Coronavírus

13

Mai

Coronavírus

Live apresenta atualizações sobre o tratamento do câncer e o transplante de medula óssea durante a pandemia

Especialistas das áreas da infectologia, oncologia e transplante de medula óssea irão participar, nesta quarta-feira (13), a partir das 18h, de uma live para apresentar as atualidades de suas áreas médicas durante o momento de pandemia. 

Entre os participantes estão renomados médicos potiguares como o infectologista Dr. Kleber Luz, a médica oncologista, Dra. Juliana Florinda, o médico cirurgião oncológico Leonardo Barreto, o médico hematologista, Dr. Rodolfo Soares (transplante de medula óssea) e a enfermeira oncologista, Heloisa Félix.

A transmissão será realizada pelo youtube do Hospital Rio Grande com a possibilidade de interação ao vivo com o público. O espectador poderá tirar dúvidas pelo whatsapp (84) 99116-6550.

13

Mai

Coronavírus

Monitora Covid-19: RN e Consórcio NE disponibilizam aplicativo para pandemia

O Governo do Rio Grande do Norte conta com mais uma ferramenta para monitorar pacientes com sintomas do novo coronavírus. Trata-se do aplicativo Monitora Covid-19, uma iniciativa do Consórcio Nordeste para apoiar a gestão dos municípios no monitoramento dos casos confirmados, suspeitos e em isolamento domiciliar de forma mais eficaz e dinâmica. A ferramenta está disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos para usuários dos sistemas operacionais iOS e Android.

A proposta do Monitora Covid-19 é acompanhar cidadãos nordestinos com possíveis sintomas da doença, oferecer orientações e até mesmo atendimento remoto, com profissionais de saúde, por meio da própria plataforma. O aplicativo ainda possibilita ao paciente acessar a localização das unidades de urgências mais próxima de sua residência, informações sobre medidas de prevenção para doenças respiratórias e orientações sobre os cuidados no isolamento domiciliar.

A tecnologia do app está articulada ao Registro Eletrônico de Saúde e possibilita à equipe de monitoramento e à gestão do SUS um painel de controle que permitirá visualizar o tempo de quarentena que cada paciente está seguindo, dentre outras informações que servirão de base para tomada de decisões em saúde pública e de atendimento.

Como funciona

Na página inicial do aplicativo, o usuário deverá escolher o estado e a cidade de origem. Em seguida, será levado a vários informativos até encontrar a opção de realizar o login ou fazer um cadastro, informando nome, CPF e nome da mãe, além do número do cartão SUS, se tiver.

O usuário, então, preenche um formulário, com todos os sintomas apresentados, que posteriormente será avaliado por uma equipe de profissionais de saúde. Quando as informações relacionadas aos sintomas da doença são preenchidas, o usuário recebe diferentes classificações: verde, quando não apresentar sintomas característicos da doença; amarelo, caso apresente sintomas leves; laranja, quando os sintomas já começam a se agravar; e vermelho, ao apresentar sintomas mais graves que inspirem cuidados médicos.

Caso seja detectado risco do usuário, um profissional da saúde entrará em contato pelo próprio celular. Nos casos sinalizados como amarelo, o usuário recebe a ligação em até 48 horas, já nos casos identificados como laranja e vermelho, em até 24 horas e, posteriormente, com monitoramento diário. Em caso de piora, o usuário tem a opção de edição do perfil, o que consequentemente altera a cor de classificação. Com o avanço dos sintomas, o usuário será contactado e de acordo com a avaliação médica da gravidade dos sintomas será direcionado para a unidade de referência mais próxima.

13

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo:

12

Mai

Coronavírus

Efeito coronavírus: delivery de compras aumentou 59% com isolamento social

O isolamento social fez com que os brasileiros aderissem às compras pela internet com entrega em domicílio. Levantamento feito pela Rede, empresa de meios de pagamento do Itaú, e obtido com exclusividade pela EXAME mostra que o delivery de compras aumentou 59% em abril em comparação com o período anterior às restrições de circulação de pessoas, por causa do novo coronavírus.

