Aqui você encontra comunicação, educação, tecnologia, mundo corporativo, entrevistas, mídias sociais e cultura

Fale com a gente pelo e-mail blogdajuliska.news@gmail.com e nos siga no Instagram @blogdajuliska.

20

Jan

O Cursinho do Diretório Central dos Estudantes da UFRN iniciará o processo de matrículas para as novas turmas de extensivo do período letivo 2020.1 a partir de hoje (20), das 9h às 16h. As vagas ofertadas contemplam os três turnos, matutino, vespertino e noturno, e são limitadas e voltadas para todos os estudantes que concluíram ou estão concluindo o ensino médio e que desejam realizar as provas do Enem 2020.

Assim como no ano passado, este ano o período de matrículas será dividido em duas partes: nos dias 20 a 22 de janeiro, as matrículas serão voltadas para alunos oriundos de escola pública, das redes municipal ou estadual de ensino; e a partir do dia 23, as matrículas estarão abertas a toda a comunidade.

Os interessados em se matricular no preparatório devem se dirigir à secretaria do Cursinho do DCE, localizada no Setor I da UFRN, portando cópias e originais do RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar do ensino médio – este último, obrigatório apenas nos três primeiros dias de matrícula. A o valor da taxa de matrícula é de R$ 130,00 e já inclui a primeira mensalidade e o material didático. As demais mensalidades terão o valor de R$ 75,00.

Sobre o Cursinho do DCE

O projeto já existe há mais de 20 anos e usa a estrutura da UFRN para promover a democratização do ensino superior, oferecendo preparação para o ENEM com qualidade e baixo custo. Além disso, o Cursinho também é um espaço de aprendizado para vários estudantes da universidade, que atuam como professores e coordenadores no projeto.

Mais informações nos perfis do Instagram, do Facebook ou pelo telefone (84) 3215-3324.

20

Jan

O Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vai implantar um novo sistema de acesso à unidade, com o intuito de oferecer mais comodidade e agilizar a entrada dos usuários. O cadastramento dos alunos para uso da nova tecnologia tem início nesta terça-feira, 21, no Refeitório da Zona 3, localizado no Campus Central entre os Setores de Aulas 3 e 4.

A diretora do RU-UFRN, Michelle Medeiros, explicou que atualmente o acesso ao Restaurante se dá somente com o Cartão do RU, que funciona com leitura magnética. Já com o novo sistema que será implantado, qualquer cartão RFID – identificação por radiofrequência, que funciona por aproximação – poderá ser utilizado para entrada ao local. “O nosso objetivo é reduzir as filas e facilitar o acesso porque o aluno pode utilizar qualquer cartão pessoal que tenha essa tecnologia”, esclarece.

Com um tempo médio de dois minutos, o cadastramento será realizado a partir do dia 21 de janeiro, durante a fila de espera para entrada no refeitório, quando o estudante deve levar um cartão pessoal que seja RFID, que costumam ser cartões estudantis, de banco, de transporte. No dia 24 de janeiro, está previsto o início do período de teste do novo sistema. Em caso de dúvidas, o contato pode ser feito pelo telefone 3215-3318 ou pelo site do RU.

Restaurante Universitário

Os usuários do Restaurante Universitário são os estudantes do ensino básico, técnico e tecnológico, de graduação e de pós-graduação, que estão regularmente matriculados na UFRN, além de servidores técnico-administrativos e professores em atividade na instituição de ensino. O RU oferece as refeições do café da manhã – exclusivo para estudantes residentes-, o almoço e o jantar.

20

Jan

Instagram removeu o botão do IGTV de sua interface superior principal, devido ao baixo número de acessos que a função gerava. “Enquanto continuamos a trabalhar para facilitar a criação e descoberta de conteúdo do IGTV, aprendemos que a maioria das pessoas encontra seu conteúdo por meio de visualizações no feed, canal IGTV no menu Explore, perfis de criadores e aplicativo autônomo”, revelou um porta-voz do Facebook ao TechCrunch.

Nesse sentido, a alteração não teria como objetivo eliminar o recurso de vídeos do Instagram, mas o de simplificar a experiência diária em ambas as plataformas, com base no comportamento e feedback dos usuários. Contudo, essa não é a primeira grande mudança quanto ao IGTV desde o seu lançamento, em junho de 2018.

No ano passado, para atrair mais público, a interface da plataforma ficou mais limpa — com menos botões de categorias. Mais tarde, foi liberada a publicação de vídeos em orientação paisagem. Depois, surgiu a chance de postar conteúdo diretamente do Instagram.

