Educação

20

Mai

Educação

UFRN lança e-book sobre rotina de estudos

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proae/UFRN), por meio do Programa Hábitos de Estudo (PHE), lançou o e-book Vamos pensar na nossa rotina de estudos?, que tem o objetivo de auxiliar os universitários na realização das atividades acadêmicas diante das incertezas advindas com a pandemia do novo coronavírus. O material está disponível gratuitamente no Instagram @pheufrn ou por meio do link, mediante preenchimento de um formulário para download.

De acordo com a psicóloga da Proae e coordenadora do PHE, Poliana Gonzalez, a ideia do e-book surgiu em virtude da alteração das rotinas acadêmicas, conjugadas aos sentimentos suscitados por esse tempo de isolamento social, que convidam os universitários a adotar um novo tipo de postura e refletir sobre hábitos e modos de ser, além de estratégias mais adequadas para enfrentar o isolamento e suas consequências.

“O momento que vivenciamos exige cuidado com a saúde mental para continuar realizando, da melhor forma possível, as atividades acadêmicas. É preciso parar, respirar, organizar, conectar, (re)avaliar prioridades e continuar em frente. Esperamos que a leitura possa ser proveitosa e útil para aqueles que necessitam readaptar sua rotina de estudos e de vida no atual momento”, afirma a psicóloga.

O PHE também promove outras ações especiais durante o isolamento social, por meio de lives, podcasts e do projeto Conexão PHE, que promove encontros entre pessoas que desejam realizar atividades em comum. A programação pode ser acompanhada no Instagram @pheufrn.

20

Mai

Educação

Plataformas liberam conteúdo preparatório para o Enem 2020; veja a lista

Em meio à pandemia do novo coronavírus e à polêmica sobre o adiamento da data de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), diversas plataformas educacionais liberaram conteúdos online gratuitamente para auxiliar os estudantes na manutenção da rotina de estudos em casa.

Até o momento, a pandemia de covid-19 não afetou o calendário do Enem, previsto para ocorrer de forma presencial nos dias 1º e 8 de novembro. A prova virtual será aplicada nos dias 22 e 29 de novembro.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, a edição 2020 da prova já contabiliza mais de 3,5 milhões de inscrições. Ainda de acordo com o Inep as inscrições podem ser feitas normalmente até as 23h59 da próxima sexta-feira (22).

Confira abaixo algumas sugestões de plataformas online gratuitas para auxiliar os estudantes a se prepararem para a prova, enquanto as aulas presenciais estão suspensas no país.

• Banco de provas do Inep
No site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) é possível encontrar todas as provas e gabaritos anteriores do Enem.

• Blog do Enem
O site traz conteúdos dedicados ao Enem. Lá é possível encontrar simulados, , apostilas, dicas para redações, aulas gratuitas, entre outros conteúdos.

• Super vestibular
O site traz notícias sobre o Enem e também testes, simulados, consulta a redações nota mil, além de informações sobre vestibulares de diversas universidades.

• ​FGV Ensino Médio
A Fundação Getúlio Vargas tem uma página dedicada a estudantes do ensino médio, onde é possível realizar testes e simulados no modelo Enem. A correção é feita na hora e é possível ver as estatísticas de desempenho.

• Sistema Positivo de Ensino
O Sistema Positivo de Ensino está disponibiliza, gratuitamente em canal do YouTube, aulas online para todos os alunos da educação infantil, ensino fundamental 1 e 2 e ensino médio.

• SAE Digital
A plataforma disponibiliza videoaulas no Youtube, desde o fim de março. As aulas são organizadas por matérias e divididas por dia, com os conteúdos programáticos desde o 1º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio

• Stoodi
A plataforma liberou o acesso às videoaulas e exercícios preparatórios para o Enem. Para ter acesso, é preciso criar um login.

Fonte: Agência Brasil

20

Mai

Educação

Sesc RN apresenta duas lives esta semana com temas comportamentais

O momento de isolamento social exige alguns cuidados emocionais, pessoais e familiares. Preocupado com o tema, o Serviço Social do Comércio (Sesc RN), entidade do Sistema Fecomércio RN, preparou duas lives especiais nesta semana com palestras para seu público, que serão transmitidas pelo perfil oficial da instituição no Instagram, na quinta-feira (21) e sexta-feira (22).