Entre os itens mais solicitados, os de alimentação e de saúde se destacam com aumento de 15% no faturamento e alta de 9% no tíquete médio das transações. As vendas pela internet na Páscoa dobraram em relação ao feriado do ano passado.

“Esse comportamento reflete a alteração de rotina forçada pela covid-19. Nessa dinâmica, a alternativa de compras online ganha ainda mais relevância”, avalia Marcos Magalhães, presidente da Rede.

De acordo com indicadores prévios de atividade econômica, o setor de supermercados tem se saído melhor até do que o de farmácias, outro tipo de comércio essencial em uma crise como a atual. Enquanto os mercados viram o faturamento crescer 6% na semana de 22 a 28 de março em relação à média histórica, segundo dados da processadora de pagamentos Cielo, o das drogarias e farmácias caiu 16% e o dos varejistas de vestuário recuou 92%.

Fonte: Exame, disponível em: https://exame.abril.com.br/negocios/efeito-coronavirus-delivery-de-compras-aumentou-59-com-isolamento-social/

12

Mai

Coronavírus

Faculdade de Natal capacita profissionais da saúde para cuidados respiratórios a pacientes graves com Covid-19

A Estácio Natal, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) está ministrando neste mês de maio o curso “Ventilação Mecânica e Cuidados Respiratórios para Pacientes Graves com Covid-19”. A capacitação é direcionada a 56 profissionais de saúde, entre enfermeiros, fisioterapeutas e médicos selecionados para atuar nos cuidados de pacientes de alta complexidade infectados pelo novo coronavírus.

O curso, que é oferecido em sete turmas para evitar aglomeração, acontece no Laboratório de Semiologia da Estácio Ponta Negra. Ministrado pelos professores Saint Clair Bernardes, fisioterapeuta, pós-graduado em fisioterapia respiratória, mestre e doutorando pela UFRN, e Mikael Flambetto, enfermeiro, intensivista, especialista em urgência e emergência e instrutor do curso ACLS da American Heart Association.

Saint Clair relata que entre os assuntos abordados, o foco principal tem sido o manuseio do ventilador mecânico, além de todos os procedimentos para cuidados respiratórios graves decorrentes da Covid-19, como a correta paramentação e desparamentação do Equipamento de Proteção Individual (EPI), também sobre a oxigenoterapia, ventilação não invasiva, intubação orotraqueal, posição prona e ressuscitação cardiopulmonar.

Importância da fisioterapeuta no tratamento

O especialista também destaca a atuação do profissional da Fisioterapia como essencial no sucesso do tratamento de pacientes com Covid-19. Ele explica que, dentre os profissionais que trabalham na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o fisioterapeuta é um dos que têm maior expertise para lidar com o ventilador mecânico, para programar e ajustar o equipamento.

“Essa atuação do fisioterapeuta tem sido crucial porque o paciente com Covid-19 desenvolve, principalmente, problemas respiratórios. Então, precisa de alguém que consiga proceder a ventilação mecânica de modo que melhore o estado de saúde e que a pessoa tenha mais possibilidade de sobrevivência”, expõe. 

Além da contribuição no tratamento na UTI, o fisioterapeuta também age a fim de reabilitar o paciente para que retorne para casa com os menores prejuízos possíveis. “Aqueles que sobrevivem ao estado grave podem ficar com muitas sequelas, com dificuldades para realizar as atividades do dia a dia. Então, os profissionais de fisioterapia já começam, ainda na UTI, a reabilitar esses pacientes também, além de prestar o atendimento de urgência no momento”, informa. 

