do governo federal que tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. O percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. 

Já o P-Fies funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.

Fonte: Agência Brasil

20

Jul

Educação

Resultado da primeira etapa do Prouni já está disponível

O resultado da primeira etapa do Programa Universidade para Todos (Prouni) já está disponível, desde a manhã desta terça-feira (20), no site gov.br, plataforma do governo federal que reúne, em um só lugar, serviços para o cidadão e informações sobre a atuação de todas as áreas do governo. Caso o estudante não seja cadastrado, basta criar a conta. 

No site é possível conhecer a lista de pré-selecionados e ver a listagem, em ordem alfabética, em cada curso, que é única e compreende pré-selecionados em ampla concorrência e ações afirmativas, segundo o Ministério da Educação. 

Os estudantes convocados terão de hoje a 28 de julho para comprovar as informações.

O resultado da segunda chamada está marcado para 3 de agosto, com a comprovação de dados no período de 3 a 11 de agosto. Haverá ainda lista de espera no período de 17 a 18 de agosto. O resultado deve sair no dia 20 de agosto e a entrega de documentos ficará para o período de 23 a 27 de agosto

As inscrições para o Prouni do segundo semestre terminaram na sexta-feira (16). Ao todo estão sendo ofertadas 134.329 bolsas, sendo 69.482 integrais e 64.847 parciais, para 10.821 cursos em 952 instituições de ensino superior da rede privada. 

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante teve que comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um e meio salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. 

Podem se inscrever estudantes brasileiros que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Enem 2020 e obtido, no mínimo, 450 pontos de média nas provas. O estudante também não pode ter tirado zero na redação.

Fonte: Agência Brasil