O primeiro tema a “Ansiedade no Isolamento Social” abordará cuidados que devemos adotar e que sinais de alerta podemos perceber no tocante a ansiedade. A condução será da psiquiatra Geilne Queiroz, a partir das 20 horas, quinta-feira (21).

A segunda live da semana tem como convidado o proprietário da Clínica Domus, o neurocientista e psicopedagogo clínico e institucional, Nery Admy Neto, que abordará a “Reorganização familiar: Gestão das emoções e do bem estar em tempo de isolamento social”. O conteúdo vai ao ar na sexta-feira (22), a partir das 16 horas, abordando temas para o lar, ambiente de trabalho e educação dos filhos.

Desde que o isolamento social teve início no Rio Grande do Norte, o Sesc RN vem desenvolvendo uma série de conteúdo em suas plataformas digitais e redes sociais, semanalmente, em seus cinco programas: Educação, Saúde, Cultura, Assistência e Lazer. Para ter acesso, siga os perfis oficias do Sesc RN.

20

Mai

Educação

MEC vai abrir consulta sobre data do Enem

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou que o governo vai abrir consulta direta, por meio da internet, aos candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para decidir a data de realização das provas deste ano.

De acordo com o ministro, a consulta ocorrerá na Página do Participante em final de junho. O Ministério da Educação (MEC) estima que 5 milhões se inscreverão.

Todos os inscritos poderão escolher entre a manutenção da data das provas, o adiamento por 30 dias e a suspensão indefinida do exame deste ano por causa da pandemia de covid-19.

As provas do Enem estão marcadas para 1º de novembro (linguagens, códigos e suas tecnologias; redação; ciências humanas e suas tecnologias) e 8 de novembro (ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias). Estudantes podem se inscrever no exame, por meio da Página do Participante, até sexta-feira (22).

Fonte: Agência Brasil

19

Mai

Educação

Aulas à distância: professores vivenciam os desafios e aprendizados da nova forma de educar em meio à pandemia

A necessidade do isolamento social, provocada pela pandemia do novo coronavírus, suspendeu as aulas presenciais, mudou a forma de ensinar e a rotina de educadores por todo o mundo. É como se a escola tivesse invadido todos os lares ao mesmo tempo. E essa “visita diária,” por meio de plataformas virtuais, criou desafios para pais, alunos e, especialmente, para os professores, que precisaram manter o laço firme com cada estudante, garantindo o aprendizado e o interesse contínuo.

“Mergulhamos de cabeça e a inserção foi abrupta. Diante disso, tive que estudar mais, investir em alguns equipamentos, apesar de já possuir um suporte grande, e, sem dúvidas, colocar em prática tudo aquilo que eu sempre acreditei”, descreveu o professor do ensino fundamental da Maple Bear Natal, Olavo Vitorino, que também é especialista em Tecnologias Educacionais pela UFRN. “Da parte da escola, contamos com um suporte diferenciado da Maple Bear Learning Comunity, uma ferramenta de ensino virtual, que propiciou muitos esclarecimentos e nos ajudou nesse processo”, destacou.

A mudança também não foi fácil para a professora Rossânia Ribeiro, que dás aulas de português, história e geografia para estudantes do quatro e do quinto ano do ensino fundamental. “Saímos da nossa zona de conforto e fomos em busca de novas ferramentas para atender ao nosso público e contribuir com a aprendizagem dos alunos de forma significativa, aproximando-se do modelo presencial o máximo possível”, disse.

A distância física das crianças é, sem dúvida, o que mais faz falta para os professores nesses quase dois meses de suspensão das aulas. “O que eu sinto falta das aulas presenciais é do contato humano. De olhar no olho, sentir carinho, passar carinho, calor humano. Por outro lado, é uma experiência importante, em que a gente consegue manter, mesmo que de forma virtual, o respeito, a vontade de aprender, o desejo de querer fazer diferente”, completou.