12

Mai

Coronavírus

UFRN, IFRN e Estado lançam portal sobre a Covid-19

Um portal com informações atualizadas sobre a Covid-19 é lançado nesta terça-feira, 12, pelo Governo do Estado. A plataforma, disponível neste endereço eletrônico, já está em funcionamento e compila desde relatórios do avanço da doença até notícias sobre ações de combate à pandemia.

site é uma realização do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), do Núcleo de Saúde Coletiva (NESC), ambos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), do Núcleo Avançado de Inovação Tecnológica do Instituto Federal do RN (NAVI/IFRN) e da Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação do IFRN.

De acordo com Chander Pinheiro, subcoordenador de Informação e Informática do Governo do Estado, o serviço visa a dar mais transparência e também orientar a população quanto aos cuidados com relação a covid-19. “É um portal que concentra todas as iniciativas do governo, visando a facilitar o acesso da população a essas informações”, afirmou.

O serviço disponibiliza todas as ferramentas de inovação desenvolvidas pelos parceiros, em conjunto com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap/RN), como o Orienta Corona RN (disponível aqui), que disponibiliza informações para pacientes com suspeita da doença mediante uma consultoria online com profissionais de saúde.

O novo site conta também com a plataforma AVASUS. Esta, por sua vez, conta com uma trilha formativa específica, que contempla cursos relacionados ao novo coronavírus (acessível aqui). Atualmente, já são nove cursos desenvolvidos e milhares de alunos do RN e de outras localidades espalhados pelo Brasil e pelo mundo.

Há ainda boletins epidemiológicos, uma aba para notícias com atualização constante e também um área de transparência, na qual o usuário pode consultar os gastos do RN no enfrentamento da covid-19.

12

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo:

11

Mai

Coronavírus

Pesquisa: lazer e hotéis são os setores mais afetados por pandemia

Dependentes de aglomerações, as atividades ligadas ao lazer são as mais afetadas pela pandemia provocada pelo novo coronavírus. A constatação é de um levantamento feito pela startup [empresa emergente] de logística Cobli, que analisou a movimentação de veículos de pequenas e de médias empresas de todo o país.

O estudo considera o total de quilômetros rodados pelas frotas das empresas entre 23 de março – quando as medidas de restrição social entraram em vigor na maior parte dos estados e no Distrito Federal – e 19 de abril. A distância percorrida somou 13,88 milhões de quilômetros, queda de 25% em relação à semana anterior.

A comparação por setores, no entanto, mostra que alguns segmentos são bem mais afetados que outros. A área de arte, cultura, esporte e recreação teve o maior impacto, com queda de 77% na movimentação dos empregados. 

Em segundo lugar, está o segmento de alojamento e de alimentação, com recuo de 41%, reflexo da queda nas hospedagens em hotéis e do fechamento de restaurantes e bares.

O setor de atividades administrativas e de serviços complementares vem em terceiro lugar, com retração de 40%. Esse dado está relacionado ao fechamento de escritórios e a possibilidade do trabalho remoto na maioria das empresas do tipo. Em quarto lugar, com redução de 39%, está a educação.

Segundo a startup responsável pelo levantamento, a digitalização das atividades é o caminho para alguns setores, permitindo a redução de custos no longo prazo. 

No caso da arte e da cultura, o diretor-executivo da Cobli, Rodrigo Mourad, acredita que a tecnologia pode ser uma aliada para ampliar o público dos espetáculos, à medida em que eles são transmitidos para mais pessoas.

Setores essenciais

O impacto da pandemia sobre setores essenciais varia conforme a atividade. Os setores de saúde humana e serviços sociais e de água e esgoto tiveram queda de 10% na movimentação das equipes. Segundo Mourad, existe a preocupação de que a falta de manutenção em equipamentos ou instalações ligadas a essas atividades eleve os custos no médio prazo e dificultem o retorno ao equilíbrio.

Os setores menos atingidos pela pandemia foram informação e comunicação, com queda de 6% na movimentação das equipes; administração pública, defesa e seguridade social (-4%) e atividades imobiliárias (-1%). O segmento de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura foi o único a registrar aumento, com a movimentação de veículos das empresas subindo 3%.