O Facebook ainda deve ter alguns desafios em 2020 para tornar o IGTV algo mais atrativo diante de seu baixo número de download — apenas 7 milhões desde o lançamento. Um deles é o de gerar ganhos a criadores, algo que outras plataformas, como o YouTube já oferece há um tempo. Além disso, deve enfrentar a forte concorrência do TikTok, um dos apps mais baixados de 2019, com mais de 800 milhões de usuários.

20

Jan

As agências de publicidade já podem inscrever os cases e peças publicitárias que irão disputar os troféus da 67ª edição do Cannes Lions, que acontece de 22 a 26 de junho deste ano, na França.

Desde a última quinta-feira, 16, a área de inscrições no portal oficial do Festival já está aberta a inscrição das peças nas nove grandes áreas da premiação: Communication (que engloba Design, Film, Mobile, Outdoor, Print & Publishing, Radio & Audio e Titanium); Craft (Digital Craft, Film Craft e Industry Craft); Entertainment (Entertainment, Entertainment for Music e Entertainment for Sport); Experience (Brand Experience e Creative eCommerce); Good (Glass e Sustainable & Development Goals); Health (Health & Wellness e Pharma); Impact (Creative Effectiveness); Innovation (Innovation) e Reach (Creative Data, Creative Strategy, Direct, Media, PR e Social & Influencer).

Em 2020, o Festival também inaugura a categoria Creative Business Transformation Lion, dedicada a abarcar trabalhos de empresas que, por meio da inovação e criatividade, estão colaborando com a evolução e transformação de seu segmento.

O Festival já anunciou também a lista dos presidentes de júri de sua 67ª edição. Luiz Sanches, presidente e CCO da AlmapBBDO, é o único brasileiro entre os responsáveis por liderar os trabalhos de avaliação das peças publicitárias de cada área. Sanches irá presidir o júri de Outdoor.

Fonte: Meio & Mensagem, disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2020/01/17/cannes-lions-abre-inscricoes-para-a-premiacao-em-2020.html

20

Jan

Os empreendedores que foram excluídos do Simples Nacional no ano passado têm até o final deste mês para regularizarem as pendências e fazerem uma nova adesão ao regime, desde que não haja débito com a Receita Federal ou a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O prazo também se aplica aos empresários interessados em aderir ao regime pela primeira vez. Caso contrário, o ingresso acontecerá somente no próximo ano.

Ao optar pelo Simples Nacional, o empresário tem a oportunidade de pagar oito tributos, entre municipais, estaduais e federais, de uma única vez, reduzindo os custos tributários. Também fica livre de obrigações acessórias com vencimentos distintos, reduzindo a burocracia para administrar o negócio. Até o ano passado, esse sistema tributário reunia mais de 178 mil pequenos negócios no Rio Grande do Norte.

“O Simples representa um grande alívio para os empresários de micro e pequenas empresas, que sofrem mais para driblar os encargos da burocracia. Pesquisas do Sebrae apontam que sem o Simples, quase 70% dos pequenos negócios fechariam as portas. Regularizar a situação para permanecer no regime tributário é uma grande oportunidade”, destaca o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Para empresas em início de atividade, o prazo para a solicitação é de 30 dias contados do último deferimento de inscrição (municipal ou estadual, caso exigível), desde que não tenham decorridos 180 dias da data de abertura constante do CNPJ (para empresas abertas até 31/12/2019) ou 60 dias (para empresas abertas a partir de 01/01/2020). Todo o processo de adesão é feito exclusivamente pela internet, por meio do Portal do Simples Nacional.

Pendências com o Simples Nacional

Enquanto não vencer o prazo, os contribuintes com débitos junto ao Simples Nacional (que foram excluídos) ou com débitos junto a outros entes (que nunca optaram pelo Simples Nacional) podem regularizar as pendências que impedem o ingresso no regime. Os devedores têm a opção de pagar os débitos à vista ou realizar o parcelamento convencional (aberto a qualquer tempo) em até 60 meses, com, no mínimo, duas parcelas.

O parcelamento também pode ser feito Portal do Simples Nacional ou no Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC), no serviço “Parcelamento – Simples Nacional”. O acesso ao Portal do Simples é feito com certificado digital ou código de acesso gerado no próprio portal. Para acessar o e-CAC, é necessário certificado digital ou código de acesso gerado pelo site. O código gerado em uma página da internet não pode ser usado para acessar outra.

20

Jan

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre amanhã (21) o calendário dos processos seletivos federais que usam o Enem como critério de seleção. Neste semestre, o Sisu vai ofertar 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior públicas. O prazo para se inscrever vai até sexta-feira (24).  Para participar do Sisu, é preciso ter feito o Enem 2019 e ter tirado nota acima de zero na prova de redação. Na hora da inscrição no processo seletivo é preciso informar o número de inscrição do Enem e a senha atual cadastrada na Página do Participante.

A nota do Enem está disponível desde sexta-feira (17) tanto no aplicativo, quanto na própria Página do Participante. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na hora da inscrição. Caso o candidato tenha esquecido a senha, pelo próprio sistema é possível recuperá-la. É essa senha que deve ser usada na hora da inscrição no Sisu. O número de inscrição, que é solicitado também para participar da seleção, está disponível para cada estudante na Página do Participante.

Cálculo da nota

Na hora da inscrição, é possível escolher até duas opções de curso, de acordo com a ordem de preferência.  Alguns cursos, no entanto, têm certas restrições. O Sisu dá liberdade para as instituições de ensino definirem como usarão o Enem. Assim, determinado curso pode exigir, por exemplo, uma média mínima no Enem - que é a soma de todas as notas obtidas nas provas do exame, dividida por cinco - ou mesmo uma nota mínima em determinada prova. Isso faz com que, dependendo da nota obtida, estudantes não sejam classificados para determinados cursos. 

É possível também conferir pesos diferenciados para as provas. A nota em ciências da natureza ou em matemática pode valer mais para um curso de física ou química, por exemplo. Dessa forma, a nota do estudante pode variar dependendo do curso para o qual ele está concorrendo.

Nota de corte

Uma vez por dia, o Ministério da Educação (MEC) divulga na página do Sisu as notas de corte, que são as menores para os candidatos ficarem entre os selecionados na modalidade escolhida. A nota de corte é calculada com base no número de vagas e no total de candidatos inscritos. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição. Ela não garante que o estudante seja selecionado.  É possível alterar as opções de curso feitas até o final do período de inscrição. O Sisu considera válida a última opção registrada pelos estudantes.

Reservas de vagas

Todas as universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e centros federais de educação tecnológica participantes do Sisu oferecem vagas reservadas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas. Há instituições participantes do Sisu que disponibilizam ainda uma parte de suas vagas para políticas afirmativas próprias. No momento da inscrição, o participante deve optar por uma dessas modalidades, de acordo com o seu perfil. Os estudantes concorrem apenas com os demais candidatos que fazem a mesma opção, seja pela ampla concorrência ou por alguma política afirmativa. O sistema selecionará, entre eles, os que obtiveram as melhores notas no Enem de 2019.

Cronograma

As inscrições para o Sisu podem ser feitas de 21 a 24 de janeiro. No dia 28 de janeiro será divulgado o resultado da seleção. Os estudantes que forem aprovados deverão fazer a matrícula nas instituições de ensino entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro.  Aqueles que não forem selecionados poderão ainda participar da lista de espera. O prazo para se candidatar é de 29 de janeiro a 4 de fevereiro. Os candidatos em lista de espera serão convocados pelas próprias instituições de ensino, entre 7 de fevereiro e 30 de abril.

Próximos processos seletivos

Além de participar do Sisu, os estudantes podem usar as notas do Enem para concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). As inscrições poderão ser feitas de 28 a 31 de janeiro. Podem também se inscrever no Programa de Financiamento Estudantil (Fies), de 5 a 12 de fevereiro. Os estudantes podem ainda usar as notas para cursar o ensino superior em Portugal. O Inep tem convênio com mais de 40 instituições portuguesas.

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem como forma de seleção independente dos programas de âmbito nacional. Os estudantes podem, portanto, consultar diretamente as instituições nas quais têm interesse em estudar.

20

Jan

Um grupo de mais de 50 organizações enviou uma carta ao diretor executivo do conglomerado Alphabet, Sundar Pichai, cobrando o fim da pré-instalação de aplicativos em smartphones com o sistema operacional Android. O objetivo é evitar vulnerabilidades que afetem a privacidade e proporcionar aos usuários maior poder de escolha.

Alphabet é o nome do conglomerado criado em 2015 com a ampliação do Google. Além do mecanismo de busca, o grupo reúne o Android, maior sistema operacional do planeta, o Youtube, maior plataforma de vídeo do mundo, linhas de aparelhos (como laptops e smartphones) e subsidiárias desenvolvendo soluções diversas (de carros autônomos a produtos na área de saúde).

O comunicado aponta que fabricantes de dispositivos com o sistema operacional Android estão instalando apps que não podem ser deletados. Embora os aparelhos carreguem um selo de proteção (Google Play Protect), 91% dos programas pré-instalados não são sequer disponibilizados na loja de aplicativos da empresa, a Google Play Store.