Os professores também são desafiados a manter uma rotina de trabalho e concentração dentro de casa, dividindo as tarefas profissionais com os deveres do lar e a atenção à família. O professor Olavo tem uma preocupação a mais. Mora com a mãe e com o irmão que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19. “O nosso protocolo é bem rígido. Temos muito receio da condição de nossa mãe, por isso todas as demandas dela foram transferidas para mim e uma outra irmã que não mora conosco.”, explicou.

Tarefa difícil também é cuidar dos filhos. O professor Alex Alvarez tem dois: um de 13 anos e outro de 2 anos. “Tem sido bem desafiador, pois não se consegue ter um ambiente totalmente silencioso em casa. Principalmente quando se tem filhos pequenos. Mas minha família me apoia muito”, afirmou.

Para os educadores, todas as mudanças trouxeram lições que serão levadas adiante. “A grande lição que tiro disso tudo é a de que temos que ter nos colocar mais no lugar uns dos outros, buscar empatia e compartilhar atitudes positivas. Como educador, eu sinto que temos que ser um exemplo de firmeza sem perder a ternura, sem perder a nossa essência”, apontou o professor Olavo Vitorino. “Não tem sido fácil porque é um turbilhão de sentimentos, mas, para mim, é muito importante estar nessa missão”, encerrou a professora Rossânia Ribeiro.

19

Mai

Educação

Equipe com alunos do IFRN vence desafio da Agência Espacial Brasileira

Segundo especialistas na área, Hackathon pode ser definido como uma maratona de trabalho voltada a criar soluções específicas para um ou vários desafios. Esse tipo de evento reúne programadores, designers e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de software. O 1° Hackathon sobre a Covid-19 nas atividades espaciais foi realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) em parceria com o Campus Parnamirim do IFRN e contou com a participação de 27 equipes das regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

O evento propunha aos participantes a elaboração de soluções que ajudem na redução dos impactos causados pela Covid-19 nas atividades espaciais, observando a relação intrínseca dessa redução para o planeta Terra. No resultado, que foi divulgado na quarta-feira (13), pela AEB, a equipe Cura Espacial foi a primeira colocada na categoria “Desafio Maker”, com um projeto para desinfecção de ambientes, utensílios e equipamentos de proteção individual (EPI’s). A Cura Espacial é formada pelos alunos Daniel Luan, Hartur Silva, Pedro Miguel e Vinícius Medeiros Xavier, do Campus Parnamirim, e por Sidney Pedro, aluno do Complexo Educacional Contemporâneo.

Orientado pelo professor Rodrigo Siqueira, o projeto consiste em um protótipo móvel de desinfecção de ambientes e objetos para lugares com ou sem energia elétrica. "O protótipo foi elaborado utilizando uma estrutura reflexiva e móvel para a idealização do esterilizador. Conseguimos atingir o objetivo no piloto com uma caixa de papelão, uma lâmpada UV, um plástico reflexivo, reaproveitado de um suplemento alimentar, e uma bateria”, detalhou o professor Rodrigo .

O evento contou com a participação de outras equipes do Campus Parnamirim e com a colaboração dos professores João Nascimento e Credson Isaac, via projeto Centro Vocacional Tecnológico Espacial. Segundo o professor Credson, diversas equipes relataram que tiveram o ânimo elevado em realizar pesquisas nesta área, estudando durante esse período de pandemia. Os vendedores das demais categorias são do interior de São Paulo e de São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

19

Mai

Educação

Professores da UERN promovem live sobre os desafios da economia no RN

A evolução e os desafios da economia do Rio Grande do Norte (UERN) serão temas de uma live com professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). A transmissão do debate ocorrerá nesta quarta-feira, 20, às 16h, no Zoom.

A live contará com a participação dos professores Emanoel Márcio Nunes, da FACEM/Campus Central, e Joacir Aquino, do Departamento de Economia, do Campus Avançado de Assú. A discussão será sobre as perspectivas econômicas no Estado será mediada pelo professor Augusto Carvalho, do Departamento de Turismo, do Campus Avançado de Natal.

Os professores Joacir Aquino e Emanoel Márcio são autores do artigo “Desempenho Recente e Perspectivas da Economia do Rio Grande do Norte no Século XXI”, publicado na Edição Especial da renomada revista “BNB Conjuntura Econômica” por ocasião da comemoração dos seus 15 anos, em 2019.

Na ocasião, eles abordarão questões discutidas no referido artigo, que faz um balanço da economia no Estado potiguar durante os últimos 50 anos. Além de debater, temas atuais da economia em tempos de pandemia de coronavírus.

19

Mai

Educação

Pessoas com deficiência visual terão leitura em tela na prova do Enem

Pessoas com deficiência visual poderão solicitar leitura em tela na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. O recurso deve ser solicitado durante o processo de inscrição, na Página do Participante, no site do Enem, até 22 de maio.

De acordo com Ministério da Educação, um software possibilita a leitura de textos que estão na tela do computador, ao converter, por meio de voz sintetizada, tudo o que aparece escrito no monitor.

Com esse recurso, pessoas com cegueira, surdocegueira, baixa visão ou visão monocular têm mais autonomia porque podem ler a prova na ordem em que desejarem, repetir a leitura quantas vezes considerarem necessário ou retomarem uma questão no ponto em que escolherem. O software disponibilizado será o NVDA, e o sistema, o Dosvox.

A edição do Enem deste ano tem diversos recursos de acessibilidade. Todas as solicitações devem ser realizadas no ato da inscrição. Quem teve o laudo médico aceito em 2017, 2018 e 2019 não precisa de novo do documento, desde que a solicitação de atendimento seja a mesma dos anos anteriores, mais informações no https://enem.inep.gov.br/antes#leia-o-edital.

Já o Enem Digital terá aplicação-piloto e, por isso, não oferece recursos de acessibilidade em 2020. O participante com deficiência auditiva, surdez ou surdocegueira deve informar, durante a inscrição, se usa aparelho auditivo ou implante coclear, o que dispensa a vistoria nos dias da prova, por parte do aplicador.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) tem versões dos editais do Enem traduzidos em língua brasileira de sinais (libras) desde 2013. Neste ano, a versão em libras do edital do Enem impresso está disponível no canal do Inep no YouTube.

Fonte: Agência Brasil

18

Mai

Educação

Permuta que salva: empresas levam ajuda equivalente a R$ 1 milhão à saúde e educação

Para auxiliar no combate ao novo coronavírus, o Clube de Permuta, plataforma de trocas multilaterais, fará a doação de R$ 1 milhão para estabelecimentos educacionais e de saúde nas cidades onde está presente. Natal será uma das beneficiadas. A doação, em forma de serviços ou produtos oferecidos na plataforma da empresa, vai beneficiar pequenas empresas em quase todas as regiões do país.



O Clube de Permuta possui como foco o relacionamento entre empresários para geração de permutas multilaterais de produtos e serviços. Ao se associarem, as empresas passam por uma análise e recebem um limite de operações dentro da plataforma para ser usado do modo que cada negócio achar conveniente. No caso da doação, a empresa vai usar os próprios créditos das comissões para obtenção de produtos ou serviços entre associados para dar vida à ação.

"Empresas que prestam serviços fundamentais para hospitais e escolas são nossas parceiras há muito tempo na plataforma. A franqueadora está usando seus créditos com essas prestadoras de serviço em forma de doação para quem mais precisa neste momento", explica Leonardo Bortoletto, fundador do Clube de Permuta.

Empresas que oferecem serviços contábeis, gráficos e jurídicos, negócios de alimentos e bebidas, equipamentos de segurança, consultoria e gestão, segurança e medicina do trabalho, controle de pragas e agências de marketing são alguns dos associados participantes da ação.

“É hora de darmos as mãos e estimular a solidariedade nesse momento tão difícil que estamos passando. Temos uma gama de serviços muito variada que pode ajudar bastante nas áreas da saúde e da educação”, frisou o diretor-executivo do Clube de Permuta em Natal, Betinho Costa.

Escolas, cursos preparatórios, consultórios e clínicas são exemplos de estabelecimentos que podem ser beneficiados pela doação. Os interessados devem se inscrever no portal do Clube de Permuta (clubedepermuta.com.br) até o dia 20 de maio, próxima quarta-feira. Além disso, os franqueados também poderão fazer indicações e a ação não contempla novos associados. A relação dos aprovados será divulgada a partir de 28 de maio.

Sobre o Clube de Permuta

É uma plataforma de relacionamento empresarial de compra e venda de produtos e serviços por permuta multilateral. A empresa começou no estado brasileiro de Minas Gerais, no ano de 2012 e entrou para o mercado de franchising em 2015. O Clube de Permuta está em Natal há pouco mais de um ano e tem mais de 60 empresas associadas. Com 23 unidades, já movimentou mais de R$180 milhões em negociações. 

18

Mai

Educação

Alunos da rede pública têm acesso gratuito a plataforma com conteúdo preparatório para o Enem

Em meio ao conturbado e delicado cenário provocado pela Covid-19, há um público que precisou manter firme os planos de 2020: os estudantes candidatos ao ingresso no ensino superior do Brasil. As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio foram abertas na segunda-feira (11) e seguem até o dia 22 de maio. Até o final desta semana, mais de 3 milhões de estudantes já se inscreveram, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Participantes com dificuldades de acesso aos conteúdos para um bom desempenho no exame podem contar com iniciativas gratuitas de apoio.

Uma destas ações é a elaboração e disponibilização da plataforma “Resolve Sim”. Para os alunos da rede pública, será um serviço gratuito, sem qualquer limitação de conteúdo. O portal www.resolvesim.com.br pode ser acessado de qualquer computador, smartphone ou tablet. A plataforma tem a expectativa de receber o acesso de mais de um milhão de estudantes de todo o país.

A Resolve Sim tem conteúdo produzido pela Eleva Educação, um dos mais conceituados grupos de ensinos fundamental e médio do país, e metodologia e tecnologia digitais da Estácio, maior universidade brasileira e líder em inovação no EaD. 

Os conteúdos, com a chancela de qualidade da Eleva, estão distribuídos em quatro áreas do conhecimento (Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Matemática e Ciências da Natureza), além de uma área especial de provas de preparação, o Simuladão.

Houve um cuidado especial com a metodologia e os objetos de aprendizagem – e-books, temas ilustrados e infográficos, games, planos de estudos e tarefas com acompanhamento de professores e tutores estão entre eles. A agência Artplan colaborou com o projeto, ajudando na concepção e na comunicação da iniciativa.

“Vivemos um momento em que todos devem se unir para sairmos mais fortes. É hora de pensarmos em como ajudar quem tem menos recursos para enfrentar a situação e, por isso, ao prepararmos todo o ensino não presencial para os nossos alunos, pensamos que poderíamos fazer a diferença na vida de muitos alunos da rede pública dando um suporte nesse momento tão delicado. É uma das iniciativas que estamos fazendo, dentre outras, para deixar nossa contribuição e minimizar as diferenças na atual conjuntura”, afirma Bruno Elias, presidente da Eleva Educação.

“Este período será sem dúvida lembrado como a fase mais conturbada das vidas desses milhões de jovens”, diz Eduardo Parente, presidente da Estácio. “A nossa universidade sempre esteve ligada à democratização do ensino e nós conhecemos a capilaridade e a força incrível do ensino digital. Mais do que nunca, esses estudantes precisam de nós. Então, estamos presentes”.

16

Mai

Educação

Robô Ciência e Unifacex doam 100 protetores faciais para profissionais de saúde do Hospital Santa Catarina

A Escola Robô Ciência e a Unifacex vão fazer mais uma doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para profissionais da rede pública de saúde. Na próxima terça-feira (19), a partir das 10h, serão entregues 100 protetores faciais para o Hospital José Pedro Bezerra, mais conhecido como Hospital Santa Catarina, em Natal.

Os protetores, que são chamados de Face Shields, estão sendo produzidos e montados em um Laboratório Maker da Unifacex. A viseira, onde os profissionais de saúde encaixam o EPI na cabeça, está sendo produzido em impressoras 3D. O acetato, aquele material plástico transparente que fica na frente do rosto, é cortado em uma máquina a laser de alta precisão. Os custos foram divididos entre as duas instituições. Serão produzidos cerca de 500 protetores, no total.

Mais de 120 equipamentos já foram entregues para o Hospital Giselda Trigueiro, também na capital, que é referência no combate ao novo Coronavírus no Rio Grande do Norte. Outros 80 foram distribuídos para profissionais da imprensa. “Continuamos nessa missão de contribuir para a sociedade nesse momento tão delicado. Esses protetores faciais fazem toda a diferença na proteção dos profissionais de saúde, que estão na linha de frente no combate a essa doença, que tem atingido a eles e a tantos outros potiguares”, disse o diretor da Robô Ciência, Alexandre Amaral. De acordo com o último levantamento apresentado pela Secretaria Estadual de Saúde, pelo menos 678 profissionais da área testaram positivo para a Covid-19.

15

Mai

Publicidade e Propaganda

MEC publica novos editais para Prouni e Fies referentes ao 1º semestre

O Ministério da Educação (MEC) publicou esta semana, no Diário Oficial da União, novos editais do Programa Universidade para Todos (PrUuni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao primeiro semestre de 2020. Os candidatos nesses processos seletivos utilizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso no ensino superior. 

Em nota divulgada ontem (14), o MEC alerta os estudantes a ficarem atentos às datas finais para a entrega de documentos da lista de espera, tanto para o ProUni (21 de maio) como para a pré-seleção do Fies (22 de maio).

A decisão por novas datas foi tomada após o MEC ter prorrogado por tempo indeterminado o período das listas de espera dos dois programas, com o objetivo de “minimizar os prejuízos da pandemia” na vida dos estudantes, sob a argumentação de que “diversas instituições de ensino estão com suas atividades paralisadas em razão da determinação de estados e municípios”.

Financiamento estudantil

O Fies é um programa que oferece financiamento a condições mais favoráveis que as de mercado, para que estudantes paguem cursos em instituições privadas de ensino superior. Os pré-selecionados têm até três dias úteis para complementar as informações apresentadas na inscrição – entre as quais dados bancários, do fiador e do seguro para pagamento da dívida em caso de morte.

Bolsas

Já o ProUni seleciona estudantes para bolsas em instituições privadas de ensino superior. As bolsas variam de acordo com a renda dos candidatos e podem ser parciais, de 50% da mensalidade, ou integrais, de 100%. O registro de concessão de bolsa ou reprovação do candidato deverá ser feito pelas instituições até as 23h59 de 24 de maio.

Nos editais, o MEC orienta as instituições de ensino que não puderem receber a documentação fisicamente a disponibilizar um canal (e-mail ou número de WhatsApp) para envio dos documentos de forma digital.

“Após a complementação de informações nos sistemas dos programas, os estudantes terão 30 dias úteis para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino na qual fará o curso. A CPSA tem até 5 dias úteis para validar as informações recebidas do aluno e emitir o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), que serve para formalizar a contratação do financiamento”, informou por meio de nota o MEC.

Após a emissão do DRI, o candidato terá 30 dias úteis para ir à agência da Caixa Econômica Federal escolhida durante a inscrição, para formalização do contrato de financiamento.

Segundo Semestre

As datas de inscrição do Prouni, do Fies e do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para o segundo semestre de 2020, foram anunciadas recentemente. O prazo do Sisu é de 16 a 19 de junho; para o ProUni, de 23 a 26 de junho; e para o Fies, de 30 de junho a 3 de julho.

Fonte: Agência Brasil

15

Mai

Educação

Inscrições para Processos Seletivos do IFRN seguem até segunda-feira

A Pró-Reitoria de Ensino do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) – através de sua Coordenação de Acesso Discente – retificou os prazos do cronograma de três editais para processos seletivos. A retificação altera os prazos das seleções. Com isso, o período de inscrições segue até 18 de maio de 2020. A execução das etapas das seleções para estes editais está sob a responsabilidade da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern).

Com o isolamento social em decorrência da Covid-19, os documentos foram alterados com o intuito de permitir que os estudantes interessados nos processos seletivos possam ter tempo hábil de inscrição. Abaixo, os processos seletivos que tiveram seus prazos de inscrições prorrogados:

ProITEC

Os interessados deverão se inscrever pelo Portal da Funcern. Para realizar a inscrição, é necessário efetuar o pagamento de uma taxa de R$ 30,00 (trinta reais). O aluno que não tenha acesso à internet poderá fazer a sua inscrição – assim que acabar o isolamento – em qualquer um dos campi do IFRN, em dias úteis, nos horários de funcionamento de acordo com o Anexo I do Edital.

Os estudantes que forem membros de família de baixa renda e comprovem inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), poderão solicitar a isenção do pagamento até 30 de abril de 2020, acessando a Área do Candidato e preenchendo o formulário de Requerimento de Isenção, no qual deverá, obrigatoriamente, informar o número do NIS do candidato no CadÚnico (com 11 dígitos).

De acordo com o edital, poderão participar do ProITEC alunos que estejam regularmente matriculados no 9º ano do Ensino Fundamental em escola da rede pública de ensino e que tenham cursado todas as “séries”, ou “anos” anteriores do Ensino Fundamental, exclusivamente em escola da rede pública de ensino ou aqueles que já tenham cursado todo o Ensino Fundamental, exclusivamente, em escola da rede pública de ensino.

Subsequente e Integrado (Proeja)

Para o Proeja, serão 40 vagas, para o Campus Mossoró, no curso de Edificações no período noturno; para os cursos na forma subsequente, as 1.303 vagas divulgadas envolvem 20 cursos, oferecidos em 15 campi. As inscrições, também no valor de R$ 30,00 (trinta reais), seguem até 18 de maio, no Portal da Funcern.

Para o Subsequente, o processo seletivo estará aberto aos portadores de certificado de conclusão do ensino médio (ou de curso equivalente); para o Proeja, a seleção estará aberta exclusivamente aos portadores de, no máximo, certificado de conclusão do Ensino Fundamental (ou de curso equivalente), que desejem cursar o ensino médio integrado a uma formação profissional e que tenham, até o último dia de matrícula deste Processo Seletivo, 18 anos completos.

Os interessados nos processos seletivos, com prova agendada para 5 de julho de 2020, terão das 8h ao meio-dia para responder a questões de múltipla escolha de Língua Portuguesa e Matemática, além de fazer a Produção Textual Escrita. O cronograma e os demais detalhes do Processo Seletivo podem ser consultados nos editais.

14

Mai

Educação

Empreendedorismo na enfermagem é tema de evento on-line gratuito em Natal

Empreendedorismo na Enfermagem: desafios, avanços e perspectivas. É esse o tema da Semana de Enfermagem de 2020 promovida pala Universidade Potiguar nos dias 18 e 19 de maio. Todo o evento é gratuito, aberto à população e será realizado de forma remota por meio da plataforma Collaborate.

Para participar, os interessados só precisam escolher uma das temáticas oferecidas no dia e horário que desejarem, e clicarem no espaço indicado para acessar a palestra. O acesso pode ser feito por meio de www.unp.br/eventos ou clicando no link abaixo para conferir todos os temas.

Programação – Semana da Enfermagem 2020 | UnP

14

Mai

Educação

Enem 2020: mais de 2,3 milhões de estudantes já se inscreveram

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 registrou, até as 16h dessa quarta-feira (13), 2.382.237 inscritos. A versão impressa do exame contabiliza 2.286.611 inscrições e o Enem Digital 95.626 mil. As inscrições foram abertas na segunda-feira (11) e podem ser feitas na Página do Participante, que pode ser acessada pelo site do Enem. Os estudantes têm até 22 de maio para se inscreverem.

Para quem já tem cadastro no portal de serviços digitais do governo federal, basta entrar com CPF e senha, que é única para o gov.br, e fazer a inscrição. Também é possível se inscrever no exame e somente depois realizar o cadastro no portal gov.br. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) preparou um vídeo com todos os passos para fazer a inscrição, disponível no canal do instituto no YouTube e na Página do Participante.

Isenção da taxa

A gratuidade para todos os participantes que preencham os requisitos descritos no edital, mesmo sem o pedido formal de isenção, está assegurada pelo Inep. Os isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de provas e não justificaram a ausência também têm o benefício garantido.

Para quem não se enquadra nos perfis para a isenção, o valor da taxa de inscrição permaneceu o mesmo do ano passado: R$ 85,00, que deverá ser pago até o dia 28 de maio, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU).

A estrutura do Enem permanece com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. O Enem impresso será aplicado nos dias 1º e 8 de novembro, e a versão digital, em 22 e 29 de novembro.

Fonte: Agência Brasil