O projeto “AirQ: mecanismo de verificação da qualidade do ar”, do Campus Natal-Central do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), levou para casa um prêmio na edição 2020 da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, promovida e organizada pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis. Além do Campus Natal-Central, o Campus Ceará-Mirim também foi premiado na cerimônia que ocorreu no último sábado, 4.

O projeto AirQ, do Campus Natal-Central, recebeu o Prêmio Defesa Civil do Estado de São Paulo. Os estudantes Klicyelle do Nascimento Araújo, Leonardo Soares Pereira e Keyvisson Macena Bulhões da Silveira, junto ao professor Moisés Cirilo de Brito Souto, orientador do projeto, receberão certificados.

O AirQ tem o objetivo de realizar a verificação da qualidade do ar por meio da detecção dos principais poluentes atmosféricos, de modo a ser mais acessível e a oferecer uma maior possibilidade de integração. As informações dos sensores são coletadas através de estações com sensores e, em seguida, encaminhadas para um centralizador que as disponibiliza na internet, através de uma plataforma pra IoT (Internet of Things) chamada Samanaú.WEB.

Para Moisés Souto, professor orientador do projeto AirQ, esse prêmio significa o reconhecimento de um ano de trabalho da equipe junto ao Centro de Competências em Software Livre (CCSL) do IFRN. “Nessa fase inicial, após o significativo reconhecimento com o prêmio da Defesa Civil do Estado de São Paulo, na Febrace 2020, esperamos conseguir reunir um conjunto de instituições que possam financiar o desenvolvimento de dispositivos como o AirQ, que integra uma série de projetos desenvolvidos pelo CCSL”, disse o professor.