Subcategorias

A startup dividiu cada setor por subcategorias. A desagregação dos dados revelou que alguns segmentos de setores bastante afetados registraram quedas menores ou até aumento na atividade. Na área da saúde, a assistência a idosos e pessoas com deficiência teve aumento de 32% na atividade. Em contrapartida, o atendimento hospitalar acusou queda de 14%. Mesmo com o aumento no fluxo de pacientes com a covid-19, outros setores das unidades de atendimentos podem estar atendendo menos.

Os subsetores mais atingidos pela pandemia foram o aluguel de equipamentos recreativos e esportivos e as agências de viagens, cuja movimentação de frotas caiu 86%, e a fabricação de móveis de madeira, com retração de 70%. 

Apesar de a doença estar se alastrando, o comércio varejista de produtos farmacêuticos para uso humano e veterinário vem em terceiro lugar, com recuo de 55%. Uma explicação pode ser o estoque de medicamentos que parte da população fez antes de a pandemia agravar-se.

Em contrapartida, a demanda por alimentos apresentou leve redução. As empresas ligadas à produção de carne tiveram redução de 7%. Os supermercados, hipermercados e as demais empresas de comércio varejista de alimentos tiveram queda de 5%. Na outra ponta, serviços ligados ao entretenimento doméstico aumentaram. O comércio varejista de livros, jornais, revistas e de papelarias subiu 6%. As atividades ligadas aos correios (em todas as etapas da logística) saltaram 7%.

Regiões

Em relação aos estados, o levantamento revela que  Tocantins liderou a retração, com queda de 60% na circulação de frotas. Em segundo lugar, Mato Grosso do Sul, com redução de 54%, seguido pela Bahia (-40%) e pelo Ceará e pelo Distrito Federal, empatados com diminuição de 33%. Quatro estados, no entanto, tiveram aumento na movimentação de veículos de empresas durante a pandemia: Rondônia (+2%), Rio Grande do Norte (+5%), Piauí (+15%) e Pará (+18%).

Para o diretor-executivo da Cobli, os efeitos da crise em cada estado dependem da matriz industrial. Estados agrícolas e exportadores sentiram impacto menor que as regiões mais dependentes de serviços. No caso do Pará, a alta pode estar relacionada à indústria de base, puxada pela mineração. 

Fonte: Agência Brasil

11

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo:

11

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo:

10

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo:

9

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo:

8

Mai

Coronavírus

Mais de 200 profissionais da rede particular no RN são treinados contra a Covid-19

Mais de 200 profissionais da rede particular de Saúde no Rio Grande do Norte estão recebendo treinamento para atender pacientes durante a pandemia de Covid-19. A capacitação é oferecida pela UnP, integrante da rede Laureate, e será realizada entre os dias 6 e 14 de maio para colaboradores da Liga Norte-rio-grandense Contra o Câncer e da Unimed Natal.

As atualizações envolvem três áreas de conhecimento: Paramentação e Desparamentação, Manejo da Via Aérea, e Diagnóstico Diferencial em Época de Covid-19. São oferecidas aulas teóricas na modalidade remota e, para as práticas, são realizados encontros presenciais nos laboratórios e Hospital Simulado da Unidade Salgado Filho da UnP.

Na primeira etapa, entre os dias 6 a 8 e 11 de maio, 147 profissionais da LIGA participam do aprendizado. Em seguida, nos dias 11, 12 e 14, será a vez de 64 colaboradores da Unimed participarem do processo de atualização. Para ambos, são treinados médicos e enfermeiros.

Em abril, por meio de convênio com a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), a UnP também ofertou o mesmo treinamento para mais de 300 pessoas, desde profissionais da rede pública como médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, até estudantes dos últimos anos de Medicina.