“Esses apps pré-instalados podem ter permissões privilegiadas que os deixam operar fora do modelo de segurança do Android. Isso significa que as permissões podem ser definidas pelo app, incluindo o acesso ao microfone, câmera e localização, sem as configurações padrão do Android. Usuários estão totalmente no escuro sobre essas intrusões”, destaca a carta.

As organizações signatárias se preocupam que com isso os compradores desses aparelhos possam ser vítimas de formas de exploração indevida de dados por fabricantes de smartphones baratos, que reduzem o preço e utilizam essas estratégias para ganhar sobre as informações pessoais coletadas.

No texto, as entidades defendem uma série de medidas, como a liberdade do usuário desinstalar o app que quiser, sem que qualquer tipo de vestígio ou serviço de fundo continue rodando, a submissão dos apps pré-instalados às mesmas exigências de segurança da loja de aplicativos da Google e a inclusão de mecanismos de atualização sem utilização de informações dos usuários.

“Acreditamos que essas mudanças justas e razoáveis vão fazer uma diferença enorme para milhões de pessoas em todo o mundo, que não deveriam ter de trocar sua privacidade e segurança pelo acesso a um smartphone”, conclui a carta.

O grupo é formado por organizações de diversos países como Privacidade Internacional, Anistia Internacional, Associação para o Progresso das Comunicações (APC), Fundação da Fronteira Eletrônica (EFF) e por responsáveis por aplicações, como o mecanismo de busca Duck Duck Go e o navegador Tor. Do Brasil, participa a ONG Coding Rights.

Outro lado

Em nota à Agência Brasil, o Google afirmou que define padrões de segurança juntamente aos parceiros. "O Google trabalha com fabricantes parceiros para ajudá-los a melhorar a qualidade e a segurança de todos os aplicativos que eles decidem pré-instalar nos seus dispositivos. Nós oferecemos ferramentas e infraestrutura para ajudá-los a verificar seus softwares em busca de comportamentos que violem nossos padrões de privacidade e segurança. Além disso, o Google também fornece aos parceiros políticas claras sobre a segurança de aplicativos pré-instalados, bem como informações sobre potenciais ameaças que identificamos", diz o comunicado.

Com informações da Agência Brasil

19

Jan

Spotify anunciou uma nova ferramenta interessante: o gerador de playlists que promete fazer uma seleção de faixas para agradar a você e ao seu… Pet. Como comentou o The Verge, a ideia parece ter sido posta em prática com o objetivo de tornar a ferramenta um viral.

É uma tática mercadológica interessante, já que, no geral, o Spotify oferece as mesmas músicas que seus principais concorrentes, como a Apple Music. Essa diferenciação por conteúdos específicos e potencialmente virais, então, serviria para atrair mais assinantes para o streaming de música sueco.

Para criar a playlist, é bem simples: o usuário deve acessar o site e escolher um dos pets disponíveis. O Spotify oferece playlist para donos de cachorros, gatos, pássaros, hamsters e iguanas. Após escolher o bichinho, você deverá definir alguns traços da personalidade do seu pet, arrastando uma barrinha para dividir entre características como energético ou calmo, tímido ou amigável, apático ou curioso, e por aí vai. Ao fim, você deve inserir o nome do animal e pode até enviar uma foto dele.

O algoritmo do Spotify, então, montará a playlist baseada nas características que você deu para o seu animal de estimação. Se ele for mais calmo e tímido, é provável que as músicas sejam mais lentas, por exemplo. Para criar a sua playlist com o seu bichinho, clique aqui.

Fonte: B9, disponível em: https://www.b9.com.br/119855/spotify-oferece-playlists-para-voce-ouvir-com-seu-bichinho-de-estimacao/

18

Jan

Polo da cultura popular, terra da romanceira Dona Militana, dos Mártires e do artesanato feito de barro, o município de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, ganhou um motivo a mais para visitação. A construção barroca da Igreja Matriz de São Gonçalo, construída em 1710 e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), abriga agora um café colonial e loja colaborativa de artesanato para destacar riqueza cultural do município. Um espaço para ver, sentir e provar.

O espaço foi inaugurado na última quarta-feira (15) e faz parte das ações do projeto Cidade Empreendedora, do Sebrae, que, especificamente em São Gonçalo do Amarante, engloba o projeto Lugares de Charme. Essa ação transforma cafés, restaurantes e espaços públicos de cidades turísticas a partir da intervenção do design social e afetiva feita pela consultora e designer Cris Ribeiro.

Denominado São, o café está instalado no anexo da igreja e reúne uma coleção de 120 peças elaboradas por grupos de artesãos e artistas locais, que tinham habilidade mas nunca haviam trabalhado com artesanato. O grupo formado por 30 artesãos foi capacitado pelo projeto e o resultado está exposto e à venda no local, que teve toda a ambientação baseada na iconografia sociocultural da cidade. A proposta do café é também trabalhar a ancestralidade da comida, resgatando elementos da cultura alimentar do povo negro. A ideia é que o turista possa saber mais da cultura do lugar, experimentar os sabores e levar peças do artesanato local.

Todo o trabalho foi desenvolvido a partir do resgate da essência e identidade cultural do lugar, fomentando o empreendedorismo social, inovação e sustentabilidade. Além do São, dois restaurantes da cidade - incluindo um no memorial dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu - também receberão as intervenções do projeto para aumentar o potencial turístico da região.

Cidade Empreendedora

São Gonçalo do Amarante é o segundo município a implantar o projeto Cidade Empreendedora, executado pioneiramente no estado pelo Sebrae no Rio Grande do Norte. O projeto implanta políticas de desenvolvimento no município por meio de vários eixos, como a desburocratização, incremento das compras governamentais, ações de sustentabilidade, implantação da educação empreendedora, maior fomento à Sala do Empreendedor, além de um plano de desenvolvimento econômico e planejamento estratégico para a gestão municipal.

O diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti, participou da solenidade de inauguração do espaço e destacou a importância da parceria entre o Sebrae e a prefeitura, ampliando o potencial turístico do município. “Transformar um monumento que já tinha relevância cultural para a cidade e valorizá-lo. Isso gera negócio. São mais de 100 tipos de produtos que estão à venda e que movimentam a economia, além de trazer uma identidade para o município, fomentar o turismo e atrair outros investimentos no entorno”, enfatiza o diretor.

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio de Medeiros, destaca o fato de a loja colaborativa e café colonial ser o primeiro equipamento do país nesses moldes a ser instalado em um prédio tricentenário e tombado pelo Iphan devido a sua importância histórica e arquitetônica. “Estamos fazendo história. Somos a única cidade do Brasil a ter uma loja desse modelo e um espaço para receber a todos os visitantes”.

 

17

Jan

A confiança do empresário do comércio apresentou a quinta alta consecutiva em janeiro de 2020, de acordo com o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Com 126,6 pontos, o resultado é 2% maior que o aferido em dezembro do ano passado e o melhor para um mês de janeiro desde 2013. Na comparação com o mesmo período de 2019, o crescimento foi de 4,7%. A pontuação é a maior desde março do último ano (127,1 pontos).

“A recuperação gradual da economia, com avanço nos investimentos e melhora da taxa de desemprego, ajuda a explicar a percepção otimista dos empresários do comércio”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Em relação ao índice que mede as condições atuais do empresário do comércio, houve variação mensal positiva de 1,4%, chegando a 108,2 pontos – o melhor nível desde março do ano passado. O indicador apresentou a maior alta na base de comparação anual (+17,9%) entre os indicadores pesquisados. É o segundo mês em que o índice fica acima dos 100 pontos, após seis resultados consecutivos abaixo deste patamar. Com isso, atingiu o maior nível desde março de 2019 (108,4 pontos). O resultado positivo também aparece na avaliação das condições correntes do setor, que apresentou alta mensal de 1,6%, alcançando seu melhor nível desde fevereiro de 2012: 108,9 pontos.

Pelo segundo mês seguido, a maioria dos empresários (57,6%) afirmou que as condições atuais da economia estão melhores em comparação com o ano passado. Em janeiro de 2019, o percentual medido foi de 44,7%.

Confiança para investir

As intenções de investimento na própria empresa cresceram 2,5% em janeiro de 2020, atingindo 103,3 pontos, o melhor resultado desde junho de 2014. É primeira vez, desde janeiro de 2015, que o indicador fica acima dos 100 pontos, na zona de avaliação positiva.

O percentual de empresários dispostos a investir mais em seus negócios chegou a 53,4% do total de entrevistados em janeiro deste ano, contra 50,4% em dezembro e 46,1% em janeiro de 2019. De acordo com a economista da CNC responsável pela pesquisa, Izis Ferreira, ajudam a explicar esse resultado as condições correntes macroeconômicas favoráveis e a melhora das expectativas em relação à economia e ao setor.

Acesse a análise, os gráficos e a série histórica da pesquisa.