Parceria
De acordo com o reitor da UnP, Prof. Dr. Breno Schumaher, essa ação representa a continuidade de um compromisso assumido pela instituição no combate ao coronavírus. “Estamos expandindo o treinamento que já foi oferecido aos profissionais da Sesap e aos nossos alunos. Agora, levamos o conhecimento também para a rede particular onde, de uma forma incrível, eles também têm atuado na linha de frente da Covid-19”.

Parceira da UnP nas áreas de ensino e pesquisa, a LIGA reúne nesse treinamento ex-alunos, lado a lado como colegas de profissão. “Neste momento de pandemia, voltamos às salas de aula, em busca de alinharmos conhecimentos no combate à Covid-19. Nós que fazemos a LIGA, agradecemos à UnP e afirmamos que juntas vamos vencer essa batalha e ajudar a população do nosso estado”, afirma o Diretor de Ensino e Pesquisa da LIGA, Dr. Edilmar de Moura.

Já o Diretor do Hospital Unimed Natal, Dr. Felipe Marinho, lembra que a pandemia está exigindo mudança de procedimentos e novas habilidades e, por isso, a oportunidade de realizar um treinamento em larga escala num hospital simulado é uma enorme vantagem, garantindo segurança para os profissionais e os próprios pacientes. “Os muitos setores da sociedade se dão as mãos nesse momento de muita dificuldade. Vamos vencer!”.

8

Mai

Coronavírus

Câmara Municipal de Natal aprova projeto sobre remanejamento de servidores para a Saúde

Os vereadores da Câmara Municipal de Natal votaram em regime de urgência, pela aprovação do Projeto de Lei  128/2020, que autoriza o remanejamento de servidores municipais para que fiquem à disposição da Secretaria Municipal de Saúde, visando atender às demandas prioritárias da Secretaria. Segundo a matéria aprovada, a SMS é o único órgão possível a solicitar este tipo de remanejamento. 

O texto tem proposição do vereador Dickson Júnior (PDT) e objetiva melhorar o combate à pandemia do novo coronavírus em Natal. 
“Em tempos de Coronavírus, nós esperamos que a Prefeitura não precise, mas se precisar, já temos projeto aprovado que autoriza o Executivo a fazer esse tipo de remanejamento. É uma forma mais econômica de atender a uma Secretaria de Saúde, com profissionais qualificados e do próprio quadro”, disse Dickson Junior.

A sessão ordinária também aprovou, em segunda discussão, o Projeto de Lei Complementar  do Executivo que institui a opção pelo pagamento de precatórios mediante acordos diretos. De acordo com a mensagem, também deve ser criada e regulamentada a Câmara de Conciliação de Precatórios do Município do Natal, dispondo sobre sua organização e funcionamento, o que deve facilitar o pagamento de precatórios com mais celeridade e com margem para novas discussões. 

“Mais uma sessão remota realizada com sucesso, com temas bastante debatidos. Foi muito proveitosa. Nesse momento, estamos aqui dando a nossa contribuição, trabalhando, cumprindo nosso papel e aprovando projetos que beneficiam a população de Natal, principalmente os relacionados à questão da pandemia”, destacou o presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PDT).

Também foi aprovado, em segunda discussão, a mensagem do Executivo Municipal que autoriza a aquisição de imóvel pertencente ao patrimônio do INSS para construção de espaço público de convivência em Natal. Os parlamentares ainda aprovaram outros dois projetos: o primeiro, em primeira discussão, trata sobre a proibição do município de Natal em contratar shows, que em seus repertórios incluam músicas que desvalorizem a mulher. A matéria  é da vereadora Nina Souza (PDT); o segundo projeto aprovado, reconhece de Utilidade Pública Municipal a Associação Filhos de Mãe Luiza, com propositura do vereador Robson Carvalho (PDT).

8

Mai

Coronavírus

Campanha da Câmara Municipal de Natal divulga dicas de prevenção

A Câmara Municipal de Natal está divulgando as principais dicas de cuidados para se prevenir contra a contaminação com o coronavírus. Confira o vídeo: